Fuga para a Felicidade Capitulo 39º

sprite

A primeira visita que seus pais fizeram ao filho no sanatório o medico que o acompanhava prevíniu aos pais dele para não dar atenção as coisas que ele dizia , porque ele ainda estava muito agitado .

_Onde esta aquele bastardo?

_Filho não fala assim aquela criança tem o seu sangue .

_Pois saiba que assim que eu puder vou resolver isso.

_Como assim?

_Vou matar aquele bastardo e a vagabunda da mãe dele também.

Sua mãe saiu da sala chorando seu pai ainda ficou por um tempo, mais logo depois saiu com o semblante triste

_Doutor quando o senhor acha que o tratamento vai começar a mostrar resultado?

_ Não sabemos, temos que ter paciência , estamos fazendo tudo que esta ao alcance., ele chegou aqui muito alterado até mesmo violento , tivemos que manter ele sedado.

_Jonas vamos embora, preciso sair daqui

Quando ela terminou de falar levantou e não aguentou o peso do próprio corpo e desmaiou sendo amparada por um medico que os acompanhava.

_Foi muito pra ela ver o filho naquele estado, aconselho a não trazer ela aqui outra vez , enquanto ele estiver assim.

_Eu não queria que a Helena viesse, mais ela insistiu que precisava ver o filho.

_Entendo , ela e mãe, e tende a pensar sempre no

_Ela sempre que podia ia visitar o neto , passava o dia brincando com o menino e só depois voltava pra casa, muitas vezes seu marido pegava ela chorando pelos cantos, ele ficava com pena mais não podia fazer

Cada vez que ele voltava de uma visita estava abatido e triste, cortava o coração ver seu filho daquele jeito.

Depois daquele desmaio , seu pai passou a ir sozinho ao sanatório, sua mãe não conseguia ver o filho daquele jeito , ainda mais falando em agir contra uma criança inocente, Cinco meses se passou desde a internação do Renato seu pai continuou visitando, as vezes o via deitado e sedado , ficava ali observando enquanto ele dormia, vez ou outra ele chegava e ele estava acordado, mais a sua obsessão em ferir o filho e a mãe estavam sempre presente, seu pai ficava agoniado quando ouvia ele falando daquele jeito, aquilo o entristecia , o tempo foi passando e nada de melhora, os médicos queriam tentar com hipnose mais não tinha garantia de que funcionaria. Mas era sua ultima esperança de um dia ver seu filho levar uma vida normal outra vez, passaram os vezes e a cada visita era uma desilusão , Renato estava cada vez mais apático, seu sorriso já não era mais o mesmo seus olhos perderam o brilho e a vivacidade. O primeiro ano se passou sem que fosse visto grandes melhoras, ele perdeu peso quase não falava ficava sentado ouvindo o que seu pai dizia , sem demonstrar

Dois anos depois da internação e algumas seções de hipnose , ele foi recobrando a consciência, mais não conseguia se lembrar do rapto do filho nem de querer o filho morto, sua mãe já conseguia visitar , sem se sentir mal, em breve ele teria alta e podia levar uma vida normal, mais de acordo com as coisas que seus pais contavam ele achava um absurdo , ter feito o que fez por dinheiro , nunca precisou do dinheiro dos pais tinha uma boa profissão , ganhou dinheiro e fez investimentos que poderia ficar o resto da vida sem trabalhar por que fazer mal a uma criança por dinheiro, os médicos e seus pais incentivavam ele a retornar ao trabalho e levar uma vida normal , mais ele estava em constante vigilância, sempre com medo de ter outro surto e fazer mal a alguém, quanto mais pensava nisso mais difícil ficava sua vida em casa e com os amigos.

, porque não faz uma viajem , tentar se distrair ou volta ao trabalho, ficar preso nesse quarto não vai te fazer bem.

_Preciso pensar , o que vou fazer daqui pra frente, tenho medo de colocar outras pessoas em risco, vai te tenho outro surto e faço uma besteira.

precisa acreditar que o tratamento vai continuar te ajudando a levar uma vida

que e uma vida normal? perdia mulher que eu amava, magoei sua família e tentei contra a vida do meu filho. como pude fazer

_Você estava doente filho.

será que hoje estou curado, será que não vou ter uma recaída e fazer tudo de novo ou quem sabe

tão negativo , tente viver um dia de cada vez, busca dentro de você força para ficar cada vez melhor e

que estou tentando, mais tem dias em que bate um desespero um medo de fraquejar, tenho pena do sofrimento que causei a você e a mamãe, sei que ela e apaixonada pelo