Ceo Vadia nas alturas Capítulo 26

sprite

No dia seguinte eu saio do quarto vestida com um roupão e a cara toda amassada. Oito horas da manhã, meus planos era acordar depois de meio dia, mas perdi o sono. Ainda estou chateada com Matthew e vou para cozinha torcendo para que ele já tenha saído para trabalhar e para minha sorte ou azar encontro com ele na cozinha tomando seu café. Ele dá um meio sorriso quando me vê.

– Bom dia.

Eu me sentei bem longe dele.

– Bom dia. – Respondo por educação e ele sabe disso.

– Você se saiu muito bem ontem. – Encho meu copo com suco. – Meus parabéns. Imagino o trabalho que teve e nem precisou da ajuda do Martin. – Continuo quieta. – Aqui. É para você.

Estou tão concentrada em ignorar ele que não percebi a caixa preta em cima da mesa. Matthew colocou do meu lado. Olho para a caixa e pego sabendo o que é. Aquelas jóias parecem estar mais bonitas hoje. Um par de brincos e um colar. Ele realmente comprou as joias que pedi. Fecho a caixa, deixando no meu lado ali na mesa e volto a tomar meu café.

– Obrigada. – Agradeço.

Matthew abre a boca, mas logo fecha. Como esperado, tomamos o café em silêncio. Matthew volta para o quarto para tomar banho. Pego meu remédio e um copo d'água. Na sala contemplando aquela vista maravilhosa.

– Está passando mal? – Ouço a voz do Martin.

Olho para o remédio em minha mão e dou de ombros.

– Não. É só o anticoncepcional. – Coloco na boca e bebo água.

– Você está tomando anticoncepcional para não engravidar? Isso é quebra de contrato, Aria. – Martin me olha em busca de explicação, mas não deixava eu falar. – Você aceitou ter um filho com ele. Já passou de dois meses que está aqui. Matthew está sabendo disso?

– Sim, ele está sabendo. - Comecei a ficar irritada. - Foi ele que falou para mim tomar.

Martin suspirou.

Onde está ele? – Sem esperar uma resposta ele subiu as escadas.

ele não entendo esse estresse todo. Pouco tempo depois escuto vozes alteradas. Não vou me envolver. Não vou me envolver! Vou à lavanderia torcendo para ter roupas limpas minhas lá. Encontro com a Anna. Não disse nada e eu peguei as minhas roupas, recebendo um olhar severo. Vou para o quarto de hóspedes para me trocar, eu não me arrisco em tentar ouvir o que Matthew e Martin estão falando.

Encho a banheira. Meus planos é demorar e muito no banho. Sim, estou evitando o Matthew. Sim, depois da reação do Martin, eu quero me manter mais longe ainda. Não tenho culpa e tenho certeza que Martin acha que convenci o Matthew de não ter filhos agora. Como se alguém conseguisse convencer Matthew de alguma coisa. Coloco um pé para dentro da banheira e ouço meu celular tocar.

Oi, Ísis. – Sento na beirada da banheira.

Bom dia, Aria. – Ouço barulho de carros. Ela está ofegante. Como se tivesse que sair correndo de dentro de casa. – Quer que eu marque a prova de vestido para qual dia?

– Prova de vestido? Como assim?

equipe de Matthew entrou em contato comigo. E… hum… Está em todos os sites de notícias sobre o

respiração, entendendo o que está acontecendo. Nego com a cabeça. Agora não Matthew. Um casamento agora vai fazer todo meu esforço ter valido de nada. Vão voltar a atenção para o Matthew, para a mulher do Matthew. E não para Aria. Abaixo a cabeça, fechando os olhos. Você tem um contrato a cumprir,

– Segunda.

– Mas na segunda…

O foco agora é o