Fórmula do Amor capítulo 42

sprite

—Eu vou embora ir. Cristian fala depois que Taylor dormiu, a médica disse que ele dormirá a noite toda por causa da medicação.

Ele fez questão de deixar nós dois em casa, a médica disse que era só intoxicação alimentar, passou alguns remédios e mandou ele para casa.

—Obrigada. Falo descendo as escadas com ele.

—Mia...

Olho para ele, seus olhos está fixos nos meus.

—Isso está insuportável, você não imagina a falta que sinto de você. Ele diz se aproximando.

Ele está tão perto que posso sentir sua respiração, o cheiro de menta me dá vontade de beijar seus lábios mais uma vez, sentir seu gosto novamente.

—Cris...

Ele me interrompe.

—Eu nunca ficaria com ela, eu jamais faria algo para magoar você, acredita em mim por favor. Ele põe uma mão em minha nuca, fecho os olhos ao sentir seu toque.

Olhos em seus olhos e depois para sua boca, Cris faz o mesmo, e depois toma meus lábios em um beijo, não tem como não se entregar ao sentimento que tenho por ele, todas as noites que eu deitava, seus lábios era meu primeiro pensamento.

Aproveito cada segundo do seu beijo, Cris me encosta na parede, suas mãos passeiam por todo meu corpo, já estou excitada só de sentir suas mãos em mim.

—Me dá mais uma chance, eu vou provar que não fiz aquilo. Cristian fala com seus lábios próximo aos meus.

Beijo ele mais uma vez, não quero pensar nisso agora, só quero poder sentir ele.

—Me deixa ficar, seja minha. Ele volta a me beijar, Cristian coloca sua mão direita por dentro de minha blusa, seus dedos passeiam por minhas costas.

—Eu preciso de você Cristian. Falo e ele logo entendo o que eu quero.

Cristian me suspende no ar, passo minhas pernas por sua cintura, ele me leva até o sofá, Cristian tira minha roupa rapidamente, sem cerimônia ele abocanha um dos meus seios, murmurou palavrões insanos.

Seus dedos descem para minha intimidade, Cris começa a estimular meu clitóris, enquanto ainda suga meu seio esquerdo, Cris olha para mim e fala.

—Você não imagina a falta que eu senti de você, de fazer você gemer assim, de te vê revirar os olhos quando está perto de gozar entre meus dedos.

—Sem preliminares por favor, eu precioso de você dentro de mim. Cristian faz o que peço e abre o botão da calça, ele desce a cueca box me dando a visão de seu membro ereto.

Cristian pega um preservativo na carteira, pego de sua mão e rasgo no dente, tiro do plástico e deslizo por seu membro, Cristian olha todos os meus movimentos, empurro ele levemente fazendo o mesmo sentar no sofá, vou para cima de Cris pondo uma perna de cada lado do seu corpo, conduzo seu membro até minha entrada, e começo a sentar lentamente, depois que se membro já está todo dentro de mim começo a rebolar lentamente.

—Gostosa. Cristian fala e começo a subir e descer em seu membro.

Cristian toma meus lábios em um beijo quente, ele coloca a mão em minha nuca e segura meus cabelos.

Sinto meu orgasmo se aproximar, rebolo mais uma vez fazendo Cristian falar palavras sujas, contraio minha intimidade fazendo ela apertar o membro de Cristian, ele me olha com fogo nos olhos, Cristian segura minhas nádegas e começa a me movimentar, fazendo meu corpo subir e descer, paro os movimentos fazendo ele falar um puta que pariu, minha intimidade está encostada em sua pélvis, tomo os lábios dele em um beijo ardente, contraio novamente minha intimidae, Cristian anuncia que vai gozar, dou mais algumas apertada em seu membro e ele goza, meu orgasmo também vem junto, descanso meu corpo encima do seu.

(...)

Eu e Cristian estávamos deitados no sofá, depois do sexo não conversamos, seu braço está embaixo da minha cabeça, Cristian pega minha mão e enlaça nossos dedos, fico olhando sem falar

me procurou. Ele fala quebrando o silêncio.

para ele que está com o

—E vocês conversou?

Pergunto e ele me olha.

—Não, nós não tínhamos o que conversar. Ele fala voltando a ficar

—E se ele estiver arrependido?

Pergunto.

—Quando ele estava me batendo, eu falava que ele ia se arrepender, por que todos iriam embora da sua vida, mais ele disse que nunca iria se arrepender de nada, acho pouco provável que ele tenha se arrependido do que me fez. Ele fala e me olha.

—As vezes devemos passar por cima do nosso orgulho, se ele te procurou é por que pode estar realmente arrependido. Falo

está precisando de algo, eu conheço meu pai Mia, ele não dá ponto sem nó, para ele ter me procurado, ele quer algo. Cristian

todos que se aproxima de você que algo. Tento

conheço ele bem Mia, mais vamos mudar de

Ele pergunta.

Falo e voltamos a ficar

foi seu reencontro com o pai

que ele estava querendo me perguntar algo, não vejo problema em falar sobre isso, não mais. Só que ele não precisa saber sobre o

não esperava ver ele novamente, mais me sinto aliviada de finalmente Taylor conhecer o pai. Falo lembrando que os dois se divertiu muito

ele... bom, ele já foi

para Cris que está com uma

foi em Nova York, Bryan está pensando em mudar para o