• LASCÍVIA - Lv 01 • ⛓️CAP.² ⛓️

sprite

" À conclusão que você tira sobre mim, não me torna quem você julga que eu sou. "

❦ ════ •⊰❂⊱• ════ ❦

Após meu banho prazeroso, pois gozei intensamente com a promessa de que minha pequena cavidade seria preenchida com vontade hoje coloquei uma camisola bem sexy para ver se o Den se anima, preparei um jantar legal e abri o vinho. As horas passaram e nada de me responder. Estou degustando minha comida conformada com o fato que dormiria sozinha quando escutei a grande porta de ferro ser destrancada.

— OI! — com uma cara sonsa de quem não vai me pegar de jeito me encara — Desculpa não responder sua mensagem é que hoje estava um caos o meu plantão. — Beijou minha cabeça parecendo meu irmão e não meu namorado.

— Boa noite! — respondi e voltei a garfar meu espaguete desejando ver seu lindo pau imenso na minha cara hoje — Toma logo seu banho, acabei de tirar o macarrão do forno.

— Já volto. — fiquei admirando jogar no canto sua mochila e retirar os sapatos — Não me demoro.

— Tá! ... — tornei a comer sabendo que pela cara de cu que chegou não vai assassinar meu tesão que hoje está um pouco exagerado — Merda! Pela segunda vez essa semana, esse idiota tem outra mulher na rua, não é possível!

O único ponto negativo da minha real situação é estar presa na cadeira de rodas. Meu corpo não é tão magro, sou limpinha, faço tudo sozinha e esse desgraçado nem para me deixar ardida presta. Se não o amasse tanto daria um grande chute na sua bunda branca perfeita. — Bufei de frustração.

A porta se abriu e veio de calças de moletom e camiseta... definitivamente é hoje que não ganho umas socadas selvagens no meu ponto "A" já que quando quer ele me deixa dolorida. — Tudo bem, nunca me fez gozar, mas é bom nas socadas violentas! Pena que não aguenta muito e na melhor parte goza e dorme.

— Vamos conversar? — concordei em silêncio — Me conta, o que aconteceu?

— A Tec foi vendida para um chinês, Diego disse que o tal China é um idiota. — me analisou de um jeito estranho — Diga logo Deniel! O que foi?

— Só cansado Jazz, preciso dormir uns três dias seguidos. — foi o suficiente para concretizar que não vou transar hoje — Que cara é essa?

— Você tem outra? — fui bem direta e vi se engasgar com a própria saliva — Se tiver e for bonita me leva com vocês quero ser fodida também!

Dei-lhe essa opção, estamos juntos há onze anos o que não falta é intimidade! Bebi um gole do vinho e sobre a taça mirei seu rosto.

— Por que você é assim porra? Ridículo essa sua atitude! — se levantou alterado como sempre faz — Não existe ninguém Jazz! Mal tenho tempo para você quem dirá ter outra.

— Ok! Desculpa... — me retratei para não levar adiante essa discussão — é que te conheço e sei que algo não está certo.

Informei colocando meu prato vazio em meu colo e seguindo para a pia.

Jazz estou cansado! — Concordei e para não ter um estresse desnecessário lavei minha louça e escovei meus dentes sabendo que a escova será a única coisa que entrará na minha boca hoje.

o encontrei jantando e sua cara continua péssima fui até ele, alisei seu rosto, porém a vontade e de acertar dois tapas para ver se reage era grande nem para sentar na cara dele e esfregar a boceta eu posso! Segui para cama de modo a aliviar a ardência nas minhas costas. Os minutos se passaram quando se deitou.

Você bem que podia ser menos ridícula, estamos juntos há onze anos Jessie, sabe que mal dou conta do seu desejo exagerado, me respeita nunca faria isso com você... — de costa estava, fiquei — olha para mim!

Den você não está cansado? Gente cansada vira para o lado e dorme não perde tempo discutindo. — Dei o assunto por encerrado.

— Não aguento mais essas suas atitudes, sou o que para você um pau ambulante? — por um breve momento pensei se devo ou não confessar que realmente o amo, porém decidi ficar na minha — Responde!

Puta merda, quer realmente discutir? Você disse estar cansado! Se encontra disposição para se estressar vamos foder! Aí você me xingar enquanto me dá umas tapas, o que me diz? Tem um pau tão bonito mesmo que goze rápido pelos menos vai me saciar com umas socadas. — dei-lhe essa opção já que anda cheio de disposição para brigar porque não durante o sexo — Talvez se você me der uma surra na cama seu estresse vai embora. Não transamos há tanto tempo, e para melhorar minha vida sexual mais parada que água de poço vivo esquecendo de comprar pilha para meu vibrador e dessa forma fico no cio querendo socar qualquer coisa semelhante a um pau na minha boceta... pensa que as coisas ficaram difíceis apenas para você, garanto que não.

Você só quer meu sexo! Sempre foi assim desde nova vivia querendo trepar comigo! ... — mirei sua face desacreditada com o que acabei de ouvir — Eu não te desejo mais e você não me excita essa é a verdade, e sua vulgaridade é ridícula. Aturei até aqui porquê...

— Fala! Joga minha deficiência na minha cara, VAI! — com um choro crescente usei o pouco de dignidade que tenho para me sentar — Não serei ofendida na minha casa ficou comigo onze anos porque quis não te obriguei a ficar filho da puta.

— Vai me expulsar é isso? Não acredito que ficou magoada? Porra você vive fazendo isso comigo e por acaso te mandei embora da minha casa?

que você mora com seu pai e não gosto de casa fedendo a cigarro! E segundo, que o nosso relacionamento acabou no momento em que disse que não me deseja, não quero um homem de enfeite quero sim, umas tapas na cara que me chame de puta, vagabunda ainda aturo ou até de cadeirante desgraçada penso que

Você é doente! Eu não te xingo quando me pede? Não dou o sexo que deseja? Contudo, não tenho tesão há anos e sim fiquei por pena, nosso maldito sexo é fraco quero alguém que possa ficar de quatro montar em mim, ver de cima com os peitos balançando na minha cara você é incapaz de me dar isso, insuficiente, limitada, o papai e mamãe que fazemos não me

palavras insuficiente e limitada vieram como lanças afiadas direto no

Digo o mesmo de você Den, e para ser mais específica estamos quites! Essa coisa que você faz com uma cara de cu do caralho parecendo estar sendo obrigado também não é o suficiente para mim e todas às vezes que você finge tentar, quando dorme toco a porra de uma siririca para ficar saciada seu inútil que mal sabe como chupar uma mulher... você ficou porque quis! Não coloquei uma arma na sua cabeça. E gritei: me fode mal, mas ficará aqui comigo, até eu morrer porque é o único que tenho para me foder nessa vida

e desabafei visto que esse pau no cu sairá da minha vida hoje e não sou obrigada ficar calada somente escutando seus

ousa? — Ofendido ficou

Cala essa boca de merda Deniel, CHEGA! O que acho engraçado é que você mais do que ninguém sabe como sou safada e talvez eu não fosse assim se me desse um sexo gostoso que tanto gosto. Com relação a minha vulgaridade; isso nunca foi um segredo, onze anos juntos e a única coisa que mudou é minha vontade crescente de meter por falta dela entende?... Sempre jogamos limpo Deniel. Eu te amo e já dei várias provas do meu amor, mas ouvir dizer que não me deseja me dá total direito de te mandar embora não somente da minha vida como da minha residência. — Olhei as horas tendo noção que é cedo e ele pode ir com segurança para o chiqueiro que qualifica

Se eu for, nunca mais volto Jazz! — Ainda tremula pelas palavras ditas puxei minha cadeira para me sentar e catar suas coisas para sair da minha