O CEO Noivo Da Minha Irmã Um Amor dos sonhos Você está louquinho

sprite

Cap. 27

O CEO Noivo Da Minha Irmã

Gisele

É tão bom dormir com o Adrian, porém infelizmente acordei com o meu telefone tocando.

Imediatamente atendi, e saí da cama e dos braços dele tão aconchegante, estou sonhando só pode, ainda toda boba fui até próximo a janela, tentando falar baixo para não acordar ele.

Mas, foi um pouco assustador ouvi o choro intenso da Julie, ao fundo, mas Nathan logo falou comigo me pedindo que eu não ficasse preocupada, e só falesse com a pequena menina para ela se acalmar, pois Julie já está pensando que eu a abandonei, então ele passou o telefone a ela, e tento acalma-la.

— Mamãe eu quero você, vem para casar!

Implora a menina, chorando e falando ao mesmo tempo, respirei fundo morrendo de dó dela, e comecei com todo carinho e paciência fala com ela.

— Amor, eu não posso estou com nosso amigo, mas eu vou para casar daqui a pouco, e podemos dormi na sua cama como você gosta.

— Que horas você vem, pois preciso de você mamãe, e o senhor sem nome não é mais meu amigo, pois meu papai me disse que ele que tira você de mim, e que você não viria mas para casa, e então você promete vim para casa?

— Sim, eu vou chegar antes de você dormir, e prometo dormir na cama com você.

Julie finalmente se acalma, e passa o telefone para o Nathan, e agora ouço sua voz contida sem chorar, dizendo ao pai dela que conseguiu me trazer para casa, Nathan todo sem graça, me pede desculpas.

— Sinto muito Gisele, por te causar esse transtorno!

— Não Nathan, por favor não se culpe, por isso, pois nós dois já deveríamos prever isso, e o Adrian deve entender que...

— Ei, o quê eu devo entender, Gisele?

Tomei um susto, pois não fazia ideia que o Adrian, estava ouvindo a conversa, então encerrei a ligação com o Nathan, e fui conversar com ele, pois o próprio Nathan ouviu, e me pediu para deixar o Adrian calmo, já que ele ouviu o ton nervoso da pergunta do Adrian. Então comecei a tentar explicar, para evitar que ele se alterasse mais.

— Me desculpa Adrian, pois eu preciso ir para casa...

— Não, nem precisa tentar explicar, pois já entendi tudo!

— Adrian, que bom que você está entendendo, pois eu não posso deixa…

— Basta, já entendi tudo!

— O quê você entendeu, Adrian? E, porque você está nervoso comigo, quase gritando?

— Por que, Gisele? Dei-me vê, porque você acaba de dizer que vai dormir com seu amante, e queria o quê?... Que porra, para de ser cara de pau, pois você queria que eu reagisse de qual maneira?

— Oi, como assim? Adrian por favor, isso não é verdade, você está fazendo confusão!

— Chega, Gisele, olha eu não sou retardado, e ouvir muito bem, você prometendo ao Nathan, o chamado de amor, e dizendo nosso amigo.

— Pelos céus, você não está bem Adrian, pois o doutor Nathan e eu não temos absolutamente nada,

Porém, mesmo afirmando e tentando me aproximar do Adrian, ele se esquiva, e me olhar com olhar ameaçador.

Sai daqui, e quer saber, eu nunca acreditei totalmente em nenhum momento que você e o doutor não estivessem juntos, pois você, Gisele, é uma mulher linda e muito intensa, e isso eu me lembro, pois tive um sonho de uma das nossas transas, então definitivamente você não ficou sem sexo esse tempo todo!

Adrian, por favor, você não pode está pensando isso, pelos céus!

Olha Gisele, eu estou pensando isso e muito mais, e só não entendo por qual razão você veio com esse papo de volta comigo, se está com o Nathan, ah eu sou mais rico que ele, então talvez seja por isso, você quer quem vale

— Minha nossa, Adrian, me deixe chegar perto de você, eu juro que posso explicar, pois o que você ouviu não era para o Nathan, era para a Julie.

— Mentirosa, agora você quer me fazer dúvida do que ouvir, você falou o nome dele, eu ouvir tudo, e não fiz confusão nenhuma, agora some daqui, e sobre esse bebê que você esperar, eu quero o DNA, pois caso seja meu, eu farei o que for preciso por ele, mas de resto é só, agora

— Adrian, você não pode está falando sério, por favor, eu não vou sair daqui até você me ouvir e entender que era para a Julie que falei tudo aquilo, e não para o

você dever ser uma vadia mesmo, assim como a Karina falou, e provalmente só me quer por que tenho mais dinheiro, ou talvez quer manter nós dois na sua cama, já que somos amigos como o tal

— Não, por favor, Adrian.

— Qual problema, admita!

— Não, isso nunca, pois eu não quero uma relação a três, e nem o seu dinheiro Adrian, já que eu posso trabalhar, e quer saber, eu vou embora, pois você não pode ser altera assim, e eu não tenho nada com o doutor Nathan, e quando você estiver bem, e raciocinando direito, eu volto, ou então você pode ir me procurar, pois estarei na casa do Nathan, mas pela Julie e não

— Vai, der assistência ao doutor, e faça muito sexo com ele, mas não espere que eu te aceite de volta, pois eu não sou um corno manso, e que saber, não volte, pode ficar por

— Minha nossa, você está louquinho, Adrian!