Assumindo a Responsabilidade romance Capítulo 10

"Charlie, papai me pediu para trazer os documentos!", disse Yolanda com um olhar ingênuo. Ela não estava em seu tom arrogante e opressor de costume, e seus belos olhos brilhavam de expectativa. Ela continuou: "Mas meu pai disse que ainda precisava confirmar alguns detalhes. Gostaria que me aconselhasse sobre isso. Poderíamos almoçar juntos para falar sobre isso. O que acha?"

"Beleza", disse Charlie em um tom mais baixo.

Wendy pegou a bolsa e planejou fugir. De repente, Charlie a fitou e disse: "As duas Srtas. Lim estão aqui, vamos todos juntos!"

Wendy ficou chocada.

Yolanda segurou o braço de Wendy como se tivessem intimidade e disse: "Sim, minha querida irmã mais velha. Vamos almoçar juntas!"

As palavras de Yolanda deixaram Wendy arrepiada. Yolanda a arrastou antes que ela pudesse recusar.

O restaurante ocupava o quarto andar do shopping. Um garçom os cumprimentou educadamente na porta. Wendy não queria comer com eles, mas foi enfiada na cadeira por Yolanda.

Yolanda soltou Wendy e elegantemente sentou-se ao lado do homem. Yolanda se preocupava meticulosamente com demonstrar boas maneiras.

Wendy olhou para a bolsa Hermès de Yolanda que estava atrás de sua cadeira. Ela nunca comprou ou sequer tocou em uma, mas sabia que uma bolsa básica de couro da marca custava mais de US$15 mil. O valor do modelo que Yolanda carregava deveria ser no mínimo o dobro, porque era feita de couro de crocodilo. Aquela bolsa poderia pagar as despesas médicas de sua avó por um ano.

O garçom entregou os cardápios a eles e, quando Wendy abriu, percebeu que os pratos eram muito caros. Ela fechou o cardápio e disse que aceitaria qualquer coisa que pedissem para ela.

Todos esses pratos a faziam se sentir culpada.

Yolanda disse a ela: "Irmãzinha, deixe-me ajudá-la". Ela começou a ler o cardápio e apontava para o menu, às vezes, fazendo perguntas a Charlie com um sorriso. Seus olhos brilharam de admiração.

Wendy olhou para eles e um pensamento maligno veio à sua mente: "Um homem irritante e uma mulher arrogante, são o par perfeito!"

O garçom pegou o cardápio e saiu quando eles terminaram de fazer o pedido. Diante deles, como Wendy poderia comer? Ela decidiu que arrumaria logo uma desculpa para ir embora depois.

Ela pegou o copo d'água na sua frente e ouviu Charlie dizer entusiasmado: "É um terno muito bonito, Srta. Wendy."

Wendy Lim quase engasgou e rangeu os dentes.

Ela ainda estava usando o terno que ele pediu que trouxessem no quarto de hotel. Ela não podia jogá-lo fora porque já estava pago e era muito caro. Normalmente, Wendy usaria alguma roupa barata que comprava online. Por ano, ela não gastava mais de U$700 com roupas!

Quando Yolanda viu que Charlie estava olhando para Wendy, ela sentiu ciúmes.

Como ele estava chamando ela de Srta. Lim? Ela, Yolanda Lim, era a única queridinha da família Lim!

Não foi fácil criar uma oportunidade de passar tempo com Charlie. Além disso, ele não recusou seu convite como de costume. Para demonstrar sua bondade e gentileza, Yolanda se forçou a arrastar sua irmã Wendy para o restaurante também. Na verdade, Yolanda estava ainda mais infeliz agora. Esse poderia ter sido um almoço agradável entre ela e Charlie, mas Wendy estragou seus planos.

Yolanda tentava manter o controle e demonstrar boas maneiras o tempo todo. Ela inclinou a cabeça e fingiu ingenuidade dizendo: "Sim, irmãzinha querida. Onde comprou? Também quero um. Poderia me levar na loja se tiver tempo?"

"Eu esqueci onde foi...", disse Wendy antes de tomar mais dois goles de água e respirar fundo.

Felizmente, o garçom começou a servir os pratos, então o assunto sobre o terno terminou.

Wendy enrolou o espaguete com um garfo e encarou o brócolis em seu prato. Ela pensava em como escapar disso quando, de repente,

um estrondo!

Era o barulho de seu garfo caindo no prato.

Debaixo da mesa, um pé acariciou disfarçadamente sua panturrilha.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: Assumindo a Responsabilidade