Nosso Passado Capítulo Seis - 3

sprite

Parte 3...

Ela pegou um ônibus e desceu algumas quadras depois, pegou um táxi e foi até o local do salão. Já tinha marcado tudo. Horário, cabelo, maquiagem e toda a produção.

Primeiro ela fez o cabelo e a maquiagem, depois ela comprou lá mesmo um conjunto de terno e calça muito bonito, na cor cinza claro que a deixava elegante como gostava e estava acostumada a se vestir todos esses anos com Haroldo.

Completou o look com o perfume que havia levado na bolsa e alguns acessórios caros que gostava, como suas pulseiras de ouro e pedras preciosas. As duas mulheres que a atenderam ficaram surpresas com a diferença do antes e depois. Pegou um táxi na frente do salão mesmo e seguiu para o encontro com os diretores.

— Creio que podemos fechar, então? - um dos diretores lhe perguntou.

— Em dois dias lhe daremos a resposta - ela sorriu — Três, no máximo - foi firme — Para mim foi muito bom. Vamos analisar os documentos - fez um gesto com a cabeça.

Eles foram em direção ao heliponto. Se despediram e enquanto o helicóptero decolava ela sentia que uma vitória se aproximava.

***************

Quando ela desceu do jatinho na área reservada, viu que Felipe a esperava junto com Ludimila e as crianças. Ao passar pelas portas de vidro os dois vieram correndo até ela e a abraçaram.

— Que saudade dos meus amores - apertou os dois juntos.

— A gente também, mãe - Alan respondeu.

— Vai ficar com a gente, mami? - Bianca apertou o rosto da mãe — Não gosto de ficar longe de você - fez um biquinho fofo.

— Mamãe ainda não terminou tudo mas em breve, está bem? - ela fez que sim — Prometo que quando acabar, vamos tirar férias, só a gente - olhou para Felipe — E vocês dois também, claro.

Ele riu e a abraçou forte. Ludimila brincou que quase não lembrava mais dela.

— É bom me levar mesmo nessas férias. Estou ficando velha e daqui a pouco esqueço até o seu nome.

— Jesus, que exagero - ela riu.

— Não trouxe mala - Ludimila perguntou.

— Não, só vou ficar o fim de semana e tenho o que preciso aqui - pegou a mão de Bianca.

— Como foi na visita? - Felipe perguntou enquanto iam andando até o carro — Você parece muito bem.

— Estou ótima - gesticulou — Está tudo indo bem.

Ainda bem, não consigo parar de me preocupar.

— Eu sei - segurou o braço dele — Mas acho que resolvo isso em poucos dias.

Entraram no carro e as crianças ficaram agarradas a ela até chegarem em casa.

— Ai que saudade da minha casa - ela largou a bolsa e as pastas em cima do aparador do hall de entrada e Ludimila entrou depois, recolhendo tudo.

Mãe - Bianca bocejou — Vem

Já passou da hora de vocês irem dormir.

— Ah, mãe - Alan reclamou.

— Sabe que vocês têm horário.

— Eu sei, mas a gente queria ir te buscar.

E eu amei - o beijou — Agora sobe que eu já vou ler para vocês - passou a mão em

Hoje sou eu primeiro - Bianca pulou levantando a

sei - Alan mostrou

comecem, sabem que a regra é essa. Podem ir que eu já

subiram com Ludimila e Felipe ficou ao

Depois que folgar vamos conversar - ele

Ok, quero saber umas coisas sobre

subiu e antes passou no quarto e trocou de roupa, prendendo o cabelo. Foi antes ao quarto de Bianca e ela já estava na cama. O quarto era em dois tons de rosa com um grande painel com uma foto central de Bianca aos três anos de idade. Ela ficou olhando o painel enquanto cantava uma cantiga de ninar, deitada na cama ao lado da filha. A foto tinha sido tirada por Haroldo em um piquenique

teve como evitar a saudade que fez seus olhos molharem. Não queria que a filha a visse chorando e secou os olhos enquanto a

- disse sonolenta — Eu gosto quando você “tá” em