O SÓCIO DO MEU MARIDO 33

sprite

Alicia Rogers narrando

Eu decidi mudar tudo em mim e vai fazer algumas semanas que estou vivendo uma constante mudança na minha vida. Primeiro resolvi deixar de ser boba, aceitar tudo que Jonas e sua mãe queria que eu aceitasse, resolvi mudar, me colocar na frente de todas as decisões, confrontar e fazer as minhas próprias escolhas. Eu também decidi mudar e ser feliz, não queria mais sofrer, eu só queria ser feliz e nada mais. Eu me escolhi, escolhi o amor-próprio.

Alice Rogers de agora não é a mesma de cinco meses atrás, eu tive uma mudança imensa, foi tão grande que mudou até mesmo a forma do Jonas falar e se comportar comigo, hoje ele não ditava mais regras, a gente sentava e ele me escutava. Jamais Jonas aceitaria que sua mãe saísse da sua casa e ele aceitou quando eu a mandei ir embora.

Eu me olho no espelho com meu novo visual, Jonas gostava de cabelos longos e nunca deixou que eu mudasse o tom do meu cabelo nem mesmo clarear um pouco mais ele, ele não gostava de cores fortes na unha e muito menos maquiagem um pouco mais chamativa e iluminada, eu tinha cartela de cores para seguir em tudo, nas roupas, calçados, acessórios, maquiagens, cor de unha etc. Só que agora, eu resolvi ignorar tudo e eu não iria mais aceitar que ele decidisse mais nada na minha vida.

- Você ficou linda – O cabelereiro fala – Alicia, já era impossível você ficar ainda mais linda, mas você conseguiu. Esse corte de cabelo ficou moderno e não aquele cabelo horrível, longo que não combinava nada com você.

- Realmente – eu falo – eu pareço uma nova mulher – eu sorrio me olhando no espelho.

Eu tinha cortado mais curto meu cabelo, um pouco abaixo do ombro, tinha deixado meu cabelo mais leve e minha aparência também. Ele tinha feito uma maquiagem mais iluminada e colocado um batom que destacava mais a minha boca, ele tinha marcado os meus olhos e deixado meu rosto bem elegante. As minhas unhas eu fiz alongamento e pintei elas com um vermelho elegante, tudo que destacava e combinava comigo, nada chamativo e brega.

- Obrigada – eu falo sorrindo para o cabelereiro. – tira uma foto minha?

- Claro – ele fala.

Ele tira várias fotos minha e eu envio para Mateus que logo me envia mensagem me elogiando, não era apenas uma mensagem, era várias e ao entrar no carro até vídeo chamada ele fez para falar o quanto eu tinha ficado bonita.

Eu paro o carro na frente de casa e entro subindo para o quarto, para me arrumar. Os convidados iriam começar a chegar em menos de 2h e tudo precisaria está impecável.

Eu coloco o meu vestido que ele era mais colado em meu corpo, nada vulgar e sim elegante e ousado, diferente de tudo que eu já tinha usado. Jonas entra no quarto quando eu termino de colocar a minha sandália e ele me encara de cima a baixo e parecia ter ficado sem reação.

O meu vestido tinha um pequeno decote nos seios que tornava ele elegante, eu tinha colocado uma joia que ele tinha me dado em um dos meus aniversários, o vestido tinha uma fenda e marcava todo meu corpo, ele era longo o que deixou ele perfeito em meu corpo.

- Eu já vou descer, os convidados deve chegar logo – eu falo para ele. – você já está pronto?

- Já sim – ele fala me olhando.

- Então, te espero lá embaixo – eu falo para ele.

Quando eu ia passar por ele, ele pega em meu braço e me encara.

- Você ficou linda com seu novo visual – ele fala – Será a mulher mais linda da noite.

- Obrigada, essa é a intenção – eu falo sorrindo.

O meu estilo essa noite era contra tudo que Jonas exigiu durante esses oito anos e era isso que eu queria, eu queria quebrar as suas regras, os seus padrões, eu queria ser uma nova Alicia.

Ser apenas a Alicia Rogers.

Quando eu desço pela escada eu vejo o olhar de reprovação de Sonia, eu apenas sorrio passando por ela sem abaixar a cabeça, sinto o seu olhar de raiva.

- Nossa – Ana fala quando me vê – você está deslumbrante.

- Obrigada – eu sorrio – a gente não conseguiu conversar depois daquele dia, me senti envergonhada de mais.

- Fica tranquila – ela fala – Eu entendo os seus motivos e toda a sua dor, você merece ser feliz- ela me abraça – seu segredo está bem guardado.

Eu sorrio para ela.

Vai passando as horas e todo mundo começa a chegar, eu estou ao lado de Jonas e de sua mãe recepcionando cada um deles, Sonia era intrometida de mais e se achava a dona da casa durante as festas, ela sabia que a gente não iria discutir na frente de todos e por isso faz essas coisas.

Mateus entra, cumprimenta a nós três, dar os parabéns para Jonas e depois me encara se afastando, o tempo todo a gente trocava olhares.

Sonia nos cuidava o tempo todo.

Eu me afasto saindo da sala onde acontecia a recepção e Mateus vem atrás de mim.

- Você está linda como sempre – ele fala.

- Obrigada – eu falo sorrindo – Você me incentivou a mudar.

- Estou feliz em saber disso – ele me olha – era eu que queria está ao seu lado naquela recepção, ter você como minha esposa. Alicia, quando tudo isso acabar, eu quero que você se torne a minha esposa.

- Eu não vejo a hora de tudo isso acabar para que a gente viva sem ser escondido – eu falo – agora eu preciso ir – ele pega em meu rosto e me dar um beijo

- Eu vou ficar te admirando de longe – ele fala e eu sorrio para ele.

Eu volto para sala junto de Jonas e vejo de longe quando a ex-mulher de

- Quem são eles? – eu pergunto.

Ela carrega com ela uma sacola.

- Ex mulher de Mateus, Alana Souza e seu pai Dioniso – Jonas fala.

Ele voltou com ela? – eu questiono.

- Não, estou fazendo alguns negócios com ele. Eu imaginei que ela iria vir, Mateus vai me matar – Jonas fala – ele odeia a sua ex-mulher com todas as forças do mundo.

- Por quê? – eu questiono.

- Ela tentou dar um golpe nele – Jonas fala – roubar tudo que ele tinha, o casamento deles não durou nem dois meses porque ele descobriu que ela estava desviando dinheiro das suas contas bancárias e das empresas.

- Que horror – eu falo. – como faz negócio com o pai

É ele que precisa de mim e não eu dele –

Eles se aproxima de nós e o pai dela cumprimenta Jonas e depois a mim.

nome é Alana, prazer – ela fala para

Alicia Rogers, seja bem-vinda a nossa casa – eu

Jonas Yang, parabéns. Eu não o conhecia pessoalmente ainda – Mateus se aproxima encarando a ex-mulher e eu o encaro – mas como faz negócios com meu pai e nos convidou para nossa festa, eu resolvi trazer um presente para você em nome de

- Obrigado – ele fala entregando.

está ao lado do Jonas e eu do outro lado, Mateus está atrás de nós. E os dois na nossa frente, pai e filha. Os outros convidados estão espalhados

Esse presente espero que seja muito especial para você e sua família e que traga muitas coisas boas – ela

- Fiquei curiosa – eu falo.

Acredito que Jonas vai gostar e você também – ela fala

começa abrir o presente e parecia ser um quadro, ele começa a desembrulhar ele e quando eu percebo o que era, eu fico paralisada, olho para Alana que tinha um sorriso em seu

O que é isso – Jonas fala olhando para o quadro onde eu estava pintada nua, ele respira fundo e tenta se manter calmo, mas fica pior quando ele ler o nome do seu amigo no canto da

É, eles tem um caso – ela fala – olha a data do quadro e veja que foi quando eles chegaram. – ela sai andando

para trás para Mateus que dar de ombros e me diz baixo sem sair sua voz que não sabe como ela conseguiu o quadro, ele está nervoso e deixa o copo de champanhe em cima de uma mesa porque estava quase

– eu falo

Alicia – ele me olha fechando os olhos e respirando fundo, ele está muito nervoso, suas mãos tremia olhando para aquele

eu te explicar – eu