Ceo Vadia nas alturas Capítulo 39

sprite

– Reba! – Lauren gritou e correu para abraçar a amiga.

Nos aproximamos para receber eles. Estou podendo ver o melhor da casa agora depois que os tios e primo da Lauren foram embora. Cumprimentei Jaime e fui abraçar Reba.

– Finalmente chegaram. – Ian diz abraçando o amigo. – Vai dar para sairmos à noite.

Reba e Jaime estavam para chegar a noite e chegaram mais cedo do que o esperado.

– Com certeza! Mas vejo que estão se divertindo. – Jaime diz vendo o boneco de neve.

Matthew bufou e recebeu um olhar da Lauren que nos fez rir.

– Ela nos forçou a fazer boneco de neve e o boneco está horrível. - Ele cruzou os braços. - Eu queria estar lá dentro tomando um chocolate quente no mínimo e Lauren nos trás para fora nesse frio só para fazer boneco de neve.

Olhei para o boneco de neve e realmente estava horrível, aqueles três são péssimos nisso.

- Está mais parecendo um boneco de filme de terror. - Ian comenta.

- Isso porque vocês não me ouviram e quiseram fazer de qualquer jeito. - Lauren se defendeu.

- Para começo de conversa a gente nem queria fazer. - Matthew continuou provocando.

Lauren estava caindo direitinho. Coitada da minha amiga.

- Verdade. - Ian sussurrou.

Ao contrário do Matthew, Ian não conseguiu escapar dos tapas da Lauren. Rimos. Dava para ver a amizade de anos entre aqueles três, Lauren e Matthew não eram melhores amigos como ele é com Ian, mas com certeza ela foi uma das poucas pessoas que Matthew deixou se aproximar.

- Lauren, você está muito violenta desde que conheceu a Aria. - Ian diz e esconde atrás do Jaime.

- Eu?? - Coloquei a mão contra o peito de um jeito dramático. - Lauren, bate mais!

– Jaime me disse a mesma coisa. – Reba que está do meu lado riu. – Amiga, eu sinto te dizer, mas você levou a fama de nos levar para o mal caminho além de ser agressiva.

– Isso é muito injusto! – Olhei para Matthew. – Me defenda!

Matthew colocou a mão no queixo e fez cara de pensativo.

– Agressiva é a Lauren, nunca vimos ela matar uma formiga e ela pulou em cima da Clara como uma leoa…

– Ela mereceu. – Lauren falou em sua defesa e cruzou os braços.

– Reba topa tudo que elas querem. – Matthew continuou com a sua linha de raciocínio. – Então precisamos convencer as outras para chegar nela. – Reba deu de ombros e concordou com Matthew. Matthew me olhou. – Você sem sombras de dúvidas leva elas para o mal caminho.

Foi tempo de me abaixar e fazer uma bola de neve para acertar o rosto dele.

– Viu, eu falei que ela é agressiva! – Ian gritou apontando para mim.

[...]

Matthew e eu fomos os últimos a sair do carro. Ele saiu primeiro e me ajudou, o frio resolveu nos dar uma trégua, mas eu não vou tirar meu casaco até que esteja em um lugar bem quentinho. Essa viagem para Aspen está me fazendo ficar em dúvida sobre gostar de frio. De mãos dadas entramos no bar.

O lugar é bem aconchegante e tinha muitas pessoas dançando como se não houvesse amanhã. Estou começando a ficar animada. Deixamos nosso casaco na entrada e Ian ficou responsável pela ficha.

- Por que eu? - Reclamou.

- Porque hoje você não passa do segundo copo de bebida alcoólica, querido. - Lauren deu dois tapinhas no ombro do Ian. - Então ficará responsável pela gente. Porque até Matthew ficará bêbado

- Oi? - Matthew ergue uma sobrancelha. - Já está bêbada sem ao menos ter bebido?

Lauren dá língua para ele e eu cutuco ele. Conseguimos uma mesa e fomos nos ajeitando.

- Eu concordo com a Lauren. - Reba falou quando fizemos nosso pedido.

- Eu também.

Matthew me olhou como se fosse um ser do

- O que vocês têm na cabeça? Ian não sabe cuidar dele mesmo em sã consciência. Quem dirá de nós todos. - Jaime riu alto. Ian balançou a cabeça concordando. - Além do mais estou sob medicação...

- Isso é mentira! - Matthew quase sai do seu lugar para ir bater em Ian. Ian não se deixa abalar. - Você parou de tomar seu remédio ontem mesmo, justamente para poder beber hoje.

Olhei para Matthew esperando uma resposta dele sobre isso. Ele ainda me pediu para confiar nele antes de sair de casa, falando que tomava os remédios certinhos e que eu não precisava me preocupar. Matthew evita me olhar.

- Pessoal, sem estresse! - Jaime chama nossa atenção. - Também não acho uma boa ideia Ian ficar responsável por nós. - Jaime olhou para Matthew. - Mas também acho que você deve relaxar mais. Então Ian e eu ficaremos responsáveis. Tentar se soltar mais hoje, Matthew.

Nossas bebidas chegaram.

- Ou pode deixar que eu irei beber no seu lugar. - Falei pegando o meu copo e o copo dele também.

rapidamente pegou o copo dele da minha

que deveria não beber

Ah, é? Quer saber quem realmente não deveria estar bebendo? - Eu

Nosso amigos ri da gente.

são tão lindos. - Lauren comentou e

bêbada leva suas amigas para o mal caminho, lembra? - Matthew insistiu no assunto. Ele bebeu um gole do whisky dele. - Como vou relaxar tendo uma Aria bêbada para

agora a culpa é minha de você

Eu me senti ofendida! Matthew percebeu.

Não foi bem isso que eu

saber?! Não estou nem aí! - Virei meu copo de uma vez. Não sei como, mas consegui tomar o drink todo. Limpei minha boca. - Meninas, vamos beber até não

- Isso! - Gritaram juntas.

Merda, Matthew! - Ian reclamou. - Olha o que você

do terceiro copo a gente saiu da mesa e fomos para a pista dançar. Tentamos imitar um robô enquanto dançava e isso me fez rir mais. Olho para as meninas dançando e meu sorriso aumenta. Eu estou tão feliz por ter elas. Me sinto mais leve e feliz. A tempos não me sinto