Meu Senhor Capítulo 37

sprite

Arthur Albuquerque

Acordei já passava das sete. Hoje é domingo, então vou deixar minha bonequinha dormi mais um pouco.Olho para ela dormindo encolhida no chão e sorrio. Hoje enfim acaba o castigo, e eu vou poder aproveitar esse corpo que tanto me enlouquece.

Ontem foi difícil de dormi. Meu pau, não baixou de jeito nenhum mesmo tendo me tocado no banho. Acho que a estimulação do dia todo e eu empurrando o orgasmo lá para o fundo, me deixou mais tenso do que já estava.

Ponho um short e vou pra academia, gastar um pouco dessa energia.

Hoje terei que trabalhar um pouco agora de manhã.

O trabalho acumulou pq ontem não pus os pés no escritório. O que o Pedro pode resolver, ele resolveu, mais ainda existia coisas que eu que tinha que resolver.

Saio do quarto sem fazer barulho, com o celular na mão e meu fone de ouvido. Encaixo na orelha e ligo para Pedro.

-Bom dia Senhor!

- Bom dia Pedro, estou na academia, pode vir aqui?

- Da ala da submissa?

-Isso.

- Já estou indo...

Subo na esteira e começo a fazer meus exercícios, botando uma música pra tocar no som ambiente. Logo depois Pedro chega.

- Bom dia Senhor!

- Bom dia,o que tenho que resolver?

- Revisar o relatório de cirurgias dos Ortopedistas...Doutor Bernardo já fez quase tudo, só precisa da sua assinatura. Tem dois contratos de produtos de escritório para revisar, e alguns papéis que precisam da sua assinatura. Além dos exames que vc prometeu ao Dr. Rachid de ver.

- Depois que terminar os exercícios, vou no escritório ver essas coisas. Preciso falar com madame Lavoisier ainda hoje, então me lembre enquanto estiver no escritório. Quero que vc efetive como segurança da Duda o Ítalo. E o avise que amanhã ela vai fazer exames no hospital, para ele se organizar com o Beto.

-Sim Senhor. Hoje o Senhor vai sair do casarão?

-Não, ficarei em casa.

-Sim Senhor! Mais alguma coisa?

-Peça para Açucena acordar Duda, ela está no meu quarto, e servir o café da manhã dela.

-Para dois Senhor.

-Não Pedro, só para ela.

-Sim Senhor!

Ele sai da academia, andando rápido, e eu fico com os meus pensamentos.

Vou deixar ela cozinhando até a hora do almoço, só para aumentar a espectativa e ela poder descansar. Depois tudo vai ser mais gostoso!

***********

-Bom dia Madame...

-Bom dia Senhor Arthur, algum problema?

-Preciso de informações, pra mim não há problemas nisso, agora não sei para a senhora se haverá.

Ela fica muda por alguns segundos e diz.

-Se puder ajudar o Senhor, estou as ordens.

-Encontrei ontem com o Silvio Lavarte no clube, e ele me contou uma história que eu gostaria de confirmar com a Senhora. Disse que a Senhora ofereceu Duda a ele como submissa.

Ela ri no telefone e diz:

-Como posso oferecer Duda para ele , se ele não era o que ela procurava?

-Eu imaginei, mais quero saber exatamente o que aconteceu...

-Sr. Lavarte esteve no Internato em minha sala, cerca de uma semana antes que o Senhor me procurasse. Pedindo uma submissa de até dezoito anos, para fazer parte de seu cash de meninas.

-Disse que minha meninas , com 18 anos não estavam ainda disponíveis, já que elas passavam por um curso antes. Disse que tinha algumas indo para o mercado e que não havia nenhuma que quisesse um dominador com o perfil dele.

-E aí?

-Me pediu para olhar os currículos assim mesmo. Eu não posso negar isso a nenhum dominador. Amostrei e ele se encantou por Duda, me pediu para eu fazer a minha mágica, e me ofereceu o dobro do dinheiro por um contrato com ela.

-E vc aceitou?

-Não. Mais tive que ser diplomática. Estou nesse ramo a anos, e não posso maltratar ou ser indelicada com as pessoas que me procuram. Falei que ia falar com ela, conforme a resposta que ela desse eu entraria em contato.

-E vc falou?

-Não. Se fosse outra menina eu até faria a proposta, mais conheço Duda. Ela nunca aceitaria, fora que ele não era o dominador ideal para ela. Depois o senhor me procurou e eu mandei o currículo dela, pois era o que ela procurava.

- Então o que ele disse é mentira ?

- Claro que é... Ninguém tomou a frente dele em se tratando de Duda, mesmo pq ele nunca foi cogitado como um dominador para ela.

- Obrigada madame, pela indiscrição em me falar de um contrato da sua agência.

- Na verdade não houve um contrato. Senhor Lavarte nunca se relacionou com minhas submissas. Ele sempre gostou de trazer elas de outra região. Não entendi pq veio até mim desta vez .

Claro que ele nunca quis as submissas da madame, elas eram mais velhas que a faixa etária que ele gostava.

-Obrigada Madame mais uma vez.

-Como está minha menina?

Eu suspiro... Outra fofoqueira na minha vida! Já não bastava Paulo e Bernardo.

-Eu sei que vcs se falam toda semana, ela não te disse como está?

Ela suspira e fala.

-Disse Senhor, mais vc não pode negar a uma tutora notícias sobre como andam as coisas entre vcs. Eu sei o lado dela, quero saber o seu.

Curta e direta. Até que essa fofoqueira é das minhas ...

-Está tudo se encaminhando a contento. Obrigada pelo preocupação.

-Certo... Qualquer coisa que precisar, estarei aqui Senhor Arthur. Passar bem.

-Passar bem.

telefone, e me encosto na cadeira ,olhando para o teto. Silvio está aprontando algo, mais o que?

Já tentei comprar as ações deles milhares de vezes. Meu pai as vendeu pra ele numa época em que ele precisava de capital de giro, como vendeu para o pai de Bernardo e Paulo. Só que os pais de meus amigos estavam por dentro do negócio. Agora Silvio? Era um playboy... Nunca trabalhou na vida... Vive as custas da fortuna de sua família.

Não se interessa pelos negócios, e quando temos reunião dos acionistas, ele sempre pede para remarcar, é contra tudo e suas ideias, são sempre as mais absurdas. Depois que assumi, comecei a pedir a ele que não fosse nas reuniões. Não as remarcava se ele não podia ir, já que ele não entendia nada sobre o hospital. Disse a ele que o dinheiro seria depositado em sua conta todo mês, sem precisar se dignar a ir nas reuniões.

Ele ficou puto comigo, disse que eu não tinha o direito de excluí-los do negócio.

Bernardo, meu pai e Paulo tentaram comprar as ações também, mais ele não queria vender. E seguia sendo o calcanhar de Aquiles da

Agora essa... De dar em cima da Duda explicitamente.

Ele sabe que uma submissa por contrato deve ser respeitada. Todo dominador tem o dever de respeitar outro dominador, isso incluindo no pacote a sua submissa.

Pego o interfone e ligo para Pedro.

-Oi Senhor!

- Chama meu chefe da segurança e peça para ele vir aqui.

- Ok!

Cinco minutos depois, Barreto entra no meu escritório.

-Chamou Senhor?

-Sim Barreto, preciso que vc passe um pente fino na vida do Sílvio Lavarte. Quero saber de tudo, desde os lugares que ele vai com frequência, a movimentações de contas e bens. Tudo Barreto...

-Convoco aquele detetive que sempre usamos?

-Sim... Descubram algo obscuro na vida dele. Eu sei que deve ter algo.

-Ele está te ameaçando Senhor?

-Não, mais vou me precaver se algo acontecer. Só isso Barreto, pode voltar ao seu

-Sim Senhor!

Vamos ver quem ri por último!

***********

Eduarda Amorim

Estou devastada!

Senhor está chateado comigo. Mesmo me empenhando em cumprir o castigo com louvor ontem, ele ainda amanheceu chateado.

Não quis que eu cumprisse com minhas obrigações. Saiu do quarto antes que acordasse, e ainda pediu para Açucena cuidar de mim. E até agora ele não mandou nenhuma mensagem.

Logo no domingo, que ficamos sempre agarradinhos.

Eu me sinto perdida em decepcionar ele. Será que ele vai encerrar o contrato?

Eu não pensei que fosse tão importante assim para ele, eu opinar sobre suas decisões. Droga, e eu nem opinei para ele.

o que foi aquele telão ontem no quarto? Eu não imaginei que ele levasse tão a sério e esse lance de me observar. Achei que me observasse nos intervalos, não que me gravasse para ver depois. Era um verdadeiro big brother da

entendo ele nao ter me amostrado aquilo antes, eu teria me assustado e não aceitado o contrato. Mais eu pude perceber que isso é muito importante para ele, então se é importante para meu Senhor, deve ser importante para

só é feliz quando obedece seu dominador. O prazer está em

isso me sinto tão culpada! Não fiz o que ele me

partir de hoje não cometerei o mesmo erro. Se precisasse desabafar sobre algo escreveria mensagem para as meninas, ou faria quando estivesse no meu momento de lazer. Nessas horas em meu quarto, ele desligava a câmera para me dar privacidade. Mais só ali. As câmeras ao redor da casa,

deito em minha cama e me enrolo em minha coberta até a

não me deu nenhuma tarefa, não tomou café da manhã comigo e nem cuidou de mim. Acordei com a garganta e o maxilar doendo. Quem cuidou de mim, foi Açucena a

que ele não vira

Como eu sou burra!

porta do meu quarto abrir, e tiro a coberta da minha cabeça dando de cara com ele na porta. Ele levanta uma sobrancelha e me

está na cama em pleno horário de almoço? Achei que estava aproveitando

levanto e me sento na cama. Olhando para os meus dedos repousados em

-Não tive vontade Senhor!

-Olhe pra mim Duda.

um pouco para atender, pois ele verá minhas lágrimas. Vai me achar uma boba, com

no meu queixo e levanta minha cabeça, vendo meu

-Porque estava chorando?

me sentindo culpada, por ter decepcionado o Senhor

Ele limpa minhas lágrimas e diz:

foi castigada e já entendeu. Acredito que vai se policiar daqui por diante. Achei que está situação já estava

que meu coração volta a bater de novo. Sinto tanto alívio! Ele tem razão em dizer que penso demais, e me deixo envolver pela

o Senhor ainda estava chateado, pois não o vi hoje de manhã.

trabalhando Duda, e quis dar um tempo para vc descansar. Mais uma vez vc anda pensando demais bonequinha!!! E eu não estou gostando disso... Na verdade eu odeio, vc está imaginando coisas que não existe. No dia que eu estiver incomodado com algo eu vou dizer, não vou ficar matutando na minha cabeça.

-Sinto muito Senhor!

na porta e ele manda entrar. Açucena chega com um carrinho cheio de comida e começa a arrumar

banheiro lavar esse rosto. Vamos almoçar e depois vamos nadar. Está um domingo lindo

me levanto da cama muito animada. Nem parecia que estava encolhida, triste a alguns minutos atrás.

nunca imaginei que o decepcionar seria tão

tão ruim dormi no chão sentindo o cheiro dele em mim e no quarto, pq aquele quarto cheira