Ceo Vadia nas alturas Capítulo 24

sprite

Hoje resolvi ir trabalhar no restaurante.

– Eu acho que alguém queria manchar sua imagem. – Ísis voltou no assunto da notícia da Playboy.

– Também acho, mas não vou focar nesse assunto. Preciso mostrar minha autoridade, não estão me levando a sério.

Foram poucas, mas teve alguns sites falando que meu sucesso no restaurante foi por causa do Matthew. Claro que sem o dinheiro dele seria difícil pra mim, mas ele só entrou com a verba o resto eu fiz tudo. Claro que recebi alguns convites, estão me vendo mais como socialite do que empresária. E como num convite fez um alarme todo. Ter um convite para posar nua como destaque só vai piorar as coisas para mim. Depois de ontem recebi mais cinco convites para posar nua.

– Vamos abrir uma filial.

– Oi? Aria, faz quase três meses que você abriu esse. – Ísis começa a dizer. – Você está para entrar no universo da moda agora, uma filial agora requer viagens e muita atenção. Você não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Suspiro e apoio o rosto na mão.

– Você tem razão. – Eu penso um pouco. O que vou fazer? – Ok, restaurante não é o foco. Precisamos de um evento grande. Aqui na cidade mesmo ou próximo. Matthew não pode saber e muito menos a Olícia. Preciso fazer isso sozinha.

– Tá bom. – Ísis me olhou confusa. – Mas qual é exatamente o plano?

– Eu vou ser uma das modelos! Dê preferência aqueles que expõem joias. É um evento mais fechado, mas com muita imprensa e pessoas importante do mercado.

– Tá bom. – Ela fala animada e volta a me olhar. – Aria, você sabe desfilar?

– Hum, acho que sim. Lauren não está na cidade então não posso pedir sua ajuda. Ísis consegue alguém para me dar algumas aulas. – Sorrio positiva. – Não precisa ser perfeito, eu só não posso fazer feio.

Em casa me encontro com Anna.

– Boa noite, Anna.

– Boa noite, senhorita… Boa noite, Aria.

Deixo minha bolsa no sofá, eu estou exausta.

– Estou morrendo de fome. Matthew já chegou?

– O jantar está pronto. O Sr. Dawson pediu para avisar que foi preciso fazer uma viagem de emergência. – Anna diz.

Eu paro de andar, mordo o lábio e pego meu celular. Ele não mandou uma mensagem e não ligou. Pego a minha segurando com mais força e vou em direção às escadas.

– Não vai jantar…?

– Pedi a fome.

[…]

Faz três dias que não vejo ou falo com Matthew. Sei que está vivo por causa da imprensa e o Martin que veio me ver pessoalmente. Claro que foi o Matthew que mandou, porque se dependesse do Martin, ele me mandava de volta para minha cidade. Faz meses que estou aqui, esse cara nunca vai gostar de mim. Ah, faz três dias que estou tendo aulas para desfilar com Gisele Bündchen. No começo ela negou e falou que não dava aulas, mas eu expliquei toda a situação e no final ela super me apoiou.

Hoje faz cinco dias que não vejo e falo com Matthew, mas no momento estou pouco me importando com isso. Durante os últimos quatro dias eu tive aulas com Gisele Bündchen, nesse pouco tempo ela me mostrou e ensinou o máximo possível. Agora preciso me concentrar e não fazer feio. Até porque quatro dias de aulas, eu não seria uma modelo profissional.

Para minha sorte o evento para mostrar as joias do Tobias Jung vai ser aqui mesmo em Nova York. Corri com a Ísis e conseguimos ter acesso ao camarim. Procuramos uma modelo que vista o mesmo tamanho que eu ou perto. Sou baixa comparado ao tamanho ideal dessas modelos, mas conseguimos uma.

– Oi, tudo bem? – Eu sorri simpática.

– Oi, você é da maquiagem?

não. – Dou um passo para o lado mostrando a Ísis, a mesma abre a maleta. – Mas estou disposta a te dar 200 mil para me deixar desfilar no

a plaquinha com meu nome no lugar da antiga modelo. Sorrir de orelha

Barnes. – A maquiadora leu meu nome. – Está

– Sim.

da maquiagem e cabelo eu fui para roupa e logo em seguida colocaram o colar e os brincos em mim. Eu me olho no espelho. Uau, eu estou tão linda. Respiro fundo e sorrio para minha imagem no espelho. Está na hora. Ficamos uma atrás da outra e ao som da música foi entrando uma de cada no seu tempo. Fico atenta para ver o tempo certo de entrar. Tobias Jung está bem na entrada para ver a reação do público. Então temos que passar

eu não te conheço. – Ele diz quando paro no lado dele. – Não lembro de você no

estou substituindo uma das modelos. Ela não estava se sentindo muito bem. – Eu passo a mão na barriga demonstrando que ela estava com dor