Noite Inesperada romance Capítulo 363

Na volta, as mãos de Aurora tremiam.

Já eram duas horas da manhã quando chegaram em casa. Depois que Santiago saiu do banho, viu Aurora parada na porta, esperando por ele.

"Por que você não está dormindo?"

Santiago, com consideração, pôs o braço em volta do ombro de Aurora. Parecia que ele estava familiarizado com tais comportamentos íntimos.

No entanto, Aurora se afastou dele. "Santiago Granger, quando você descobriu?" Aurora está quase chorando. A expressão facial de Santiago ficou tensa imediatamente.

Ela estava feliz por ter pais, mas ... descobrir dessa maneira a deixou desconfortável.

Além disso, ela não podia ter certeza se era verdade.

Já estava escuro lá fora e apenas a luz da sala estava acesa. Santiago quis alcançar Aurora, mas ela afastou sua mão.

Ela repetiu: "Quando você descobriu?"

"Antes de ontem."

Santiago baixou os olhos para cobrir a frieza em seus olhos.

A razão pela qual ele manteve isso em segredo até aquele momento foi que ele estava esperando que Maxtor lhe trouxesse o relatório naquela noite, mas ele adivinhou corretamente.

"Por que você não me contou?"

Os pais que ela procurava nos últimos vinte anos estavam bem na frente dela, mas neste momento, Aurora apenas se sentia estranha. Ela tinha acabado de ver Grace, que estava sofrendo, e William, que estava com raiva e se culpando na villa da família Hampton.

Se ela não viesse, tudo isso não aconteceria?

"Aurora."

Santiago queria se aproximar dela, mas Aurora o evitava. Ela continuou repetindo: "Na verdade, é uma coisa boa. Você deveria ter me contado."

Ela estava um pouco agitada.

Como ele pôde esconder algo tão importante dela por tanto tempo?

Quão obstinado ele era? Como ele poderia esconder isso dela... Aurora de repente olhou para cima, com brilho nos olhos. "Quando você pegou meus fios de cabelo e os de Madame Chilton... para fazer o teste?"

Aurora não podia acreditar. A reação e a resistência de Santiago foram muito fortes.

Só que ela não estava familiarizada com esse lado dele.

"Ontem, pedi a alguém para fazer isso." Santiago era como uma criança que fez algo errado, e sua voz era suave.

Ele pensou que Aurora ficaria feliz e animada como uma criança, mas não esperava que ela reagisse assim...

"Aurora..."

"Vamos dormir. Já é tarde." Aurora deu seu melhor sorriso sem saber o quão sombrio seu sorriso parecia.

Ela simplesmente não podia aceitar isso tão de repente.

Grace Chilton acabou por ser sua mãe.

Queenie Hampton era na verdade sua meia-irmã?

À noite, Santiago não insistia em explicar. Ele podia sentir sua resistência quando Aurora estava dormindo em seus braços... O que ela estava resistindo? Ela estava resistindo a ele, ou ela estava resistindo para ser a filha da família Hampton?

Durante aquela longa noite, ambos estavam imersos em seus próprios pensamentos.

Aurora estava deitada na cama, sem conseguir dormir. Ela não ousava se mexer, com medo de acordar Santiago. No entanto, seu coração estava pesado, como se houvesse uma enorme pedra pressionando-o, impedindo-a de respirar direito.

Se o que Santiago disse era verdade, então como ela deveria encarar isso...

Ela não sabia.

Depois de uma noite sem dormir bem, Aurora apareceu no café da manhã com um par de olheiras escuras, como um panda...

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: Noite Inesperada