Fuga para a Felicidade Capitulo 2º Um mal entendido

sprite

Eles se despediram com um abraço apertado já cheio de saudades. No carro a caminho da rodoviária, a amiga chocada com a revelação questionou.

_Mille eu não sabia que o Rene não era seu pai Biológico?

_Poucas pessoas sabem, eles se conheceram eu já tinha quase dois anos, mais ele sempre foi um bom pai .

_A sua mãe e uma pessoa de sorte.

_Pois e só ela não se da conta disso.

_Você não tem curiosidade em conhecer o seu pai biológico?

_Não ¹ o Rene , me da carinho e amor de pai , não preciso de outro. Por favor não comenta com ninguen , minha mãe não sabe que eu sei da verdade.

_Por que?

_Não sei, nunca tivemos uma conversa seria sobre nada, ela só sabe impor suas vontades.

Na rodoviária as duas se despediram, Milena ocupou o seu acento na janela e acenou para a amiga que se afastava olhado para traz, logo depois um jovem sentou ao seu lado falando ao telefone com alguen que pelo jeito o questionava quanto a sua viajem repentina.

_Que culpa eu tenho se a princesinha deu defeito e o chefe desistiu da viajem e eu tive que vir em seu lugar.

Ele desligou o telefone e começou a se distrair com um joguinho , ela estava virada para a janela apreciando a paisagem e percebeu que vez ou outra ele a olhava e depois voltava ao jogo, ela fechou os olhos e ficou imersa em pensamentos por alguns segundos quando abriu os olhos novamente ele estava olhando direto em sua direção.

_Nós conhecemos de algum lugar?

_Acredito que não. Milena falou de maneira fria e desinteressada.

_Pelo jeito você não gosta de papo?

_Acertou em cheio.

Ela pegou um livro e se concentrou na leitura , ele ficou sem graça e voltou ao seu jogo, na chegada em Búzios ela logo avistou a amiga a sua espera, ela desembarcou as duas se abraçaram , já tinha algum tempo que não se viam assim que elas estavam saído encontraram o rapaz tentando encontrar um taxi, mesmo sendo 2ª feira não era uma tarefa muito fácil , Cristina o reconheceu e o chamou.

_Thiago precisa de uma carona vou passar enfrente a casa do seu pai?

_Se não for te incomodar.

_Que nada, vamos ? essa aqui e minha amiga vai passar uns dias aqui.

_Já nos encontramos no ónibus mas parece que a princesa não gosta de fazer amigos.

_Ela costuma ter bom gosto.

_Isso e uma critica dona Cris.

_Entra logo nesse carro , antes que eu o deixe aqui.

Durante o trajeto estavam todos silenciosos a Cristina foi a primeira a falar , e questionou o porque dele esta na cidade no inicio da semana.

_Era para o chefe ter vindo , mas ele parece que esta tendo problemas com a sua princesinha problemática, assim tive

Cristina percebeu que sua amiga respirou fundo quando ouviu o que ele

_O que foi amiga?

_Nada não, por acaso o seu chefe e o Rene Gonçalves da Gonçalves Associados?

_Sim como você sabe?

_A princesinha problemática sou eu muito prazer, meu pai vai gostar de saber o qual respeitoso você em sua ausência.

isso você me deu gelo durante a viajem.

_Eu não queria ser incomodada por alguen como você.

_Não e atoa que o seu noivo te mandou pastar.

_Você deveria parar de ouvir a traz das portas e tomar pé da situação, Quem o dispensou fui eu, porque descobri que o príncipe era na verdade um sapo.

_Bom vamos parar com isso, meu carro não e um ringue para confrontos.

_Bom chegamos , obrigada Cris .

Ele desceu sem dirigir a palavra a moça que estava de cara amarrada, ela viu quando ele entrou no portão e foi recebido por uma adolescente que pulou em seu pescoço.

que historia e essa do seu

longa história te conto mais tarde tomando uma taça de

_Negocio fechado.

que esta precisando de ajuda na pousada , quem sabe essa ajuda seja

_Amiga você esta de férias.

se consigo ficar parada sem fazer nada, estou acostumada

você e o Thiago começaram com o pé esquerdo, você vai contar ao seu pai sobre o

que não , só quis deixar ele intrigado. Mas deveria num só dia ele se dirigiu a minha pessoa como princesinha problemática três

encontraram três vezes em um

você ver estou em um momento em que tudo pode acontecer. Primeiro fui no escritório me despedi do meu pai e fui atropelada por esse sujeito , quando uma funcionaria o questionou o porque do mal humor , ele respondeu que a princesinha do chefe tinha dado defeito outra vez e que tinha sobrado pra ele, no ónibus ele estava com alguen ao telefone e disse a mesma coisa e por ultimo no carro, ai eu não aguentei e

caiu na gargalhada, essa ele nunca mais vai esquecer , ele teve muito azar . ele deve estar morrendo de vergonha de ter sido um idiota. E como ele ficou sabendo do seu

ter ouvido atrás da porta e pegou a narrativa