Loucos Por Ela Capítulo 19

sprite

Allana

Durante o almoço notei que Felipe estava um pouco incomodado. Sei que não nos conhecemos o suficiente para que eu possa tirar conclusões sobre seu comportamento, mas não sei… ele parecia inquieto o tempo inteiro, até que se retirou da mesa no meio do almoço sem ao menos terminar de comer.

Continuamos a refeição e ao terminarmos a sobremesa, Kate e eu subimos para seu quarto para que ela pudesse me mostrar alguns de seus modelos e aqui estamos nós… nesse momento estou sentada na poltrona admirando suas criações, que aliás, são magníficas, enquanto ela olha atentamente pela janela.

— Kate! — Chamei e ela permaneceu distraída. — Kate… está se sentindo bem? — Ela voltou sua atenção para mim e afirmou, sinalizando com a cabeça.

— Sim, estou ótima! Estava averiguando uma coisa… — Fechou a cortina e proferiu caminhando em minha direção. — E aí, o que achou dos desenhos?

— São incríveis! Você tem muito talento e bom gosto… Parabéns! — Sua satisfação foi notável.

— Obrigada minha linda… — Sentou-se em minha frente e logo seu sorriso se desfez. — Mas sabe, eu estou curiosa… não vejo muita ânimo em você quando fala de seu namorado… O que foi, as coisas não vão bem entre vocês? Pode confiar em mim, tenho certeza que seremos grandes amigas!

Quando ouvi tal pergunta não pensei duas vezes e comecei a falar, pois a verdade é que sinto uma energia boa nela e também estou precisando desabafar com alguém que não seja meu irmão, ou ele deixa São Paulo e vem parar no Rio na mesma hora.

— Pois é… na verdade as coisas não estão nada bem e eu não sei mais o que fazer para acabar com isso. Igor demonstra ser uma pessoa que na verdade não é! Ele é muito controlador, pegajoso e isso me sufoca. Já tentei terminar algumas vezes, mas ele sempre dá um jeito de contornar a situação… muda de assunto, se esquiva de todas as formas possíveis e não me deixa pôr um fim nisso. Não aguento mais! — Terminei apoiando a mão no queixo e não pude deixar de notar a expressão de surpresa dela ao ouvir meu relato.

— Aí amiga, não sei nem o que te dizer… jamais imaginei que Igor fosse assim!

— Eu também não imaginava!

— Já tentou explicar que precisa de um tempo para pensar?

— Sim, já disse isso! Óbvio que quero terminar definitivamente, mas tentei pedir um tempo para ver se assim ele aceitava se afastar e com isso eu conseguiria tirá-lo de uma vez da minha vida, mas não adiantou. Ele está obcecado e hoje de manhã discutimos e ele simplesmente saiu e levou a chave do meu apartamento sem que eu visse.

— Não acredito nisso!!! Allana, ele não pode fazer isso! É o seu espaço, sua intimidade… ele precisa respeitar! — Sua indignação ficou nítida.

— E adianta falar? Quero ver alguém conseguir fazê-lo entender isso! Desde ontem estamos discutindo porque agora resolveu desconfiar de mim, mas acredita que esses dias a briga foi porque ele quer que eu tenha ciúmes dele?! — Ela caiu na gargalhada.

— Olha, eu já vi brigas por causa de excesso de ciúmes, mas nunca por falta dele! — Concluiu e continuou rindo e foi impossível não acompanhá-la.

— Eu disse, Kate… ele está louco!

— Ai Allana, é cada situação, né?!

— Nem me fale…

— Mas você não gosta dele? — Eu sabia que ela perguntaria.

no início tinha uma química legal, sabe? Mas agora evito ao máximo que ele me toque. Que Deus me perdoe se for pecado, mas sinto asco, essa é a verdade! E talvez por isso ele esteja desconfiando

Sim, esse pode ser o motivo! E pelo jeito está muito desconfiado mesmo, pois até levou suas

Pois é… acho q pensa que irá me surpreender com alguém, mas eu realmente não tenho ninguém, só não quero estar com ele.

— Entendo! E se não existe mais confiança, então a relação acabou, amiga! Sobre o sexo também… se falta o desejo não tem como continuar. Sei que isso não é tudo, mas faz parte do conjunto que sustenta um relacionamento, então acho difícil vocês se acertarem…

Pelo amor de Deus, Kate! Eu nem quero me acertar com ele não! — Ela riu novamente.

Estou vendo que já pegou "ranço".

— Sim, essa é a palavra!

— E o que pretende fazer?

— Ainda não sei, mas vou ter que dar um jeito nisso.

Sabe que pode contar comigo para o que precisar,

meu amor! — Lhe dei um abraço de agradecimento e

E eu que estava aqui toda ansiosa, querendo te apresentar para o meu irmão… — Comentou tranquilamente enquanto mexia nos fios do próprio cabelo e nesse momento me deu uma crise de tosse, que ela precisou levantar correndo e me servir um copo de

beba um pouco de água! — Molhei a garganta e consegui me recompor.

Esse clima seco ataca minha bronquite e às vezes tenho essas crises. — Tive que inventar uma doença que nem tenho para tentar sair dessa "saia justa", mas não sei se

Por nada! — Colocou novamente o copo ao lado da jarra e voltou a

voltando ao Igor… quero pedir que por favor não comente nada com ninguém. Eu precisava conversar e agradeço por ter me ouvido, mas se meu irmão souber disso, em menos de duas horas ele vem parar aqui e tudo que eu não quero é envolvê-lo nesse assunto. — Pedi, pois além de Gus, não quero que Felipe saiba

Seu irmão é super protetor?

— Demais!

Por aqui não é diferente! — Nós rimos. — Não se preocupe, amiga, ficará entre nós. E quanto ao Igor, tenta conversar de novo, e se precisar de algo é só me dizer. — Como foi bom ter aceito