Fórmula do Amor capítulo 9

sprite

Hoje irei ao hospital tirar o gesso, pelo menos é o que eu pretendo.

—Está pronto? Léo pergunta empurrando a cadeira de rodas

—Estava contando os minutos. Dês do dia que ele falou poucas e boas para mim, que eu mudei o jeito de falar com e ele e com a Lúcia.

Eles não merece ser meu saco de pancadas, naquele dia fiquei vendo o sol se pôr e depois a lua, não consegui dormir, nesse mês aconteceu tantas coisas, rompi um contrato que vale milhões, Nicole pediu para voltar e eu não quis, sim ele teve a coragem de ir na minha casa me pedir para voltar, disse que tudo que me falou foi por causa do seu pai que estava lhe pressionando, claro que eu não acreditei, mesmo eu ainda amando ela, eu não seria tão tolo de acreditar e voltar para ela, a mesma teve que devolver o carro para a loja, logo serei reembolsado.

—Depois do hospital ainda temos que ir na audiência. Léo fala me empurrando

—E se eu não ganhar, eu tenho quase certeza que irei perder. Falo

—Eu procurei em todo Rio de Janeiro a melhor advogada, tenho certeza que ela encontrará alguma irregularidades nesse contrato. Ele fala cheio de si

Chegamos ao hospital, ele me ajudou a ir até a sala do doutor Ricardo. Que já estava nós esperando.

—Bom dia. Ele fala

—Bom dia, espero que hoje eu já esteja liberado. Falo e ele sorrir

—Vamos fazer a avaliação, e depois um raio X. E assim ele fez avaliou como estava meu pé, se estava inchado ou não, depois fizemos o raio X, para a minha sorte o osso já colo, tive duas fraturas expostas, mais fiz o uso dos medicamentos e me mantive em repouso, acho que até demais para falar a verdade.

—Doutor, gostaria que me indicasse um fisioterapeuta para ele, já pode começar certo? Léo pergunta arqueado uma sobrancelha.

—Sim, é essencial que faça acompanhamento com um profissional. Ele fala anotado algumas coisas no tablet.

—Conhece alguém que esteja disponível? Pergunto e ele olha para mim, ele pensa por um tempo e depois olha para o celular.

É como se ele não quisesse me passar o nome de alguém.

—Bom eu conheço uma pessoa, ela é uma ótima profissional. Ele fala ainda com receio

—Ótimo, é disso que precisamos. Léo fala e ficamos os dois esperando ele passa o contato dessa tal pessoa.

—Se não se incomodarem eu irei conversa com ela e avisarei para você pode ser? Ele pergunta e então percebemos que ele não queria nos dar o telefone dessa tau moça, talvez pode se tratar de uma namorada ou coisa do tipo.

—Ok, ficaremos no aguardo. Saímos de sua sala, ele pediu que eu fosse devagar com os passos, tenho que me adaptar ainda, estou sem usar o gesso e será um pouco complicado andar logo de cara.

—Iremos encontrar alguém. Léo fala pondo a mão no meu ombro.

Seguimos para o fórum, a audiência é agora pela manhã.

senhorita Alencar. Léo fala estendendo a mão para a moça

—Bom dia, ainda não tinha nos conhecido pessoalmente. Ela estende a mão para

—O prazer é meu, Cristian Cavalcante. Falo pegando em sua mão.

piloto de moto GP? Ela pergunta w olho para

—Isso, eu mesmo, não sei se voltarei a ser o de antes. Falo fazendo sinal para minhas pernas

—Minha amiga concertaria você rapidinho. Ela fala e então somos chamados.

—Quem é ela? Pergunto para Leonardo que está olhando a moça se acomodar e tirar alguns papéis da

me indicou ela, ele disse que ela é ótima, e além do mais é linda. Ele fala olhando

a babá escorrendo. Falo e ele me olha com a

O pai da Nicole também chega com um advogado e ela está presente, eles se acomoda de frente

—Eu acho melhor desistir enquanto à tempo. Ele fala me olhando feio

sou homem de desistir, posso até perder mais vou até o fim. Falo e ele revira os

O juiz começou a falar.

aqui hoje para encerrar o processo que está sendo movido pelo senhor Josué Brandão, contra o senhor Cristian Cavalcante, uma quebra de contrato certo? Ele pergunta e o advogado dele confirma. —O que a acusação tem a apresentar? O juiz pergunta e ele pega uns papeis dentro da

é o contrato, ele assinou dia cinco do mês onze do ano de dois mil e dez, no contrato a cláusula fala que esse contrato vale por seis anos, ele ainda teria mais quatro anos de contrato para cumprir, até ter o direito de romper, isso é uma negligência séria. Ele continuou falando e falando, Nicole olhava para mim e balançava a cabeça em negação, talvez por querer que eu desistisse, mais eu estou seguro do que

passo a palavra para a advogada do acusado. O juiz fala apontando para

meritíssimo eu não tenho muito que falar, o senhor está com o papel na mão e não percebeu que tem algo errado. Ela levanta e eu penso puta que pariu, essa mulher é louca de pedra. —Como o senhor pode ver, ou seja não ver, esse contrato não está autenticado, ou seja ele não vale nada, não passa de uma simples folha de papel. Vejo a boca do Josué se formar em um O, ele pega a folha e olha várias vezes procurando a autenticação, e não tem, pego uma das cópias e olho também, realmente não está autenticado.

tem validade esse contrato, por tanto o senhor terá que remunerar o senhor Cristian, ele sofreu um acidente, teve danos e o senhor enganou meu cliente, ele tem que ser remunerado de alguma forma. A senhorita Alencar fala olhando para o

juiz decretou que ele vai ter que me pagar o mesmo valor do contrato, caso fosse rompido por ambas as partes, não é qualquer quantia, é coisa de milhões, ele saiu da sala soltando fumaça por o

trabalho está feito, foi um prazer trabalhar para você. Ela fala prestes

disse que sua amiga daria um jeito na minha perna, ela é