Fuga para a Felicidade Capitulo 15º Medida protetiva

sprite

Ele pulou na agua levando seu corpo junto afundaram na agua cristalina e emergindo nos braços um do outro. De um jeito maroto e sorridente ela perguntou se ele tinha certeza de que ninguém apareceria, com uma sonora gargalhada ele confirmou e beijou seu pescoço fazendo seu corpo vibrar ao seu toque , quando ele se agarrou ao seu corpo ela sentiu mais uma vez sua ereção , não resistiu e o tocou ele gemeu de prazer e mais uma vez ele se afundou em seu corpo, só muito tempo depois saíram da agua e deitaram ao sol para se aquecer.

Os dias passavam depressa mais para o jovem casal era uma tortura, apesar de estarem morando juntos e fazerem amor todos os dias, a ansiedade pelo dia do casamento só aumentava. Sonia observava o casal com um sorriso nos lábios vendo os jovens saindo para o trabalho.

_No meio da manha enquanto Milena conferia os quartos que tinham sidos reservados para essa tarde , Roberto da sua sala ouviu uma discussão na recepção, ele caminhou na direção onde um jovem mal educado e com um humor do cão destratava seus funcionários.

_Manda chamar a Milena, onde ela esta?

_Saiu e não tem hora pra voltar.

_Pois então vou esperar.

_O senhor tem reserva?

_Não preciso de reserva, só vim buscar minha noiva .

_Desculpe mais sem reservas o senhor terá que se retirar.

Renato já ia pegar o rapaz pelo pescoço quando Cristina apareceu.

_Posso saber o que esta acontecendo aqui?

_Esse empregadinho de merda esta dizendo que não posso esperar pela minha noiva aqui porque não tenho reserva.

_E posso saber quem e sua noiva?

_E claro que e a Milena. e vim para levar ela pra casa onde e o seu lugar.

_Nesse vaso peço que se retire.

_Como você ousa me expulsar dessa espelunca.?

_Sou a gerente e amiga da Milena, isso me da autoridade não só para expulsar com também chamar a policia.

De onde estava Roberto não conseguia escutar o que estava sendo dito, mais sabia que a moça estava com dificuldades com um hospede, e foi ao seu encontro para saber o que estava acontecendo

_Bom dia , posso ajudar?

_Essa empregadinha de merda esta me expulsando dessa espelunca.

_Porque você fez isso Cristina?

_Esse sujeito e o ex noivo da Milena , e esta procurando problema.

_Mais educação , eu vim buscar o que e meu e ninguém vai me impedir

a Milena quero ela na minha sala o mais

_Viu moça e assim que se faz. Cristina foi ate a mesa da recepção, esta a ponto de dar um soco na cara do sujeito, Roberto foi até ela antes de se dirigir a sua sala junto com o Renato.

esta em casa com a minha mãe, e aquele soco que você queria dar no sujeito deixa por minha conta, e liga também pro Eduardo pede que venha com urgência.

Meia hora depois Milena entrou na sala, fez de conta que não tinha notado a presença do Renato e se dirigiu direto ao Noivo,

_Você queria me ver , já esta com saudades?

_Sempre, mais agora precisamos resolver um pequeno incomodo.

_Como se atreve a me chamar de pequeno incomodo?

_Esse sujeito alega ser seu noivo e veio te buscar.

_Há e isso? nem tinha percebido que tinha lixo na sala.

se segurou para não da uma gargalhada, nesse momento Eduardo apareceu na porta , o rapaz fez sinal para que

meu amor, vim te buscar precisamos

seja ridículo, não irei a lugar nenhum

te levar nem que seja força você não pode se casar com um qualquer e a mim que

embora e esquece que um dia me conheceu, tenho nojo de

que estava calado prestando atenção no desenrolar da situação , vendo que o rapaz tinha ficado irado e iria partir para agressão , entrou em seu caminho antes que ele tocasse no braço da

frente seu imbecil, isso aqui e assunto

que você se engana , essa e minha mulher e ninguém encosta um dedo nela, e você vai fazer exatamente o que

de raiva Renato olhava de um para o outro e quando ele se recuperou do choque e levantou o punho para dar um soco em Roberto eu braço foi agarrado e colocado um par

um calhorda que roubou