Ceo Vadia nas alturas Capítulo 13

sprite

Sento na cama tentando controlar minha respiração. Dou um grito de raiva, agora não sei como estão as coisas lá em cima. Queria ter batido um pouco mais na Clara. Vaca! Pelo conseguiria gastar toda essa energia negativa que eles causaram. Deito na cama e fico na espera de alguém aparecer. Droga! Era para essas férias serem perfeitas. Depois de alguns minutos ouço a porta sendo aberta.

– Oi, está mais calma? – Reba pergunta.

Sorri e vou até ela.

– Como estão as coisas lá em cima?

– Matthew não pegou leve com Lee e a Clara teve que ser carregada pelo Ian e Jaimes, porque ela não queria sair do iate. – Ela balança a cabeça de um lado para o outro. – Tinhas pessoas na rua e indo para seus iates…

– Gravaram?

– Sim.

Eu quero notícias boas na mídia e vai sair Matthew batendo em um dos seus amigos. Sua namorada batendo em outra mulher… Nossa começou muito bem, Aria. Suspiro. Agora todo mundo vai ter seus nomes na mídia por um motivo nada bom.

– A culpa não é sua. – Reba tenta me confortar. – Sei que não quer nossos nomes envolvidos em polêmicas, mas Lee é que está errado. Ele não tem um bom histórico e Lauren contou tudo que aconteceu. – Reba riu. – O que foi o bastante para Matthew repetir a joelhada que você deu no Lee.

Acabo sorrindo.

– Queria ter visto.

– Vamos subir? – Ela pergunta ao sair do quarto.

– Não, eu vou para meu quarto tomar um banho.

– Tá bom. Nos vemos depois.

Concordo e vou para meu quarto. Ligo o chuveiro e encosto minha testa na parede do banheiro, sentindo a água escorrer. Não vou conseguir esconder que estou chateada com o que aconteceu, acho que estava contando demais com essa viagem e queria que fosse perfeita. Minha primeira viagem e férias com pessoas que me fazem sentir bem, que eu posso ser eu mesma. Desligo o chuveiro torcendo para que o clima não esteja muito ruim.

Me enrolo na toalha e olho para o espelho. Obrigado Lee por estragar tudo. Faço um coque no cabelo e ouço alguém bater na porta. Abro a porta vendo Matthew em pé na minha frente. Ele se aproxima mais e ficamos a alguns centímetros um do outro.

– Você está bem? – Ele pergunta.

Encosto minha cabeça no batente da porta.

coisas estão muito ruins lá em cima?

– Aria…

– Matthew, Lee ter tentando me beijar não foi nada. – Cruzo os braços. – Eu já passei por coisas bem piores. Só não contava que os problemas fossem acontecer logo na primeira viagem. Ainda não saiu notícias boas o suficiente para ficar na mídia e postar foto não está sendo suficiente.

Eu sei e já tive que ouvir o bastante do Martin. – Matthew ficou sério. – Você deveria ter me contado. Não vai ser a merda do Lee que irá destruir meus

Engulo em seco e evito olhar para ele.

Acho que você está preparado para qualquer coisa.

Não ache. Pode ter certeza, mas preciso saber se vai ficar abalada por qualquer coisinha. – Matthew virou meu rosto para ele. – Estou mentindo para meus pais e amigos, logo para o mundo todo. Tenho muito a perder. Ainda mais se não conseguir os contratos que levaram minha empresa para um nível muito maior.

– Eu entendo…

Aria, eu estou dando uma vida nova a você. A ‘coisa bem pior’ que você passou, eu sei o que é. – Não escondo minha supresa. – Sua cidade é pequena e muito tagarela. – Viro o rosto novamente sentindo meus olhos marejado. – Mesmo que não tenha ouvido a história verdadeira… Eu acredito em você. E você vai calar a boca das pessoas medíocres daquela cidade. – Volto a olhar para ele.

quase fui estrupada pelo meu vizinho e minha vó me deu forças para passar por isso. Com dezessete conseguir meu emprego no restaurante, logo no meu primeiro dia, recebi a notícia que minha avó tinha morrido. No fim do meu expediente eu fui encurralada em um beco. Para minha sorte era só um cara e para meu azar era um cara, eu consegui um pedaço de ferro e bati nele. Resultado: eu fui culpada nos dois casos. Não acreditaram em mim e disseram que eu fui atrás e provoquei. Minha família não tinha uma boa fama e as coisas só

começando a duvidar das minhas forças. – Senti as lágrimas

Matthew as enxugou.

Vai duvidar de si agora que está nadando em cima do dinheiro? – Eu acabo rindo. – Ainda vamos nos estressar muito um com outro, Aria. Bem mais do que quando nos conhecemos. Eu te escolhi pela sua força e não pelo rosto

[...]

Sabe por um lado até que foi bom ter acontecido tudo isso. – Lauren começou a falar. – Agora Ian desiste de vez dessa amizade com

Sabemos que Ian tem um bom coração e não teria chamado o Lee se soubesse que isso ia acontecer. – Reba

noite já tinha caído e estávamos sentadas na parte de trás do iate tomando algumas doses de tequila. Todo esse assunto do Lee não está me fazendo bem. Então quero esquecer esse assunto e o que aconteceu mais cedo, resolvi mudar