VOCE É MINHA SEMPRE FOI... ? A M B I Ç Ã O

sprite

"A vida sabe o que desfaz. Não refaça."

━─━────༺༻────━─━

Era uma vez... a história de um homem chamado Jav Ruiz, o mesmo é um tanto rude demais, grosseiro demais, porém tem um coração ótimo e poucos conhecem a bondade que existe dentro dele. Jav, possui duas personalidades bem distintas, pois cada um tem para si o Jav que merece. Proponho iniciarmos os relatos da vida desse homem antes mesmo dele ter nascido, pois eu! Santa muerte contarei a vocês quem é Jav Ruiz LeBlanc e como me tornei a protetora desse rapaz. Tudo começou com um último pedido que concedo sempre, aos que estão preste a seguir comigo dessa vida.

A humanidade tem a péssima mania de culpar a mim pelos laços cortados definitivamente com seus entes queridos, porém vos asseguro, sou somente a mão que segura a de cada alma necessitada. Bom, essa historia não é minha então continuemos. Fui convencida a cuidar desse homem quando ainda era apenas um recém-nascido contido no ventre da sua mãe, e adianto a cada um de vocês que não sou a vilã e no decorrer dos relatos tirarão vossas conclusões se, ser protegido pela morte é uma benção ou uma maldição.

• • •「◆」• • •

ESPANHA | MADRID

40 anos atrás

Um casal vivia suas noites de amor as escondidas, pois Louis e Janaína sabiam que esse relacionamento era proibido por Laerte LeBlanc, visto que o mesmo não aceitava a paixonite do filho pela empregada.

De modo a dar um fim nisso antes que Louis apresentasse sua amada a sociedade como sua mulher e manchasse o nome da família mais renomada de Madrid, o patriarca decidiu força o filho mais velho a aceitar um casamento de conveniência.

Laerte visava muito as aparências e escolheu outra família de nome nobre na Espanha, porém a mesma se encontra falida, visto que os Vallatin estão vivendo de exterioridade há anos, já que dinheiro não é algo que possam esbanjar ultimamente.

A família que atualmente possui somente uma filha, viu nesse casamento uma oportunidade de voltar ao luxo e a elegância que o Magnata do whisky poderia lhe proporcionar.

Sendo muito bem instruída pelos pais, Charlotte Vallatin faria de tudo pelo título de esposa do Louis LeBlanc que tiraria seus pais da lama, bom... foi o que ela acreditou que aconteceria.

Só que Laerte não queria acrescentar dinheiro a família, e tão filho da puta quanto Tiones Vallatin, deixou claro que só queria o sobrenome da família e que se o casal fossassem realmente amorosos e se preocupassem com o futuro da única filha, aceitaria essa união sem nenhum meio financeiro remunerativo.

Laerte é um dos homens mais rico da Espanha e para ele o que contava era a linhagem, coisa que Janaína Ruiz não poderia lhe oferecer. Ele não se importava com a vida que o filho levasse dos portões para dentro da sua mansão, a única exigência era que Louis manter-se as aparências para a sociedade.

Aceitando os termos de um casamento por contrato muito bem amarrado que favorecia somente os LeBlanc, foi assinado os papéis, pois nele dizia que Charlotte só teria poderes financeiros se tivesse um filho legítimo com Louis. Laerte foi minucioso nas decisões do primogênito e com toda a papelada assinada deu seguimento ao matrimônio, mas Laerte não sabia que suas atitudes narcisistas dariam início a grandes problemas que se estenderiam por longos 40 anos.

casou com Charlotte, uma mulher ambiciosa que faria de tudo para tirar qualquer coisa ou pessoa do seu caminho para ser a Sra. LeBlanc e desejava dia, após dias fazer um herdeiro com seu marido, de modo a ter o dinheiro que a família pode lhe oferecer. - O único erro dela, foi pensar que sua beleza magnífica fosse o suficiente para seduzir um homem que nem de muito longe é burro.

Louis, deixou o pai e a futura esposa bem clientes de que seu amor tinha um nome e ela se chamava Janaína Ruiz. O jovem deu sua palavra que cumpriria com o contrato e se casaria com um membro da família Vallatin, mas esse casamento é válido somente no papel, e que o futuro casal dormiria em quartos separados.

Laerte não se opôs, visto que o filho não poderia assumir a empregada como esposa e isso o deixava feliz.

Sendo de conhecimento geral de todos os envolvidos desse acordo, visto que ninguém estava as cegas, porque Louis foi sincero com Janaína e a mesma entendeu que esse relacionamento não era para ser de conhecimento público. Entretanto, Charlotte fez questão de levar a empregada para trabalhar em sua casa de modo a humilhá-la e deixar claro que nessa família a pobre mulher era somente a empregada e não a dona da casa.

O casal apaixonado tinha conhecimento de que para viver esse amor as escondidas era necessário viver um inferno por dia, mas o amor aguenta tudo, não é mesmo? Dizem que sim, então podemos ficar seguro quanto a isso?

Bom, tenho minhas dúvidas quanto a

• • •「◆」• • •

MESES DEPOIS | CASA DOS LEBLANC

meses as coisas se desenrolaram da forma como Louis queria, visto que o mesmo, não vivia mais da fortuna do pai, pois fez sua exigência ao velho Laerte de que só aceitaria esse casamento arranjado se ele lhe desse sua parte na herança em vida. Isso foi efetuado, concedendo ao jovem uma fortuna que muito bem administrada em poucos meses lhe renderia

ponto negativo desse casamento por conveniência era que o acordo só poderia ser cancelado se Charlotte desejasse se divorciar... coisa essa que todos sabemos que ela

se seguiram e Louis LeBlanc faz jus ao nome que tem e sem titubear abriu uma empresa concorrente com a do seu pai dando início a uma rachadura no vínculo empresarial, pois família para Laerte e algo que não se desfaz e tampouco se

Laerte sente orgulho do filho mais velho por iniciar seus próprios negócios e Louis sabia disso, que se precisasse, seu pai iria auxiliá-lo nessa nova

meses, Louis tentou de tudo, para que Charlotte fosse embora, ofereceu uma mesada bem generosa e que daria aos pais dela uma vida de luxo, mas a própria se negou a aceitar e continuo morando sob o mesmo teto que

estava decidia a ter um filho com seu marido e faria de tudo