O CEO Noivo Da Minha Irmã Um Amor dos sonhos Ele vai voltar a ver

sprite

Cap. 23

O CEO Noivo Da Minha Irmã

Gisele

Novamente estou vivendo o mesmo pesadelo de quase três meses atrás, mas dessa vez é ainda pior.

Rapidamente Adrian foi levado para o hospital, e fui com ele e Nathan na ambulância, e definitivamente eu não estou sabendo lidar com a incerteza e o medo de voltar de novo para o hospital.

Nathan dessa vez, não me acalmou como antes, e estou tentando não desaba na sala de espera do hospital, pois ele está operado o Adrian em emergência, e só posso pedir que um milagre aconteça, já que foi tudo às pressas e como médico Nathan não teve tempo de explicar nada, só me disse, que iria fazer o melhor e salvar-lo.

Estou nervosa e chorando muito, pois eu não quero imaginar que ele pode partir sem ao menos ver o nosso bebê, ou sabe da sua existência.

Pelos céus, uma angústia me consome e as horas vão se arrastando lentamente, mas preciso ser forte e pensar positivo, Adrian é jovem e forte, e não posso acreditar que ele me deixe.

Sei que é loucura pensar assim, já que nem juntos estamos, porém eu não consigo pensar de outra maneira, mas ainda não acabou e ele não saber que teremos um filho, é realmente uma esperança me fez começar a súplica aos céus, e por horas segui fazendo isso.

Quase três horas depois...

Finalmente vejo o Nathan vindo em minha direção, e sem nenhuma cerimônia ele me abraça, e para o meu alívio ele começa a dizer o que tanto implorei aos céus.

— Ele está bem, Gisele, e fora de perigo!

— Graças aos céus, muito obrigada por salvar-lo, Nathan!

Falo com emoção e com olhos marejados, pois não consigo disfarçar meus sentimentos.

— Por nada, me sinto aliviado por ajudá-lo.

— Por favor Nathan, me conta o que aconteceu com Adrian dessa vez?

— Ele repetiu o mesmo processo de antes, mas dessa vez precisou operar, e talvez foi o melhor, pois o primeiro quase acidente vascular cerebral, não foi feito o cuidado necessário, pois era cirúrgico Gisele, por isso ele estava cego!

— Como, não entendo?

— Aconteceu um coágulo, sobre uma parte próxima a córnea, algo de milímetro, que com exames convencionais não foi detectável, porém precisei abrir próximo, e então pude intervir, e notei que foi esse o motivo que desencadeou o segundo acidente vascular cerebral.

— Não estou entendendo, mas o que você quer dizer é que ele vai voltar a ver?

— Sim, é digo mais, Adrian teria que ter feito essa cirurgia, a meses atrás, não posso entender porque não foi feito assim que notaram sua perda de visão, pois isso é o protocolo!

— Como pode isso, Nathan?

— Infelizmente, médicos também erram, Gisele, pois somos humanos, mas se eu estivesse com ele teria visto isso, porém infelizmente não estava lá, e você sabe muito bem o motivo, mas agora tudo vai ficar bem, e tenho certeza que agora não haverá sequelas, e espero que muito em breve ele acorde e volte a viver plenamente.

— Ah Nathan, muito obrigada!

— De nada, mas infelizmente Gisele eu não posso deixar de avisar os pais dele, e sua irmã que é a noiva dele, porém eu sei que você quer vê-lo, então aproveita, pois daqui a pouco, ele estará pronto para receber visitas, e você pode fica um tempo lá, porém não acho que será diferente da outra vez!

— Sim, eu sei, vou ficar enquanto puder, e depois vou me retirar, não vou criar problemas, pois realmente ele terminou comigo, e não temos nada mais.

Infelizmente comecei a chorar de novo, pois estou muito emotiva e choro a toa, mas Nathan de novo me consola.

— Não chore menina, seja forte.

— Aí Nathan, eu não sou forte, até tento, mas é tanta coisa dando errado!

— Então, chore minha querida, estou aqui.

Infelizmente chorei, nos braços dele ainda mais, pois realmente não tenho forças e definitivamente estou terrivelmente

Nathan por fim me levou até o sofá, e me fez sentar, e pegou o seu celular do bolso, enquanto ainda segurava minha mão, e depois ele ligou e falou com os pais do Adrian, e por último com a Karina.

O meu nervosismo enfim passou, e consegui me acalmar, e então Nathan fez outra ligação, e em seguida me fez ir com ele até o local para higienização e depois fomos até o quarto de UTI.

Um frio horrível senti ao entrar, e ver o Adrian no quarto todo cheios de fios, e com máscara de oxigênio no rosto e com a cabeça com uma grande faixa.

Nathan vendo meu medo, me acalmou imediatamente me explicando que estava tudo bem, que era só por segurança que Adrian estava na UTI, já que afinal ele saiu a pouco tempo do centro cirúrgico.

Com incentivo do Nathan, me aproximei, e peguei na mão do Adrian, e em seguida ouvi o clic da porta, Nathan me deixou sozinha no quarto com Adrian, e então não me contive.

O toquei, e fiquei fazendo carinho nele, e só depois de um tempo, o Nathan entrou e me avisou que era melhor eu ir, e que depois ele me ajudaria a ver o Adrian, afinal agora o hospital é dele, e por isso são suas regras.

Sinceramente me senti morrer ao sair e ter que deixá-lo, mas Nathan tinha razão, eu não merecia ser humilhada.

Em casa, o clima da festa estava sendo desmontado, e pelo que entendi Julie não fazia ideia do que aconteceu, pois foi escondido da menina o ocorrido, e o pai dela infelizmente perdeu a hora dos parabéns, mas ela estava feliz porque seu pai foi salva uma vida, e ela tinha orgulho de ser a filha do melhor médico do mundo.

Já minha ausência, foi explicada com a desculpa de que eu fui ajudar o pai dela.

Beatriz, está conversando comigo e relatando tudo, e em seguida ela pergunta sobre o Adrian, e estou agora contando tudo a ela.

— Realmente incrível, a sorte do rapaz, meu irmão o salvou e agora ele vai voltar a enxergar!

— Sim, eu torço para que ele fique

Beatriz me interrompe, segurando meu ombros e me

— Giza, não precisa disfarçar, pois eu sei querida que você o ama, e isso nunca vai

Desculpa Bia, mas seu irmão e eu nunca poderíamos ser nada um do outro como casal, e eu não queria falar sobre isso agora, mas eu vi o Nathan e Sussie aos beijos

Isso não me surpreende, na verdade, eu já sei disso tudo Gisele, e infelizmente Sussie foi mandada para o colégio, após a

— Nossa, sério?

— Sim, os pais dela partiram imediatamente, e estão furiosos com ela, e definitivamente estou com pena, da

— Mas, porque?

Eles estão culpado somente ela, pelo seu comportamento sem decoro e atrevido, e me parece que Sussie queria ficar morando aqui, e como Nathan não estava ela confessou que eles estavam tendo um caso, e você pode imaginar o tamanho do escândalo, e como o pai dela

— Que triste, coitadinha.

Sim, nós tivemos que segurar ele, pois ele bateu na filha, por ela se atira para cima de um homem comprometido, pois o casal Defronte pensa que você está gravida do genro

— Pelos céus, e você não desmentiu