Viver Para Crescer Capítulo 4

sprite

Tempos depois

Beatriz

Acordo com a claridade inundando o quarto, esqueci de fechar as cortinas.

Hoje é o dia da minha graduação mas diferente de todas meninas, com a emoção do momento, eu não vou comparecer a mesma. Essas coisas não são para mim, simplesmente levarei meu diploma.

Me levanto, fecho as cortinas e novamente a escuridão me envolve. Me levanto e pego meu caderno preto de capa já esfolada. Coloco meus phones e me perco numa música

Oh so sad and oh so sorry

So unkempt and so unloved

Oh so lost and oh so lonely

So forgotten, so untouched

Pornography exposed

Innocence unrobed

Masturbate your emptiness

Fornicate your selfishness

For the pleasure for the knife

Sell the treasure, sell your life

For your pleasure, for your knife

Steal the treasure, steal your life

Battered, beaten, slowly taken

Souls they're sucking, unforsaken

Emmpty headed, empty hearted

They are feeding for affirmation

Diva Destruction - The Broken Ones.

Ligo a luz da mesinha e abro meu caderninho e observo algumas coisas escritas por mim em momentos melancólicos, escuros, dolorosos, que até hoje me assombram e estragam meus dias.

“ Ficar sempre triste é comum não só para mim.

é maior que a alegria. Como a dor mental é maior que a física.

decepção é maior que a desilusão.

um castelo de cartas e ver quem você amava soprar e destruir. Esmagar e

mágoas nem guardo rancor. Não sinto alegria nem mesmo

vou mais chorar como chorei, nem mesmo lembrar que um dia

apenas uma pessoa sem rumo e inconsciente que esta perdida entre os mundos e que só deseja se libertar de um demônio. Se ao menos eu tentasse talvez conseguiria me libertar, mas mesmo procurando luz me perderei entre as sombras, pois não tem como se escapar de algo que faz parte de você e que

Usada e descartada

Humilhada e xingada