Nosso Passado Capítulo Quatro - 4

sprite

Parte 4...

Com apenas quatro semanas ela se viu casada com Haroldo e foi uma reviravolta. Passou por uma bateria de exames, uma equipe ligada a moda e beleza que lhe deu toda atenção e ficou com ela por duas semanas, ocupando quase que todo seu tempo lhe dando aulas e dicas sobre tudo que era relacionado a esse mundo.

Ela aprendeu como se maquiar até chegar a fazer isso sozinha. Mudaram seu cabelo, roupas e criaram um estilo baseado nas preferências dela. Até mesmo o modo de falar lhe foi ensinado.

Para todos em volta ela passou a ser conhecida apenas como Neli Ferroso. Foi enviada para a Toscana, na Itália, onde o marido tinha uma propriedade de mais de quinhentos anos de idade. Era o lugar mais lindo que ela já tinha visto no mundo e para sua situação, era o mais perfeito também.

Lá ela tinha aulas de etiquetas, idiomas e negócios. Tudo organizado pelo marido, que lhe dava muito, porém lhe cobrava muito também. E ela tentava fazer valer esse investimento dele.

Os empregados do local a tratavam com respeito e carinho e havia uma equipe médica à sua disposição. Era tudo muito organizado e os dias se passavam cheios.

Haroldo ficava com ela quatro dias na semana e a tratava como uma rainha. Sempre atencioso com ela, falava do bebê como seu filho e aos poucos foram se conhecendo mais.

No entanto, ele nunca a tocou como homem, além de beijos e carícias que não iam adiante. Ele se mantinha firme em não incomodá-la sexualmente até a criança nascer.

Para todos ele falava com orgulho que seria pai e ela sentia que era verdadeiro.

Sabia que algumas pessoas falavam da diferença de idade etre eles. Haroldo com trinta e oito anos e ela com dezesseis. Havia muita fofoca, que eram sempre contestadas por Felipe e outras pessoas que estavam ao lado deles, sabendo realmente do que acontecia ali. Mas ela aprendeu a não dar importância a isso.

No aniversário de dezessete anos dela, ele a levou à Paris e no alto da Torre Eifell, ele revelou que a amou no instante em que a segurou no banco da praça. Que foi algo muito forte para ele. Amor à primeira vista, afirmou.

Ela quase não pensava em Mathias e chorou emocionada quando Haroldo tocou sua barriga e disse que estava ansioso pela chegada do filho deles.

Foi um dos momentos mais bonitos que tiveram juntos. Outros tantos vieram depois, mas esse foi o começo deles.

era gentil e amoroso. Conversavam sobre vários assuntos. Ele se abria com ela e Anelise devolvia a confiança. Ficaram unidos como unha e carne. Havia muita cumplicidade entre eles.

Nas poucas vezes em que brigavam, nunca viravam o dia sem antes fazer as pazes, mesmo que isso levasse tempo. Ele ia a todos os exames pré-natal, às compras para o bebê e ficou ao lado dela na hora do parto.

Quando o médico disse que teria que fazer uma cesariana após dez horas de trabalho de parto, ele ficou muito nervoso por ela e

E quando retiraram seu pequeno Alan de seu ventre e o colocaram nos braços de Haroldo, ele chorou como um menino. Tinha um amor enormee sincero por ele. Alan era seu filho.

Com tanta demonstração de atenção, carinho e amor, ela passou a querer que ele a tomasse como homem, que fossem mesmo um casal em todos os sentidos. Queria estar com ele e finalmente um dia isso

E foi bom demais.

**************

no quarto dormindo e ela estava se preparando para dormir também. Acabara de colocar a babá eletrônica em cima da mesinha ao lado da cama quando ele

olhou para ele e sorriu ao entender que aquela seria a primeira vez para

foi extremamente calmo e carinhoso, mesmo sabendo que ela também o queria, mas fazia tempo para ela. Repetia que a amava muito enquanto faziam amor e isso a levou ao prazer mais de uma vez

diferente de Mathias, mas a enlouquecia na cama também e isso a fez pensar que tinha dado um passo certo pela primeira