Humilhada pelo meu chefe Finalmente em casa!.

sprite

   Depois que ele saiu não consegui mais conter minhas lágrimas.

   Eu passei praticamente a noite toda chorando e me lamentando.

.. Eu não posso mais ficar aqui.

   Eu não conseguirei olhar novamente nos olhos dele.

   Eu preciso ir embora.

   Eu então fui em direção ao armário, peguei minha mala e comecei a colocar todas as minhas coisas dentro.

   Em seguida liguei para o aeroporto para comprar uma passagem de volta para Los Angeles, Califórnia.

_ Eu sei que ele deve estar muito magoado comigo e nem queira saber nada sobre mim agora, mas eu preciso pelo menos deixar uma carta avisando a ele que eu fui embora, não é?

   Eu então peguei um papel e uma caneta e escrevi para ele e aproveitei também para pedir desculpas por deixá-lo na hora que ele mais precisava de mim.

_ Mil perdões, senhor Thomas.

   Mas resolvi voltar para casa.

   Depois do que conversamos achei que não conseguiria olhar em seus olhos.

   Peço desculpas por deixa-lo sozinho quando o senhor mais precisa de mim, mas minha vida está muito bagunçada atualmente, com muitos problemas pessoais, e.. é minha culpa, é um problema que eu tenho que resolver.

   Não sei se dizer que estou arrependida é o suficiente, mas quero que saiba que estou.

   E que se eu pudesse mudar algo eu mudaria tudo.

   Peço desculpas do fundo do meu coração, porque gosto muito de você e ter que te ver triste por causa de mim parte o meu coração.

   Quem dera nossas atitudes fossem sempre guiadas pela razão, não é?

   Talvez isso certamente evitaria muitos erros.

   Mas às vezes a emoção, um impulso, tomam a frente, e aí o erro acontece.

   É claro que se eu tivesse pensado por mais um minuto tudo seria diferente e eu não teria feito o que eu fiz a você.

   Mas eu não posso mudar o passado, apenas me desculpar por tudo e esperar que você me perdoe um dia.

   E dizer mais uma vez que desejo de todo o meu coração que o senhor encontre a felicidade que merece.

   De quem te admira muito.. Grace.

   Eu o dobrei, coloquei dentro de um envelope e o deixei na recepção para ser entregue a ele antes de pegar o táxi para o aeroporto.

   No táxi a caminho do aeroporto, mais uma vez eu não contive as lágrimas ao lembrar do olhar magoado dele para mim.

.. Eu poderia pedir uma ajuda com um emprego ao Dominic, mas é melhor não.

   Se o senhor Thomas descobrir é capaz de não gostar.

   E eu não quero arrumar problemas para ele.

_ Já dentro do avião meu telefone tocou e no terceiro toque eu atendi mesmo não reconhecendo o número.

_ Alô?

_ Grace, onde você está?

   Eu fiquei surpresa ao ouvir a voz de quem era.

_ Dominic?

   O tom de voz dele era de preocupação.

_ Sim, onde você está?

   Me diz que estou indo buscá-la agora mesmo.

_ Desculpe, já estou dentro do avião para Los Angeles e ele acabou de decolar.

_ Como assim?

   Porque você está indo embora?

   Eu suspirei fundo.

.. Eu não posso dizer a ele tudo o que aconteceu ontem a noite.

   Como será que ele reagiria quando soubesse que menti para o senhor Thomas usando o nome dele?

   Eu então resolvi mentir mais uma vez.

_ Eu estou indo porque preciso resolver umas coisas urgentemente.

   Peço desculpas por não ter te avisado.

_ Não tudo bem, é que eu me preocupo com você. 

_ Obrigada.

   Mas escuta, como você soube que não estou mais no hotel?

_ Seu chefe veio aqui te procurar.

   Achou que você estava comigo.

   Você não disse a ele que iria embora?

_ Bom, pessoalmente não.

   Eu só deixei um bilhete na recepção, mas pelo visto não entregaram a ele

_ É deve ser isso.

   Eu estava muito preocupada com o senhor Thomas.

   Sei que era bem chato perguntar ao Dominic, mas eu precisava muito saber para ficar mais aliviada.

_ Dominic?

_ Sim, Grace.

_ Sei que é meio chato perguntar a você, mas como estava o senhor

_ Ah, um pouco embriagado e meio pra baixo, mas bem.

_ Ah, sim.

  Sei que ele estava sofrendo tanto quanto eu e que nossos corações estavam quebrados.

   Mas isso ia passar.

_ Mas e aí Grace, quando nos veremos novamente?

_ Não sei, mas torço para que seja logo.

   Quando for a Los Angeles, me liga e nós saímos para jantar ou coisas do tipo.

_ Então, terei que ir o mais rápido possível para

   Eu comecei a rir.

_ É, com certeza.

_ Então até a próxima, Grace.

_ Até, Dominic.

   Vou sentir sua falta.

_ E eu a sua.

   Eu desliguei e guardei o celular na bolsa.

.. O que farei agora?

   Divorciada, desempregada com certeza e com o coração quebrado em pedaços bem pequenos.

   Depois de tomar umas pequenas doses de whisk eu adormeci e só acordei quando o avião já estava pousando.

  Do aeroporto até em casa parece que

  Já em casa resolvi ligar para a

   Precisava me desabafar

   Eu passei quase uma hora contando tudo a

   Detalhes por detalhes.

Grace, não acredito que depois de tudo ele teve a coragem de te chamar

_ É, nem eu.

são todos iguais mesmo, só muda o nome e

_ Verdade amiga.

_ Mas, e agora?

bola pra frente e procurar um

  Afinal, preciso trabalhar

_ Mas, e seu ex chefe?

  Eu a olhei

_ O que tem ele?

_ Você não pretende processá- lo?

_ Pelo que?

_ Como, pelo que, Grace!

  Ela começou a falar

_ Várias coisas, como por exemplo:

   Por te obrigar a viajar sabendo que você não era obrigada a ir pois você trabalhava na casa dele e não na

  Por te ameaçar de demissão caso você também não fosse viajar ou se você também não fosse na casa

   Por te xingar, humilhar e ofender perto de outras pessoas e dentro

  E o bom é que você tem um áudio para provar

  E para fechar com chave de ouro, ele entrou no seu quarto de hotel escondido com a intenção de abusar de

  A sua sorte é que ele não