Promovida a esposa Capitulo 26

sprite

por Heron

estava no altar esperando por Athena que estava bem atrasada por sinal caminhava de um lado para o outro me questionando se ela poderia ter mudado de ideia no ultimo momento,  ja estava preocupado pensando que algo havia acontecido no caminho pra cá quando Katy  adentra a igreja e sobe no altar ficando do lado de Kael o pequeno irmão de Athena , alguns minutos depois meu irmão subiu ao altar ja que ele seria meu padrinho temos uma relação estranha mais ele é meu irmão.

 vinte minutos depois dei sinal para que a cerimonialista buscasse Athena e assim ela fez sai para busca-la, os minutos se passaram e nada, caminhava de um lado para o outro impaciente, nos ultimo mês dei espaço para que ela se acostumasse com a ideia de nosso casamento então realmente não sei o Athena estava pensando sobre o dia de hoje.

a cerimonialista volta sem minha esposa franzo a testa em confusão passando as mãos pelos cabelos , o nervosismo estava me consumindo, será que ela foi embora e me deixou aqui plantado no altar, não neguei com a cabeça ao ver Kael ali ao lado de Katy, ela não deixaria seu irmão para trás, caso desistisse de se casar comigo ela levaria o pequeno, afinal foi por ele que ela aceitou se casar comigo não é.

coloquei minhas mãos no bolso da calça e fiquei encarando as portas da igreja a qualquer momento ela entraria por aquelas portas com seus belos cabelos ruivos e aquele sorriso contagiante de sempre ao pensar nisso abri um sorriso, porem meu sorriso sumil ao ouvir três gritos de socorro, olhei para o lado e meu pai também havia escutado, e aquela voz , aquela voz era de Athena tenho certeza, havia poucos convidados essa havia sido a única exigência de Athena e ao observar a igreja todos ali presentes também haviam escutado , sigo o corredor decorado a passos  rápidos , meus pais e seguem dizendo para os convidados se acalmarem que iriamos verificar, segui rumo ao quarto aonde Athena deveria estar, a tentar girar a maçaneta a porta estava trancada, podia ouvir barulhos vindo lá de dentro me afastei um pouco para arrombar a porta com um pouco de impulso ela se abri e foi de encontro com a parede fazendo um barulho ensurdecedor.

mas nada havia me preparado para o que eu viria ali dentro, vi Sheila minha ex-noiva enforcando Athena que estava roxa pelo aperto, era inacreditável que a mulher que eu amei durante anos que eu conhecia desde criança era capaz de atentar contra a vida de Athena, os pais de Sheila eram amigos dos meus e assim convivemos muitos anos ate que eu me apaixonei por ela e tomei coragem para pedi-la em namoro, ela aceitou três meses depois a pedi em casamento, ficamos noivos ate que eu a peguei na cama com outro e por isso rompemos , Sheila ja havia tentado reatar nosso noivado mais ja não sentia nada por ela.

fiquei observando como ela apertava suas mãos ao redor do pescoço de Athena sem acreditar no que eu via , ate que sou empurrado da porta por minha mãe que exclama apavorada com acena a sua frente, entro apos perceber que ela não soltaria Athena que ja estava ficando sem forças, empurro Sheila pra longe de Athena que toma uma bocada de ar, quando a observo vejo seu vestido manchado de vermelho o encarro tentando encontrar de onde vem aquele sangue, Sheila começa a se explicar dizendo que foi atacada por Athena , o que eu não duvido muito ja que a ruiva aminha frente tem o pavio curto, subo meu olhar pra seu pescoço que estava ficando roxo pela força usada por Sheila, travo minha mandíbula, ao imaginar que Sheila a teria matado caso eu não ouvisse os gritos os pedidos de socorro.

me viro ao ouvir a voz de Sheila outra vez  dizendo que Athena havia começado e que ela so estava se defendendo, não duvidava nem por um segundo ja que minha esposa era estressada, pergunto o que Sheila veio fazer ali ja que não a havia convidado, quando escuto sua resposta pergunto a Athena se era verdade, ela nega  com a cabeça em descrença mais vi em seu olho decepção, apos perguntar mais uma vez ela ainda permanecia em silencio enquanto Sheila repetia uma e outra vez que havia sido atacada, como o velho ditado diz " quem cala consente" acreditei no que Sheila disse, Athena deve ter ficado com ciúmes e atacou,  estive com Sheila

  por algum tempo e ela nunca demostrou ser uma pessoa agressiva.

Athena por outro lado tem o pavio curto, a ruiva por sua vez não quis se defender apenas , me entregou seu celular e me mandou dar play no que parecia ser um áudio, olhei para Sheila quando Athena disse que se eu quisse ouvi ou iria acreditar nas palavras da minha ex, quando voltei meu olhar para o celular estava duvidoso do que devia fazer, então levantei meus olhos para a ruiva que somente riu negando com a cabeça e tomou seu celular de minhas mãos dando suas costas pra mim Athena começou a se afastar foi ai que vi o sangue escorrendo  por seu braço e as gotas pingavam lentamente em seu vestido o manchado de sangue tentei toca-la mais ela se encolheu de meu toque  não permitindo.

- não haverá mais casamento. quero o divorcio ou a anulação- fiquei confuso com sua reação a ruiva não esperou por uma resposta minha e seguiu caminhando de cabeça erguida, foi então  que Sheila chamou meu nome e notei que ela ainda estava sendo segurada pelos seguranças .

- podem solta-la- digo, assim que Sheila se vê livre corre ate mim me abraçando acabo retribuindo o abraço ao vê-la naquele estado, ela chorava desesperada, observei a marca em seu rosto cinco dedos perfeitos, Athena tinha uma mão  pesada, e isso eu sabia muito bem, pois já tinha levado um tapa seu.

- foi horrível Heron eu vim aqui queria ser amiga dela do nada ela começou a me  xingar  disse que eu queria roubar você  dela e me bateu tentei conversar mais não teve jeito fui obrigada a me defender por que  ela iria me matar caso não me defendesse - ela encostou seu rosto em meu peito e soluçou acariciei o rosto de Sheila agora tudo fazia sentido Athena esta se sentindo ameaçada pela minha ex, quando sentiu ciúmes partiu para agressão, Sheila seria incapaz de faz algo como aquilo.

- calma querida isso não vai mais acontecer eu prometo que irei conversar com ela depois Athena não voltará a colocar suas mãos em você eu juro – digo tentando tranquiliza-la, mais sabia que não  haveria um depois, pelas palavras que Athena  usou  quando deixou aquele quarto, tudo tinha acabado entre não,  isso me causou um incômodo  no peito, ouvi uma exclamação ao longe de minha mãe logo ela gritou para que eu  chamasse um medico,  por que Athena estava ferida, me preocupei ao ouvir aquilo e tentei me afastar de Sheila que se agarrou mais ao meu corpo.

- Heron tive tanto medo ela iria me matar- Sheila fala outra vez acaricio seu rosto tentando acalma-la e acabo me esquecendo do que minha mãe tinha falado segundos  atrás ,não deveria ser nada de mais , Athena tinha começado tudo não   soube agir feito uma adulta e partiu para uma agressão,  caso Sheila quisesse poderia processa-la pelo tapa que levou de minha esposa, e isso me traria ainda mais problemas com a mídia,  talvez esse casamento não tenha sido uma boa ideia, será melhor assim  agora tudo terminou não conhecia esse lado de Athena, estava me sentindo culpado pelo que Athena havia  feito com minha ex por ciúmes , já que iríamos começar nosso relacionamento ela se sentiu insegura e acabou agredindo a loira sem motivos.

.

-LEVEM ESSA DESGRACADA PARA A DELEGACIA IMEDIATAMENTE- escuto o grito raivoso de meu pai, Sheila se encolhe ao ouvir suas palavras a abraço contra meu corpo, mas um dos seguranças a puxa prendendo seus braços pra trás , não entendia o por que de meu pai estar tomando partido daquela forma, ja que os pais de Sheila eram seus amigos,  ele deveria ficar ao lado dela, na o do de Athena que era apenas uma secretaria da empresa que ele conhecia  a um ano

- SOLTEM-NA  isso não  passou de uma briga idiota por ciúmes da minha mulher, Sheila não tem culpa de nada, se tem uma culpada aqui essa culpada é Athena ela deveria ir presa–  grito tentando afastar os seguranças que meu pai mandou para prender Sheila, tento soltar   Sheila mais sou impedido pelos seguranças , meu pai parecia cada vez mais raivoso, ele me encara negando com a cabeça sua face de decepção  era clara, mais ele que estava  fazendo algo errado e não  eu, como ele poderia defender alguém que conhecia a um ano ao invés de defender a filha de seus amigos.

- LEVEM ELA PARA A CADEIA- meu pai volta a gritar para os seguranças que não  sabiam a quem deveriam obedecer, meu sangue ferveu ao ouvir como meu pai insistia em mandar Sheila para a cadeia por algo que claramente não tinha culpa Athena que deveria ser presa

- ELES NAO VAO LEVA-LA PARA A CADEIA QUEM DEVERIA IR PARA UMA DELEGACIA É  ATHENA POR AGRESSÃO - gritei sem me importar que estava desrespeitando meu pai ao falar naquele tom de voz, ele nega com a cabeça enquanto caminho tentando tirar a minha ex dos braços dos seguranças, escuto um suspiro alto vindo de meu pai me viro para encara-lo outra vez quando ele fala

-por que acha que o braço de Athena estava jorrando sangue aponto de manchar seu vestido por completo - ele me questiona olho em direção a porta me arrependendo por não ter dado atenção ao pedido de ajuda de minha mãe  que me mandou chamar um medido, pois minha esposa estava ferida e perdendo muito sangue.

- elas brigaram é claro que ela se machucaria também , não  vê o rosto de Sheila olha o que Athena fez com ela- aponto meu pai nem ao menos se da ao trabalho  de olhar na direção da minha ex.

não  o braço dela estava sagrando por causa disso - ele levanta sua mão mostrando um celular no qual ele aperta e começa uma gravação, fico calado escutando tudo em silencio, cada palavra   dita por Sheila como Athena tentava ganhar tempo, e sua voz soava calma e suave,  ate os gritos pedindo socorro , ali estava gravado a confissão de Sheila que veio ate ali para  matar minha noiva, pra matar minha esposa , quando Athena revelou que já estávamos casados Sheila a atacou.

eu- tento me justificar mais não tinha uma justificativa Athena havia me entregado aquele celular , porem eu me neguei a apertar o play e preferi acreditar na pessoa que havia me traído , eu não a merecia

te deu uma escolha Heron , e você  escolheu Sheila no momento que se negou a apertar esse botão, eu ouvi tudo, voce escolheu errado outra vez sem nem se dar ao trabalho de apertar um botão. gritou para o mundo que Athena era a culpada que ela que deveria ir para uma prisão e não a mulher que tentou assassina-la por sua causa, tem noção de quanto isso é decepcionante  ouvir meu filho negar a sua esposa por uma vadia que te traiu, você deu as costas para sua esposa por essa vagabunda que dormia com seus amigo e até mesmo com seu próprio irmão- me pai negou com desgostos- enquanto voce estava aqui cuidando da mulher que a esfaqueou Athena caminhava sangrando por essa porta, ela ouviu voce dizendo que ela deveria ir presa- ele abaixa a cabeça enfiando a mão em seu bolso ele tira um saco plástico caminha até  perto da mesa e se abaixa  pegando  algo no chão com calma sem colocar  suas mãos naquele objeto quanto ele selou o saco de zíper notei que era uma

  o nó em minha garganta com dificuldade.  minhas mãos suavam frio ao ver a burrada que eu fiz, meu pai nota o meu estado então  abre um sorriso triste em

agora seja homem e arque com as consequências da sua escolha- ele sorriu ainda mais - ouvi ela dizer que não  haveria mais um casamento não  é- ele completou se aproximando de mim - a e também  algo sobre o divorcio ou anulação- ele ri da minha cara- agora vamos rapazes temos provas mais que suficiente pra jogar esse lixo na cadeia por vinte anos quem sabe eu não esteja com sorte e consiga uns quarenta - meu pai completa desviando de mim e segui até a porta , abaixo a cabeça vendo eles arrastarem Sheila pra fora do quarto enquanto ela grita pedindo que eu

ME AJUDA, EU NAO FIZ NADA FOI ELA, ISSO TUDO FOI ELA QUE FEZ COMIGO NAO VÊ – Sheila só  podia estar maluca, sou um completo idiota, Athena tem toda razão de querer o divorcio não custava nada para mim apertar aquele player, mais mesmo não  custando eu não o fiz , preferi acreditar na pessoa que me traiu com um de meus amigos do que apertar um simples botão insignificante, meu pai está certo neguei a minha

tem todos os motivos do mundo para querer se ver livre de mim , sou um babaca que não  merece uma mulher linda e inteligente como ela, uma mulher que se dobra em duas pra cuidar da única família que tem , que batalha deixando de trabalhar em seu ramo para o bem estar de

o que ainda ta fazendo parado ai, seu pai mandou dizer aos convidados que não  haverá  mais casamento –minha mãe  chama minha atenção observo a mancha de sangue no chão o sangue de Athena,  ela estava perdendo sangue ,e eu, ignorei o fato de que ela estava ferida, me neguei a chamar um médico, um médico  para minha própria esposa,  que foi esfaqueada pela minha ex por

mãe ela ja foi- pergunto enfiando minhas mãos em meu bolso, acaricio o par de alianças que havia encomendado para aquele dia, tinha certeza que Athena iria adorar por isso comprei aquelas alianças, era algo simples apesar de ter dinheiro pra comprar um lindo diamante optei por um delicado anel com uma singela pedra azul esverdeado da cor dos olhos de Athena, minha mãe  adentra ao quarto e suspira ao ficar em minha frente , vejo gotas de sangue espalhadas por seu vestido rosa claro, trago o nó  em minha garganta com