Fórmula do Amor capítulo 44

sprite

Cristian parecia está bem preocupado com o amigo, visto um pijama e vou até o quarto do Taylor, ele dorme tranquilamente, ponho a mão em sua testa para saber se temperatura não aumentou, está normal, deito ao seu lado, aconchego ele ao meu corpo, meu menino está crescendo tão rápido, logo estará namorando, e depois vai chegar para mim e dizer que já quer casar, ou até mesmo que vai morar em outro cidade por que achou um trabalho melhor, só espero estar preparada para tais noticias.

(...)

—Bom dia mamãe. Taylor fala olhando para mim.

—Bom dia meu amor, você está melhor?

—Estou sim, cadê o Cris?

—Ele teve um probleminha com um amigo, e teve que ir embora. Ele não faz mais perguntas e sai do quarto.

Levanto e vou até meu quarto, tiro minha roupa e entro embaixo da água fria, fecho os olhos e posso sentir as mãos dele em meu corpo, Cristian tem tirado meu sono, até mesmo antes de nós termos alguma coisa.

Lavo meus cabelo, término o banho e deixo secar naturalmente. Coloco um short jeans e uma blusa preta de alças, passo perfume e saio do quarto.

—Estou com fome. Taylor fala olhando mim.

—Eu também, vou preparar algo para nós, a Lili chega hoje. Falo e ele se alegra.

Ela foi visitar os pais que mora em outra cidade, espero que o Léo esteja bem, independente da Lília falar que não sente nada por ele, eu seu que sente, ela dá uma de durona, mais ela não é sem coração, eu vejo a forma que ela olha para ele.

—Você teve uma intoxicação alimentar, então daqui por diante só comidas saudáveis. Ele faz uma careta.

—Nem um chocolate?

Pergunta com uma cara engraçada.

—Por quanto não, vamos desintoxicar esse intestino, e depois nós pensamos sobre isso, vou preparar um suco de couve com um pouquinho de limão, e depois nós almoça. Ele faz uma cara de nojo assim que falo do suco verde.

Não é bom, mais é para o bem dele.

Fiz um arroz com feijão e salada, e fiz filé de frango grelhado, Taylor comeu quase tudo.

—Já enchi mamãe, não cabe mais. Ele fala apontando para a barriga.

—Tudo bem, espere um pouco e depois vá fazer suas tarefas, já é o segundo dia de aula perdido, desse jeito você não passa de ano na escola.

—Eu posso assistir um pouco?

—Sim, e depois vamos fazer as tarefas.

Ele vai para o sofá e fica sentado assistindo, meu celular começa a tocar, pego o aparelho e vejo o nome do Cris.

—Oi.

—Oi Mia, desculpe não ter ligado mais cedo.

—Tudo bem, e o Léo como está?

—Eu vou aí deixar seu carro e nós conversa.

—Tudo bem, te espero.

Desligo o celular e vou lavar a louça, ligo o som baixo, coloco Henrique e Juliano, eu sou um pouco diferente, lavo primeiro os pratos, depois os copos, as colheres e por último as panelas, não sei se outras pessoas fazem assim, ou lava tudo misturado, mais eu gosto de manter o controle.

Termino de lavar a louça e começo a secar, já vou secando e guardando para não acumular, antes que eu termine a campanhia toca.

Caminho até a porta, mais o Taylor já tinha aberto a porta.

—Oi Taylor. Cris fala passando a mão no cabelo do Tay.

—Oi Cris, você veio jogar comigo?

—Taylor, você tem tarefas lembra?

Falo cruzando os braços.

um pouquinho. Ele pede fazendo

Cris quiser esperar, vocês joga depois das tarefas, e não vale fazer de qualquer jeito, depois eh vou olhar. Repreende, não é por que meu filho é maravilhoso que vou deixar ele fazer tudo o que quer, na verdade sou bem mais amorosa do que minha mãe foi, quero poder da bons exemplos para ele, e não é deixando fazer tudo o que

—Cris você espera eu terminar?

pode ir lá, e faz com calma para não sair errado. Cristian fala

para o quarto e Cris senta

—Vou fazer um café, você aceita?

por favor. Ele fala e vou para a

Cristian vem logo em seguida.