Sob a Guarda do Sr. Russell romance Capítulo 7

A multidão ficou em êxtase com tudo que estava acontecendo. Poucas pessoas sabiam o que havia acontecido com Lilian depois que ela desapareceu da indústria, muito menos de seu relacionamento com Natanael.

E claro, os repórteres eram os mais empolgados. Acreditaram que só conseguiriam escrever um artigo de notícias comum sobre o evento desta noite. Não esperavam que houvesse casos de plágio, traição e talvez muito mais. Sabiam do sucesso das notícias, especialmente num evento de premiação da indústria de beleza.

Lilian observou que enquanto Natanael caminhava em sua direção ele dizia com pesar: “Você faz parte de nós na MN Inc. Quando você se tornou uma alpinista social e se mudou para outra empresa? Você não me informou, e... você até levou o produto da minha empresa com você?”

Sua voz não era alta, mas como havia um microfone ao lado dele, todos na plateia podiam ouvi-lo.

“Ela é uma traidora então. Agora vejo por que há uma questão de plágio”, disse alguém percebendo a situação.

“Todo mundo a elogiava muito naquela época. Lembro que a mídia exagerou no talento dela quando ela ganhou o prêmio de Melhor Revelação. Olhe para ela agora. Tsc…”

“É crime roubar informações confidenciais de uma empresa. Devemos chamar a polícia!”.

“Ela não tem olfato, e nem consciência. É bela e gentil, mas qual é a utilidade disso quando se é ladra?”

Os participantes demonstravam desaprovação e desagrado quanto a Lilian, e Natanael se esforçou em reprimir sua presunção neste momento. Embora não tivesse ideia do que estava acontecendo, pelo menos conseguiu salvar sua empresa da crise atual.

Então ele olhou vitorioso para o responsável pela Renascimento, fingindo bondade enquanto dizia: “Acho que sua empresa deve ter entendido mal alguma coisa e foi vítima de engano. Tudo não passa de um mal-entendido. Certamente, vocês não tiveram culpa, foram envolvidos nesta trama. É fato que um produto pertence ao seu criador. E é óbvio que o First Love pertence à MN Inc.”

"Senhor Carbonara, você disse que...” Uma voz soou abruptamente interrompendo as palavras de Natanael.

Lilian tinha um sorriso indiferente no rosto o tempo todo. Ela se virou para olhar para Natanael e perguntou calmamente: "Você disse que estou trabalhando para a MN Inc.?" Ela estava tão calma que o deixou ansioso.

Mas Natanael conseguiu reduzir sua inquietação, já que havia pessoas assistindo toda a confusão. “Você não será mais uma de nós no futuro. É uma pena que tal coisa tenha acontecido hoje.”

Lilian riu como se tivesse ouvido uma piada e continuou a perguntar: "Eu já fui funcionária da MN Inc. no passado?"

Antes que Natanael respondesse, ela continuou: “Sr. Carbonara, parece que nunca assinei nenhum contrato com a MN Inc. Temos um acordo por escrito? Alguma vez você me deu um salário? Você tem alguma coisa para provar que eu trabalhei para sua empresa?”

"Prova? Todos na MN Inc. podem testemunhar que você trabalhou conosco antes. Que prova você precisa?”

"Isso significa que você não tem comprovação burocrática?" A pergunta de Lilian silenciou Natanael.

Ele se aproveitou da lealdade de Lilian, e realmente não havia um contrato e nem salário. Ele fez isso para evitar que ela usasse o contrato contra ele. O seu salário nunca foi adequado a sua competência e responsabilidade, e também ela não se importava com dinheiro.

Natanael pagava o seu aluguel através de sua conta bancária e Lilian não gastava muito. Ele pagava a maior parte das despesas de Lilian, que vivia com muito pouco e então considerou desnecessário fornecer um salário a ela.

Esse era um assunto delicado, comprometia a lealdade da empresa e Lilian o trouxe à tona. Mesmo que levassem este caso ao tribunal, o júri condenaria Natanael, pedindo os direitos trabalhistas de Lilian, isso no mínimo.

“Independentemente de termos provas, não há necessidade de mostrarmos para você aqui,” Melissa disse asperamente, incapaz de permanecer em silêncio depois de assistir a tudo enquanto da plateia.

Erguendo o queixo, ela olhou para Lilian com arrogância. “Aqui não é local para esse assunto. Não vou prosseguir com isso, mas espero que você vá embora neste instante”.

As palavras de Melissa pareciam ter despertado alguma lembrança em Natanael. Ele deu um passo à frente e agarrou a manga de Lilian, olhando para ela enquanto dizia: "Falaremos disso mais tarde, independentemente do tipo de mal-entendido que tivemos."

Seu olhar dizia severamente à Lilian para ouvi-lo se quisesse manter seu relacionamento. No entanto, ela já não era mais a mesma pessoa que ele conhecia.

"Senhor Carbonara, como pode não defender seus direitos depois que o Comitê Organizador identificou o Sr. e a Sra. Teixeira como vítimas de plágio? Acredito que os juízes desta competição serão justos e justos com todos nós.” Lilian deu um passo para trás e se libertou do aperto de Natanael.

Sorrindo, ela olhou para o anfitrião. “Enviamos os dados da pesquisa e a amostra do First Love aos comitês e confiamos que o resultado será justo.”

"Opa! espere aí." Natanael levantou uma mão e olhou para cima. “Como a Sra. Christian foi funcionária da minha empresa antes, é possível que ela tenha conseguido os dados da pesquisa e as amostras de nós. Se as informações forem idênticas, como o Comitê decidiria quem está certo ou errado?”

Natanael não estava confiante. Afinal, os dados da pesquisa e as amostras foram desenvolvidos e elaborados realmente por ela.

Natanael não tinha mais cartas na manga contra Lilian. Aproveitou o momento para fazer todos acreditarem que ela era a ladra e que traiu seu antigo chefe e empresa. Era a única maneira de salvar a imagem de sua empresa.

Neste momento, alguém foi até o anfitrião e sussurrou. O anfitrião endireitou as costas e olhou para Natanael. "Senhor Carbonara, não se preocupe com isso. Os juízes chegaram a uma decisão e... embora as informações, os dados e as amostras de ambos os lados sejam semelhantes, eles não são inteiramente os mesmos. Ainda há pequenas diferenças.”

"Oh?" Natanael ficou surpreso.

Melissa já estava se sentindo um pouco desconfortável ao se perguntar como suas informações, amostras e dados seriam diferentes.

Mesmo que a atenção de todos estivesse no palco, aqueles que estavam mais perto de Melissa instintivamente se afastaram dela. Ela sentia o cheiro estranho, embora tênue, mas naquele momento não poderia dar muita importância a isso.

“Os jurados concluíram que o perfume First Love é da Renascimento, portanto, é o vencedor! Parabéns!" O anfitrião não fez rodeios, anunciando imediatamente o resultado da competição.

O anúncio repentino fez Natanael ficar pálido. "I-Isso é impossível!" Ele gritou: “Absolutamente improvável! Minha empresa trabalha nesse perfume há muito tempo! Gastamos muito dinheiro e esforço no desenvolvimento do First Love. Como a Renascimento pode vencer?! First Love pertence à MN Inc., e temos evidências para provar isso!”

“O Comitê Organizador não pode suprimir pequenas empresas como nós só porque a Renascimento tem o apoio do Grupo La Beauté! É injusto para os recém-chegados a esta indústria. Embora minha empresa não tenha as melhores capacidades e tecnologia, levamos a sério a contribuição para o crescimento do setor por meio de nosso trabalho! Se esse Comitê fizer isso, decepcionará os membros da MN Inc. e de outras pequenas empresas como nós, que trabalharam duro! Você está nos reprimindo!”

Muitos ressoaram com o seu argumento. Havia apenas algumas empresas líderes na indústria de perfumaria. Muitas pequenas empresas participavam continuamente de concursos e exposições, esperando que suas marcas fossem conhecidas por mais pessoas e ampliassem suas participações de mercado. Portanto, seus esforços serão inúteis se empresas mais influente os suprimirem constantemente.

"Ele tem razão! Como os dois produtos são semelhantes, por que a Renascimento acabou vencendo?”

“Isso é roubo à luz do dia! Sr. Carbonara! Deveria chamar a polícia!”

Lilian ergueu a sobrancelha e olhou para Natanael enquanto ele se levantava, manipulando as pessoas para que confiassem nele. "Senhor Carbonara, já que você continua falando sobre evidências, deixe-me mostrar algumas”. Lilian virou-se para o lado e pegou duas garrafinhas de um dos funcionários da sua atual empresa.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: Sob a Guarda do Sr. Russell