VOCE É MINHA SEMPRE FOI... A MORTE

sprite

"Toda ferida é atrito do corpo com a vida."

━─━────༺༻────━─━

Entrando no carro, Louis se apressou de sair o mais rápido possível, pois escutou os berros de charllote chamando pela filha. Com receio de que é a mesma o impedisse de levar a menina com eles para o jantar de começarão do aniversario do Jav, saiu o quanto antes da garagem.

A mansão em que mora atualmente fica na parte mais alta de um dos condomínio luxuosos da aria mais nobre de Madri. Na tentativa de evitar todo o transido que a saída principal do condômino lhe oferecia, preferiu sair pelos fundos que lhe pouparia o estresse de um transito de 30 minutos.

— Vou pela ladeira e em 10 minutos chegamos no restaurante! — Louis calculou em um murmuro. 

— Papai! Escutei a mamãe gritando, vocês brigaram de novo? — disse-lhes que não, enquanto colocava seu sinto de segurança.

— Ela é chata, filha.— afirmou admirando-a pelo retrovisor — Sabe que vive te proibindo de sair com a gente, só usei dos meus poderes de pai e não dei ouvidos aos berros que gosta de dar para chamar atenção.  — sorrindo informou. 

Louis tirou os olhos por um segundo da direção para admirar as horas e constatou que chegariam cedo. 

— A mamã é chata mesmo... — confirmou segurando a mão do Jav que estava puxando seu cabelo — PARA!

— Não fiz nada! — brincou fazendo-a aberra com as cosquinhas em sua barriga.

— Sem gritos você dois ai atrás. — exigiu acelerando — Vamos chegar cedo, já sabem oque vão pedir?

Na tentativa de reduzir na descida, Louis sentiu que o freio não funcionou e tentou mais uma vez de modo a reduziu a velocidade e nada aconteceu, a cada segundo que passava descendo a imensa ladeira íngreme, seu coração começou a martela fortemente em seu peito.

— Jav e Carllie coloquem os cinto de segurança agora mesmo! Merda, se segurem crianças, por favor. — pediu sabendo o que estava por vir — meu Deus, nos poupe do pior — os dois na parte de trás já estavam, pois durante o tempo em que Louis tinha sua conversa com Charlotte, Jav e Carllie estavam brincando no banco de trás e meu protegido já tinha se precavido de colocar os mesmo. 

O que difere é que Jav sempre ia a frente com o pai e hoje por causa da irmã exigente se juntou a ela, porque a menina pediu que o irmão fosse de mãos dadas com ela, por ele ter perdido uma aposta de quem fica de estátua mais tempo. — Enfim agora e só esperar pela tragédia.

Os três sabia que alguma coisa não estava certo e nos segundos seguintes O carro foi com toda velocidade de encontro a um muro, pois no final da ladeira tinha uma curva muito fechada. Louis jogou o carro para o lado de modo que o banco vazio do passageiro recebesse o impacto do  muro de concreto.

O barulho da bati foi tão alto que Charllote ouviu lá de cima e as pressas forçou Lauro a descer  com ela. A caninana tinha mandado o motorista cortar os freios do carro particular do Louis, achando que somente o Marido e o enteado estivesse no carro.

A batida foi tão forte que todos perderam o sentindo ao colidir contra a parede. Os danos foram graves e deixaram cicatrizes para o resto da vida. Louis teve as duas pernas fraturadas gravemente e bateu a cabeça com muita força, Jav havia se sentado ao lado da pequena e mesmo de cinto fez seu corpo de escudo para que a irmã não se ferisse o deixando bem machucado, já que suas costas recebeu todos os estilhaços de vidro e metal que injetaram para a parte interior do carro. A pequena Carllie teve somente um corte na testa.

da parte de baixo do condomínio começaram a jogar água no carro, porque o mesmo, estava saindo muita fumaça e com medo de o carro incendiasse com os três dentro do mesmo começaram a jogar água de modo a pagar o fogo.

Rapidamente contataram os primeiros socorros. Quando Charllote chegou próximo o suficiente, viu os cabelos loiros da filha saindo pela janela quebrada e entrou em desespero.

— Não, não... Lauro! Minha menina está nesse carro. Socorro alguém me ajuda —  o arrependimento começou a consumir o seu raciocínio e a caninana foi impedida de se aproximar do carro —, minha menina, deixe-me tirar minha filha desse carro agora mesmo.

Sei que todos ficaram bem, mas a cena é terrível. Jav tem muitos estilhaços nas costas, e se ele não tivesse feito a proteção da irmão, nesse momento ela estaria de mãos dadas comigo vendo todo esse caos, pois o carro está detonado. — Aguentem todos vocês, pois agora que as coisas vão começar a ficar difíceis, pedi tendo a certeza que nenhum dos três me ouviram.

Dez minutos depois os bombeiros chegaram seguido de duas ambulâncias. Primeiro acabaram por completo com o fogo que insistia em aparecer no motor do carro, para somente depois da início ao processo de retirada do três de dentro do veículo.

Lauro pediu que os levassem para o hospital particular onde a família tinha convênio, a primeira a sair foi a pequena Carllie, Jav foi o segundo e por último o Louis, pois teve seus primeiros socorros ainda no local, enquanto a primeira ambulância seguia as pressas para o hospital, pois Jav perdia muito sangue a caninana que fez questão de ir junto com os dois.

tive nem tempo de sentir pena dessa desgraçada, pois tendo sua filha que diz tanto amar na sua frente ainda desacordada esse ser desprezível dedicava seu tempo em desejar a morte do meu protegido ao invés de pedir a Deus pela vida da pequena. — Ser humano podre de espírito!

"Desgraçada! O castigo vem a cavalo, leve o tempo que for ele sempre chega!

a retirada do Louis levou um pouco mais de tempo, Lauro ficou esperando para seguir a ambulância. Quando finalmente ele estava sendo levado, Lauro o seguiu a toda velocidade. Durante o caminho o boçal se dava conta de quem é a cunhada que vive jurando amores

Charlotte passou dos limites nessa situação! — murmurou com a cena do Louis todo machucado rondando seus pensamentos — Meu Deus, que meu irmão não

estando com Jav, consegui sentir agonia e o desespero de cada um dos dois. Lauro, porque tinha certeza que se seu irmão saísse vivo dessa iria investigar o porquê dos freios do carro não teria funcionado e Charlotte por temer que a sua malditas ideias tenham danificado alguma coisa em sua filha, pois somente ela era o motivo da sua preocupação já que mesmo depois de todo o caos que ela mesmo provocou ainda desejava incessantemente pela morte do enteado e do

Ela vai ficar bem, doutor? Minha filha ficará bem? — chorando questionou — Por favor, diga que

favor aguarde aqui que logo trarei notícias dos seus filhos — concordo pois não tinha muito o que

um banco vazio que tinha no corredor próximo à porta onde as duas marcas passaram a

com o Jav, pois quero está com meu protegido. Cada um ficou em uma sala próximo a outra e rapidamente iniciar os processos ali. Fiquei sabendo que Jav teve ferimentos internos bem preocupantes  fora os estilhaços de vidro que colidiram contra a sua

Louis, foi levado às pressas para uma cirurgia, e Carllie foi a única sem nenhum ferimento grave. Depois de todos os exames uma hora depois ela foi leva para o quarto onde poderia ficar com a mãe e o tio que espera por