Fuga para a Felicidade Capitulo 34º Visita da Suelen

sprite

Por quase um mês a rotina de Milena e Roberto era de casa para o hospital e se dividindo em cuidar das gêmeas, Marcos se mostrou ser um avô presente e carinhoso, com isso ia devagar conquistando o coração da sua filha, a empregada que cuidou da Mirela ficou encantada em poder ajudar a cuidar das meninas, sempre simpática e prestava.

Marcos sempre que chegava do trabalho corria para o quarto para ver suas netas , perdia a noção do tempo conversando com as pequenas, esta semana seria a ultima que Rodolfo ficaria no hospital, Marcos já estava sentindo saudades de ter a casa cheia só de pensar que em alguns dias sua filha seu genro e suas netas voltaria para sua própria casa, O dia de seu retorno pra casa chegou Milena estava no quarto arrumando as malas para partir, Marcos entrou no quarto ficou perto do berço pegou o pequeno Rodolfo no colo abraçou , de onde estava Milena viu quando lagrimas caíam de seus olhos molhando seu rosto, Ela se aproximou passou o braço em sua cintura secou suas lagrimas.

_Não chora , estaremos logo ali, você e sempre bem vindo para ajudar com suas netas.

_Obrigado filha , esses últimos dias foram os mais felizes que tive em anos. Se a sua irmã estivesse aqui ela estaria muito feliz.

_Onde ela estive esta velando por nós.

_Acredito que sim, vou sentir falta da casa cheia, do seu sorriso enquanto cuida das meninas.

_Vamos estar sempre por perto, quero que você seja presente em nossas vidas.

_Roberto chegou ficou parado na porta , não quis interromper o momento de pai e filha, já ia se afastando quando Milena o chamou de volta.

_Onde pensa que vai?

_Oi amor não queria interromper.

_Só estava dizendo ao meu pai que o quero presente na vida de nossos filhos.

_Concordo com você meu amor , nossas crianças tem muita sorte de ter o Marcos como avô.

Marcos colocou o Rodolfo no berço, segurou as mãos da filha, e olhando em seus olhos perguntou se ele tinha ouvido direito.

_Filha você me chamou de pai?

_Sim você e meu pai, e sempre será muito bem vindo para ajudar com as crianças.

Ele a abraçou e beijou seu rosto, agradecendo por ela ser sua filha e ter dado a ele a alegria de conviver com seus netos.

_Eu nunca te manteria afastado de nossas vidas, só estive confusa por um tempo, mais sei que tudo que aconteceu não foi sua culpa nem da minha mãe.

Não tenho do que reclamar , tenho uma mãe que me ama e dois pais que cuidam de mim e dos meus filhos com muito carinho que mais posso querer.

_Filha sou grato ao Rene por fazer sua mãe feliz e por te amar como uma verdadeira filha.

Depois desse momento , em que esclareceram seus sentimentos Roberto e Milena com a ajuda do Marcos levaram seus filhos pro carro e voltaram pra casa, a empregada que tanto a ajudou estava na porta com os olhos cheios de lagrimas vendo a família ir em bora. Antes de entrar no carro Milena foi até ela a abraçou e agradeceu o carinho e o cuidado que teve com sua família e pediu que sempre que ela quisesse podia ir visitar as crianças.

_Obrigada! menina irei sim vou sentir saudades.

Alguns dias depois de retornarem para sua casa, Milena estava cuidando das crianças . Roberto chegou a abraçou por traz

_Você e incrível, não se cansa nunca.

_Você e que pensa mesmo com a baba, esses três dão um trabalhão.

_Olha quem esta chegando ai.

_O tio Fabio e a tia Cristina.

_ Viemos ver nossos sobrinhos e fazer

pra dançar, ainda não posso.

_Não seja boba, resolvi seguir o exemplo e queremos vocês como nossos

_E claro que aceitamos.

_Estamos muito felizes com isso parabéns irmão , parabéns Cris, seja bem vinda cunhada.

_Obrigada cunhado.

crianças em casa , o trabalho aumentou bastante, mas ela não se abalava , ajudava na pousada de forma sempre que podia, enquanto Roberto não via a hora de voltar pra casa e ficar com sua mulher e seus filhos, o pequeno Rodolfo agora ultrapassava as irmãs em tamanho, já nem se lembravam mas que ele era tão pequeno quando nasceu, ela passou a ir para a pousada , levando os filhos e a baba enquanto eles tomavam sol ela trabalhava com o marido, depois do almoço eles iam para casa vez ou outra Milena ficava na cidade para fazer compras ou fazer algum pagamento, próximo ao casamento do cunhado e da amiga era cada vez mas necessária a sua presença na pousada, em breve teriam que contratar mais alguém para ajudar enquanto isso os quatro revezavam no trabalho e no preparativos para o

do casamento Milena estava de saída, quando foi chamada

_Aquela moça esta a sua espera.

_Obrigada.

moça estava sentada de costa para a recepção, olhando a fonte que jorrava agua no centro do jardim próximo a piscina, Mirela a reconheceu mesmo antes dela

que você esta

que a Milena esperasse ela se jogou em seus braços chorando e pedindo perdão, a distancia Roberto observava o que

vem senta aqui, vou pegar um copo de agua depois podemos

Mirela voltou ela já estava