O CEO Noivo Da Minha Irmã Um Amor dos sonhos As sequelas

sprite

Cap.15

O CEO Noivo Da Minha Irmã

Adrian

Demorei alguns dias para entender, o que houve comigo, mas não há mais o que fazer, estou sem enxergar, e sem memória talvez temporalmente por que nenhum exame deixou claro qual a causar dessa sequelas, mas a última coisa que lembro é de está comemorando meu noivado com a Karina, mais isso ocorreu há meses atrás, e o meu incidente tem pouco mais dez dias, então tudo que sei, que foi me dito e contado por minha noiva, e meus pais, e que ela Karina sofreu um acidente de carro a quase dois meses atrás na Grécia em Atenas em frente ao meu prédio, e que logo depois viemos para os EUA em busca de tratamento para sua recuperação, porém eu fui a uma corrida nos arredores de São Francisco, e depois no fim do dia perdi o sentidos no hotel, segundo Karina a irmã dela que não me lembro foi quem me socorreu, mas essa moça foi embora para o Brasil por causa de um problema com a mãe dela.

A equipe médica está totalmente satisfeita com minha recuperação, apesar da perda temporária da visão e da memória, coisa comum em casos de acidente vascular cerebral.

Meu amigo médico cirurgião neurologista Nathan Mussi esteve comigo e cuidou de mim, mas teve uma emergência médica em New York, e viajou antes que eu fosse acordado, mas ele me deixou em boas mãos, e agora estou indo para casa imediatamente, pois odeio hospital e estou ótimo, além disso eu não quero que a mídia, saiba que fiquei um cego inválido, e Karina está até cuidado das minhas redes sociais, e atendendo minhas ligações no celular, eu não tenho humor, ou paciência para nada, já que viver e está no escuro é um desafio assustador, mas o pior é ter que depender de todos, eu não sei fazer isso, e estou enlouquecendo com a possibilidade de nunca mais voltar a ver, porém o médico me afirmou que o meu caso não é permanente, e estou confiante que ele tenha razão.

Karina está sendo carinhosa, como sempre foi, mas acho que está ainda pior que antes, o clima entre nós, eu realmente nunca tive atração sexual por ela, mas agora é ainda mais nítido, eu não sinto vontade nenhuma nem beijá-la, e estou a afastado com a desculpa de está com dor de cabeça, ou com tontura.

Porém, minha mãe Argila está totalmente de acordo com a Karina que o casamento pode ser feito em breve, pois agora mais do que nunca eu preciso de uma esposa, segundo ela para cuida de mim, e lhe dar netos, pois ela não quer perder a chance de conhecer meus filhos, já que eu não sou mais tão jovem, e a prova disso foi o problema que passei, eu realmente não quero discutir, e estou deixando elas continuarem com os preparativos para o casamento, mesmo ainda no hospital.

Três meses depois...

Estou na casa dos meus pais na Grécia, desde que voltei dos EUA, e ainda não consigo ver nada, e sigo cego, passei em várias consultas com especialistas em Atenas em oftalmologia, e nada foi encontrado, e só tenho que aguardar, com menos paciência do que nunca, voltei ao trabalho na esperança de tentar ter uma rotina produtiva, até contratei um secretário, na verdade um enfermeiro com especialidade em pessoas cegas, pois ainda não quero que os outros saibam minha condição, que é passageira, pois não admito ter uma vida miserável sem sequer enxergar um mísero flash de luz.

O casamento estou conseguindo adiar, apesar da pressão dos meus pais, que sinceramente, não suporto mais, pois não quero me casar só para ter alguém que cuide de mim, já que meu plano para o maldito casamento era ter o controle da empresa Klosks, e não só ser casado.

Na empresa por enquanto, até conseguir a vitória do projeto de modernização, de 20% do plano principal, então ao menos nem tudo está perdido, e sei que manter o anonimato do meu estado está contribuindo para isso, já que nem o merda do meu primo

Mas, isso só poderá continuar se eu tiver uma melhor autonomia, Karina continuar sendo uma profissional perfeita em administração e me ajuda em tudo, e o enfermeiro profissional que contratei também, pois Fred é excelente e discreto e a dias tem falado comigo, que talvez fosse preciso eu ir em busca de uma forma de conviver com meu problema.

Ele até fez algumas pesquisas, na internet e acabei aceitando, e então estou indo para São Francisco nos EUA, para um centro de referência em cegos, e vou receber um treinamento em tempo record, e de forma totalmente diferente do convencional, pois o centro devolver praticamente cem por cento da independência dos seus pacientes frequentadores com método prático e com eficácia para todos tipos de perda

precisarei me empenhar bastante, mas sou um esportista e um vencedor e portanto, estou pronto e trabalhando meu psicológico desde já para a maior batalha da minha vida, pois farei o melhor e serei totalmente independente, muito em

Karina está indo comigo, para os EUA, ela realmente não merece o meu desprezo, pois mal deixo ela me dá um selinho, não sei se vou conseguir me casar com ela, pois não rolar nada, entre nós, não tenho dúvida que não somos compatíveis, ela porém está tão calma e paciente, e mais uma vez tentar me convencer que me ama, e por amor ela irá aguardar o tempo que for, porém eu penso totalmente ao contrário, e tento deixar claro para

sei, se posso te manter ligada a mim assim Karina, pois isso não é justo