Ceo Vadia nas alturas Capitulo 42

sprite

Onde será que está neste mini golfe? Olhei ao redor sem saber por onde começar. Ian inventou de jogar mini golfe e restou para eu vir pegar. Por que uma garagem tão grande? Tem três carros aqui, prateleiras e armários. Pelo menos tudo estava bem organizado, andei um pouco mais pela garagem próximo aos armários e para minha felicidade os tacos para jogar golfe estava no final da garagem. Ao lado da bolsa com os tacos estava uma caixa com a mini pista.

Peguei a caixa com uma mão e com a outra tento pegar a mochila.

– Você quer ajuda para subir essas coisas?

Soltei a caixa. Eu gritei não só pelo susto que levei, mas porque soltei a caixa em cima do meu pé. Rapidamente o dono da voz masculina veio ao meu socorro me ajudando a sentar no chão.

– Desculpa! Eu não queria te assustar. – Ele tirou minha sapatilha e olhava meu pé com cuidado.

Ainda com os olhos arregalados, eu olhava para aquele homem tentando entender de onde ele saiu. Ele parecia familiar, mas não lembro de onde tenha visto. Seu cabelo preto está em um corte baixo e seu rosto é angelical e o mesmo tinha um olhar sério para o meu pé. Olhei para a bolsa de onde estão os tacos.

Acredito que eu consiga pegar um dos tacos, ele pode não parecer um bandido, mas não será eu que vou parar para perguntar. Aí, como meu dedo dói.

- Não está machucado e nem sangrando. - Ele diz ainda examinando. - Está dolorido, mas você ficará bem. Meu nome é Fábio e peço desculpa mais uma vez.

Fábio me ajudou a levantar e sorriu para mim. Ele é bonito sem sombra de dúvida e seu sorriso parece ser sincero...

- O que está acontecendo aqui? - Matthew perguntou.

Tomei um susto com a voz do Matthew e dou um pulinho para trás puxando minha mão que até então Fábio segurava. Por que não avisam que estão por perto?! Olhei para Matthew e depois para Fábio. Eu não sabia o que dizer, era como se eu tivesse sido pega fazendo algo muito errado.

- Matthew Dawson? - Fábio diz sem acreditar, mas logo sorri indo até Matthew e estendendo sua mão. - É um prazer tê-lo na minha casa.

Matthew olhou para a mão de Fábio e depois voltou a olhar para seu rosto. Ele não cumprimentou Fábio.

- Sua casa?

Fábio abaixa a mão, mas não se deixa abalar com a ação do Matthew.

- Sim, sou Fábio, primo da Lauren. – Fabio olhou para mim. – Acabei de chegar e infelizmente assustei a pequena… – Ele fez uma pausa querendo saber meu nome.

– Pequena? – Matthew repetiu a palavra como se fosse um xingamento.

- Meu nome é Aria. – Mancando vou até Matthew. – Está tudo bem.

– Você está mancando, querida. Talvez seja melhor eu te acompanhar até seu quarto… – Fábio dá dois passos em minha direção e Matthew entra na minha frente.

– Está atencioso demais, Sr. Collins. – Matthew olhou em seus olhos. Entrelacei meus dedos com os de Matthew, mesmo assim ele não desviou o olhar de Fábio. – Não se preocupe ou melhor fique longe do nosso quarto.

O clima não estava nada bom e piorou quando Fábio sorriu.

– Ela pareceu gostar da ideia. – Provocou.

– Oi? – Dou um passo à frente.

Não dei nenhuma liberdade a ele.

– Ei, porque a demora, hein? – Ian apareceu. – Fábio? – Ian se aproximou mais. – Você aqui? Achei que estaria com seus pais.

Fábio sorriu mais.

– Aspen a cada dia está bem frequentado. – Ele e Ian se cumprimenta. – Resolvi vir para cá.

Está em casa. – Ian riu. Ele olhou para mim e depois para Matthew. – Está tudo bem aqui? – Perguntou confuso.

Claro! – Fábio diz e passa o braço pelo ombro do Ian guiando ele para sair dali. – Como está minha prima? Faz um tempo que não a vejo. Vocês têm que nos visitar mais.

com a cabeça eles saindo. Quando volto a olhar para Matthew, ele está de braços cruzados e me olhando.

O que? – Engoli em seco.

O que aconteceu aqui em baixo? – Quis

– Não me olha desse jeito. Eu vim aqui buscar o mini golfe para jogarmos. – Comecei a explicar. – Ele surgiu do nada e deixei a caixa cair em cima do meu pé. Não vi ele aqui e nem sabia quem era esse Fábio.

Agora sei porque ele é tão familiar. Fábio é parecido com

– Já vimos a dor de cabeça que ele pode dar. – Matthew olhou na direção que eles saíram.

– Ele não vai fazer nada, Matthew. Você deixou claro que estamos juntos.

Matthew me olhou erguendo uma sobrancelha.

– Está defendendo ele? – Matthew umedeceu os lábios. – Não se faça de inocente, Aria. Ele provocou e vai tentar se tiver

Dou alguns passos ficando frente a frente com Matthew.

Não será a primeira vez que vou lidar com esse tipo de

[...]

Reba e Fábio estão em uma conversa animada. Por vezes Ian participava, ele notou que Matthew não tinha gostado do Fábio. Eu comia minha comida em silêncio, louca para terminar logo e eu ir dormir. O clima não estava muito bom e não como Lauren e Reba não perceberam isso. James conversava as vezes, mas não sei dizer se ele gosta ou não

estava nesse evento com certeza. – Fábio riu. – Não me orgulho, mas foram meus amigos que causaram

Fábio, não acredito. – Reba tentou ficar brava, mas não conseguiu e riu. – Vocês deram muito trabalho. Não faça

tranquila, querida. –

se mexeu desconfortável no seu

Terminei. – Falei deixando meu garfo no prato. – Boa noite para todos. – Levantei da minha cadeira. Pronta para sair

Amiga, você já vai? – Lauren perguntou. – Está

colocou a mão por cima da

deve está cansada. - Ele disse

Eu vi suas segundas intenções ali.

você ainda tem muitas histórias para