APÓS O DIVÓRCIO ##### Capítulo 06

sprite

Matthew Gunn

  Estou ansioso para ver a Nikki novamente, que mulher linda, gostosa e  simpática, tem um corpo de dar inveja em muitas mulheres... bunda redonda e bonita empinada, seios fartos e lindos barriga chapada e que linda meu Deus, eu fiquei excitado só ver aquela bunda rebolando enquanto ela caminhava. Quando vi ela pela primeira vez na empresa achei que ia perder o controle e beijar ela ali na sala dela, sem nem saber se ela era casada ou tinha namorado, mas aí lembrei que iria assustar ela... Quando ela apertou a minha mão senti uma vibração no corpo todo, que o sangue bombeou só no meu pau. Ainda bem que estava com o terno fechado senão eu ia passar uma vergonha e tanto.

  Quando ela me mostrou o vídeo com o projeto, fiquei encantado de verdade. Ela conseguiu captar o que eu queria e ainda me fez querer tudo o que ela fez...

Ela é uma profissional muito competente, e linda, não me lembro se já mencionei isso!!

   Eu ficava olhando ela conversar e prestava atenção em cada detalhe do seu rosto, os lábios dela são lindos e carnudos, os dentes são brancos reluzentes e os olhos dela tem um brilho de satisfação por ser tão talentosa.

Tô amando deixar a minha casa nas mãos dela..

   Enquanto eu olhava para ela, imaginava ela nua na mesa dela e eu fodendo ela bem gostoso!! Ainda bem que ela não pode ler meus pensamentos se não eu estaria em maus lençóis. Seria taxado de tarado e assediador! O que realmente estou parecendo aqui.

   Mas eu nem me apresentei a vocês, estava aqui tão focado na Srta. Nikki White (lindo nome para uma linda mulher) que nem me lembrei... Então vamos lá:

   Meu nome é Matthew Gunn, tenho 34 anos, sou divorciado e tenho dois filhos um casal de gêmeos de 7 anos... Michael e Melissa, eu era casado com a Lara Bennett que é engenheira aeronáutica. E também é muito linda, loira alta e tem um corpo escultural perfeito. Mas nosso casamento acabou por falta de Paixão... Porque a gente se dava bem, mas ela queria uma coisa e eu outra. Vou explicar...

   Nos conhecemos desde a faculdade e tivemos aquele romance lá por vários anos, eu me formei e ela também e depois de um tempo separados, porque eu fiz o meu estágio numa cidade e ela em outra então resolvemos nos separar e seguir nossas vidas, e depois de uns 2 anos nos reencontramos e ficamos juntos desde então, me casei com ela eu tinha 23 anos e ela 21, estávamos apaixonados e felizes , mas aí ela começou a trabalhar na área que cursou e começou a se distanciar de mim, eu não dei muita bola, porque no início o meu trabalho me exigia muito também, e eu ficava fora uma semana e deixava ela sozinha. Mas ela nunca reclamou parecia que gostava disso, e eu gostava que ela não fazia cobrança, achei que estava tudo bem.

Engano meu... um dia eu cheguei em casa mais cedo do que havia dito a ela... Porque estava com o meu celular descarregado e não consegui avisar.. e quando entrei na porta eu vi ela transando com um amigo meu do trabalho na sala.... Eu fiquei sem chão, quase matei o Jim e não quis falar mais com ela.. sai de casa e fui para um hotel, não quis explicação nem desculpas esfarrapadas... mas dois meses que estávamos separados ela me ligou e disse que estava grávida de gêmeos e que os filhos eram meu.

  Mas eu não acreditei e só voltei a falar com ela quando os bebês nasceram. Depois do exame de DNA o que confirmou a minha paternidade... E não pense que não fiz vários exames... Porque fiquei com tanto ódio dela que não confiava mais em nada que ela falava...Mas aí depois que os nossos filhos nasceram nós tivemos a "conversa" para acertar as coisas e tentar   conviver pelo menos bem, por causa deles e não de nós.

Então fui morar na nossa antiga casa para ajudar ela com os bebês que são a minha cópia. Amei eles no mesmo segundo que os vi.

Meus filhos para mim, são tudo! Faço qualquer coisa por eles... E com o tempo eu já não odiava mais a Lara ela me pediu perdão muitas vezes e eu ainda a amava.. (pelo menos achava isso) sempre fui fiel, mas depois que nos separamos eu fiquei com outras mulheres, mas eu sentia a falta dela...e resolvi dar uma segunda chance a ela e ao nosso casamento, pelo nossos filhos e pela a nossa história.. pois a gente se conhecia a muito tempo. E estávamos casados a 3 anos

  Então nós reatamos e deu certo até uns 6 meses atrás no aniversário das crianças de 7

  Estávamos deitados na cama assistindo um filme quando ela me disse:

_ Matthew, você é feliz comigo? O que eu quero dizer é: está satisfeito? Acha que nosso casamento é o suficiente? - ela me perguntou e eu pensei numa resposta e disse:

Olha Lara nosso casamento não é perfeito e já passamos alguns perrengues, mas acho que está tranquilo agora que as crianças estão maiores... Só nós dois sabemos que não foi fácil criar dois bebês ao mesmo tempo... E sei lá o que você quer dizer com isso? Você não está feliz? - pergunto e ela não me olha nos olhos e responde:

Ah Matthew você me faz feliz sim, você me perdoou quando eu não merecia... Você me trata muito bem, cuida da nossa família, Mas eu acho que não amo mais você... Não sei, quero dizer eu amo a sua pessoa e amo que você é o pai dos meus filhos, mas Matthew eu não me sinto mais atraída por você entende? - ela diz isso e eu achei que ia me sentir mal ou triste, mas quando ela terminou de falar eu concordei com ela e respondi:

entendo sim... Não tinha percebido isso até hoje mas acho que nosso casamento é apenas uma amizade muito bonita né? Eu amo a sua pessoa também Lara, te perdoei porque você insistiu e prometeu não fazer novamente, naquela época eu sentia amor por você e agora sinto apenas carinho... E pra falar a verdade nem tesão eu sinto mais sei lá.. voce é gostosa, linda tem um corpo perfeito, mas não me atrai mais... - digo e ela sorri e

dessa conversa nós decidimos nos divorciar e isso já faz 6

por incrível que pareça me sinto ótimo, feliz e leve... Já fiquei com muitas mulheres e não quero me apegar em ninguém mais... Não digo que eu não gosto de ser casado, porque eu gostava sim, mas é tão bom a liberdade de poder fazer o que quiser sem dar satisfação para ninguém. Chegar a hora que quiser em casa, beber qualquer dia da semana,deixar a toalha molhada na cama e a tampa do vaso levantado. Tô amando as cobranças zero... Continuo sendo um pai muito presente, porque meus filhos são tudo para mim, como já

Dou a vida por eles se for preciso.. e sou feliz que eles gostam da minha companhia e dizem que amam os nossos finais de semana, porque eu deixo eles fazerem tudo o que querem e a mãe deles não.. eu sou o legal

que eles não pedem nada demais apenas coisas de crianças como por exemplo: comer sorvete de manhã ou no almoço, ou chocolate o final de semana todo ou até mesmo, querer acampar e assar marshmallow quase todos os sábados..  eu faço as vontades deles sim, porque a gente só tem uma infância e quero que eles lembrem de mim como o pai herói ou o pai legal, que foi presente e deu muito amor e carinho quando pode... Sou assim e não vou mudar. Adoro crianças e teria mais filhos se pudesse. Mas tudo bem! estou feliz com

  Mas como eu estava dizendo lá no início eu estou gostando de conhecer a Nikki, além de linda ela fica com as bochechas vermelhas quando fica com vergonha, parece uma menininha, e ela é tão delicada e branquinha que dá para ver de longe... Quando almoçamos juntos fiquei olhando descaradamente ela mastigar e engolir ficava imaginando ela fazendo isso no meu pau.. claro não a parte de mastigar, mas a parte de engolir até a garganta ele... Eu não fico pensando só isso, mas ela me faz ter pensamentos impuros.. adorei passar o dia com ela, ela é divertida e séria ao mesmo tempo. É uma chefe legal, porque colocava a mão na massa também, e achei tão fofo ela toda na beca com aquele vestido justo e apertado nas partes gostosas daquele corpão, os seios saltando para fora quase e ela tirou o sapato e estava ajudando a colocar o papel de parede na sala. Gostosa