O SÓCIO DO MEU MARIDO 9

sprite

Capítulo 9

Alicia Rogers narrando

Eu achei que a gente iria para um restaurante, mas Jonas trouxe Mateus e eu como sua acompanhante para uma das casas noturnas mais conhecidas e caras de Nova York, eu nunca tinha frequentado ela, mas Jonas deveria frequentar ela sempre porque ele era conhecido aqui dentro, todos os garçons o chamava pelo nome.

Alguns anos atrás eu sentia muito as suas traições, a forma que ele me abandonava para sair todas as noites, eu chorava porque quando descobri que estava gravida, eu achei que as coisas mudariam entre nós e que a gente teria uma relação diferente. Então eu sofri muito, hoje em dia eu já me acostumei com a ideia de que a gente não seria nada além de pais da Maria Alice e que em menos de um ano, eu estaria livre dele.

- Beba – Jonas fala colocando bebida em meu copo

- Jonas você sabe que não sou acostumada a beber – eu falo – prefiro ficar apenas na água, já bebi de mais.

- Beba – ele insiste e Mateus nos encara – estamos comemorando um grande negócio, a nossa sociedade, você como minha esposa precisa comemorar também.

- Claro – eu respondo sorrindo para eles e a gente brinda algo que eu não sei o que era.

Lugares como esse me deixava angustiada, eu não era acostumada a conviver em lugares assim, era muitas luzes piscando, gente dançando, passando e música alta, Deus me livre meu pai me pegar em um lugar desse na adolescência, ele me deixaria de castigo para o resto da vida.

Jonas já está bêbado e Mateus também não parecia está muito sã, eu procurava algo para comer no cardápio que só tinha bebidas.

- Esse povo não come – eu resmungo baixo.

Jonas e Mateus conversa e riam de mais, Jonas já olhava para outras mulheres, enquanto eu estava na sua frente.

- Eu vou ao banheiro, já volto – ele fala em meu ouvido me dando um beijo no rosto e saindo.

Mateus se aproxima de mim.

- De longe você é a mulher mais linda desse lugar – ele fala.

- Você sabe que sou esposa do seu novo sócio né? – eu pergunto para ele.

- Infelizmente senhora Rogers – ele fala – me responde, onde está o seu marido?

- No banheiro – eu falo.

- Eu acho que ele errou o caminho para o banheiro – ele fala apontando com o dedo e eu olho para trás vendo Jonas beijando uma mulher.

Eu encaro aquela cena e eu não sabia onde enfiar meu rosto, era muita humilhação, eu guardo as minhas lagrimas, essa era a primeira vez na vida que ele me traia na minha frente e eu nem sequer iria poder dizer nada. Quando ele para de beijar ela e olha para nós e acredito que se dar conta do que tinha acontecido, ele vem em nossa direção.

- Amor – eu falo quando ele se aproxima – dessa forma você assusta Mateus, achando que você está me traindo.

Mateus por favor não – Jonas fala e eu interrompo.

- Sabe o que é Mateus – eu falo colocando as minhas mãos sobre o ombro dele e sorrindo – eu e Jonas quando a gente sai junto, a gente tem um relacionamento aberto. Não é mesmo, amor? – eu falo encarando Jonas. – a gente deveria ter contado a ele.

- Sim, Alicia tem razão a gente deveria ter contado antes – ele diz confuso.

- Então Alicia também pode ficar com quem ela quiser? – Mateus fala.

- Sim – eu respondo.

mesmo com você se ela quiser – Jonas fala e eu o encaro tirando as minhas mãos do ombro de

que estou cansada e quero ir embora – eu

noite é uma criança – Jonas

me sento no sofá que tinha envolta da mesa, eu achei que deixaria Jonas desconfortável, mas ele me deixou, quando me ofereceu para o

mesmo encho meu copo duas vezes seguida e bebo toda a bebida que eu coloco nele, minha cabeça começa a

levanta e vai buscar mais bebida

Você é louco de beijar alguém enquanto está comigo? –