Erro que Inicia romance Capítulo 442

Depois de desligar, Grace segurou o telefone por um momento. Então, ela respirou fundo e sorriu.

Com um objetivo na vida, seu trabalho parecia mais fácil.

Assim que ela se virou, ela viu Tyler parado em um canto. Ele estava olhando para ela atentamente.

Surpresa, Grace perguntou com um sorriso: "Tyler, por que você está aqui?"

Tyler ainda estava olhando profundamente para ela. Grace se perguntou se ela estava imaginando coisas. Seus lábios se contraíram quando ele olhou para Grace. Ele disse brincando: "Eu estava com medo de que você estivesse com fome. Se você não consegue comer nada, não seria minha culpa? É por isso que estou aqui para convidá-los a comer juntos".

"Obrigado", Grace caminhou em direção a ele e disse. "Você fica aqui e espera por Chuck. Eu vou ao banheiro por um tempo. Nós três podemos comer juntos."

Tyler parou por um momento antes de dizer: "Tudo bem, nós três."

Ele enfatizou a palavra 'três'.

Grace caminhou em direção ao banheiro.

Os olhos de Tyler seguiram sua figura se afastando. Depois de um longo suspiro, ele se virou e caminhou até um canto. Em seguida, acendeu um cigarro.

Segurando um cigarro entre os dedos finos, ele parecia muito solitário. A ponta de seu cigarro brilhava escarlate e um leve fio de fumaça flutuava no ar.

Quando Chuck chegou, ele viu Tyler nesse estado.

Atordoado, ele ficou à distância por um minuto inteiro, mas Tyler não se mexeu nem um pouco.

De repente ele entendeu algo.

Chuck tossiu.

Tyler se virou e viu Chuck. Ele sorriu e disse: "Grace me deu uma tarefa, estávamos esperando por você. Nós três vamos comer juntos."

"Desculpe fazê-lo esperar, Sr. Henley."

"Vamos," Grace saiu do banheiro naquele momento. "Já estou começando a sentir um pouco de fome."

Tyler apagou o cigarro e sorriu. "Como foi esta manhã? Como foi a entrevista?"

"Correu muito bem", disse Grace. "Com a ajuda do professor Ross, estamos muito melhor agora."

"Eu realmente tenho que lhe agradecer, Sr. Henley," Chuck continuou rapidamente. "O Sr. Henley contribuiu muito para o desenvolvimento de nossa empresa jornalística. Você tem sido uma grande ajuda para nós."

Tyler ficou surpreso. Com os olhos brilhando, ele olhou para ele. "Seu tom é realmente assustador."

Chuck riu, dizendo: "Você é engraçado, mas é realmente do fundo do meu coração. A primeira pessoa a quem devo agradecer é o Sr. Heinz, seguido por você. Vocês dois realmente nos ajudaram muito."

Um pouco surpreso, Tyler disse: "Acho que você deveria agradecer a Grace."

"Sim, eu deveria agradecer a Grace ainda mais. O Sr. Jones é o namorado de Grace, e você é um bom amigo de Grace."

Tyler deu um sorriso amargo e não disse nada.

Ele rapidamente passou por Grace e chegou à área de alimentação. Ele pegou alguns pratos e os entregou a Grace e Chuck.

Chuck encontrou seus olhos.

Tyler também estava olhando para ele, mas eles não disseram uma única palavra.

Chuck sorriu enquanto Tyler o encarava.

Grace não percebeu. Ela estava ocupada olhando para a comida. Enquanto caminhava, ela gritou: "Chuck, não coma nada com cheiro forte e forte. Isso deixará nossos entrevistados à tarde desconfortáveis".

"Claro, claro, obrigado por me lembrar", respondeu Chuck rapidamente. "Não se preocupe, isso não vai deixar as pessoas desconfortáveis. Não deve haver nada pungente por aqui. Você pode ficar tranquilo."

"Cuidado, não coma muito ou vai acabar indo muito ao banheiro e vai atrapalhar as entrevistas!" Tyler lembrou: "Mas você também precisa se preencher".

Chuck riu. "Obrigado pelo lembrete, Sr. Henley."

Tyler sorriu e disse com uma voz suave: "Obrigado também."

Chuck ficou atordoado. Ele olhou para Tyler. Havia um sorriso em seu rosto, mas parecia frio.

Chuck estremeceu. O olhar de Tyler parecia inexplicavelmente afiado e assustador.

Sentindo-se culpado em seu coração, Chuck abaixou a cabeça e mergulhou em seus pensamentos. Ele simplesmente não conseguia parar de lembrar a Tyler sobre sua posição na vida de Grace, mas não esperava que ele entendesse o que ele queria dizer.

Ele secretamente olhou para Tyler novamente. Ele era um homem notável. Naquele momento, ele ficou alto ao lado de Grace e eles pareciam realmente compatíveis.

No entanto, todas as histórias eram as mesmas. Quem viesse primeiro seria apoiado, e era por isso que Chuck torcia pelo personagem principal: Heinz.

Junto com Grace como a outra protagonista insubstituível.

Ele respirou fundo e pegou sua comida.

À noite.

Depois de entrevistar as três pessoas restantes, Grace e Chuck se sentiram um pouco cansados.

Assim que terminaram, Tyler ligou para eles.

"Grace, vá para o quarto andar do hotel. O professor Brooks está esperando por você na sala de Pearl Island. Vou chegar um pouco mais tarde, então você e Chuck podem subir primeiro."

"Ok." Grace trouxe Chuck junto com ela e correu para subir.

Quando encontraram Pearl Island, bateram na porta e entraram. Lá dentro, eles viram o professor Brooks no meio de uma conversa com outra senhora.

Assim que Grace e Chuck entraram na sala, viram os dois olhando juntos em sua direção.

Grace então disse: "Professor Brooks!"

"Você deve estar cansado. Grace e Chuck, entrem e sentem-se."

"Obrigada."

"Oh, eu esqueci de apresentá-la. Esta é minha velha amiga. Você pode chamá-la de tia White."

"Prazer em conhecê-la, tia White." Grace e Chuck a cumprimentaram.

Tia White olhou para Grace e fixou os olhos nela, como se estivesse medindo alguma coisa.

Grace foi surpreendida por seu olhar.

Tia White sorriu e disse: "Você é realmente uma dama. Ouvi dizer que você já conhece Tyler há muitos anos."

"Sim, tia White." Grace assentiu.

"Ela ajudou Tyler mais quando ele estava perdido", Lancy sorriu e disse. "Isso foi o que Tyler disse. Se não fosse por Grace, ele teria morrido há muito tempo."

"É assim mesmo?" Tia White olhou profundamente nos olhos de Grace. "Então você é verdadeiramente o salvador de Tyler."

"Não, não tanto", disse Grace. "Tyler e eu somos bons amigos. Não só eu, mas minha irmã e meu filho somos muito próximos dele."

"Você tem um filho?" A voz de tia White de repente ficou um pouco afiada.

A expressão do professor Brooks também mudou.

Grace ficou atordoada e olhou para eles com surpresa. Enquanto eles a encaravam com olhos surpresos, ela assentiu com sinceridade.

"Sim, eu tenho um filho."

Lancy recostou-se depois de ficar chocada. Seu rosto estava um pouco pálido, e então ela sorriu.

Tia White olhou para Lancy com preocupação. Quando ela olhou para Grace e Chuck, os cantos de sua boca se contraíram. Então ela disse: "Senhorita Smith, você realmente tem uma boa mão."

Grace ficou atordoada por um momento. Ela olhou consternada para tia White, as palavras de tia White foram muito duras.

Depois de ficar atordoada por um tempo, Grace perguntou: "Tia White, o que você quer dizer?"

"Nada," tia White sorriu com um olhar frio em seus olhos. "Acho impressionante que você possa fazer Tyler correr apaixonadamente por você, embora você já seja mãe. Ele até a apresentou a pessoas para entrevistas. Você realmente tem uma boa mão."

"Julia," Lancy baixou a voz e tentou impedi-la de falar.

Tia White olhou para Lancy com preocupação. "Lancy, não estou errado sobre isso. Veja como Tyler tem estado nos últimos dias, ele até usou suas conexões. Achamos que ela era uma boa candidata, mas agora ela diz que tem um filho? O que é isso tudo? ?"

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: Erro que Inicia