O Meu Marido Misterioso

Capítulo 191: Que Constrangedor

Quando acordou à meia-noite, Anderson percebeu que estava dormindo na casa de Glauco e trancado em um quarto.

Ele não estava com o telefone. Temendo que Flora ficasse nervosa, ela desceu correndo da janela e voltou furtivamente para a casa dos Lorena.

Flora sentiu alguém acariciar suavemente seu rosto. Ele sabia quem era sem abrir os olhos.

Ela rolou e se esquivou de sua mão.

Anderson queria explicar para Flora, mas se sentiu muito mal por ele. Ele não sabia se algo havia acontecido entre ele e Irene.

- Flora, você já sabe, né?

Anderson sentou-se ao lado de Flora e contou-lhe em voz baixa.

Ainda com raiva, Flora ficou em silêncio. De qualquer forma, ele precisava de uma explicação. Desde que aconteceu, eles tiveram que superar isso. A fuga não era a resposta.

- Naquele dia, mandei Irene para casa. Marco e sua família queriam que eu ficasse para o jantar. Eu confiava no Marco, então fiquei. Devem ter drogado meu vinho. Acreditas em mim? Eu sei que você não. Você deve pensar que eu tive relações sexuais bêbadas com ela.

Anderson estava muito arrependido. Ele realmente não queria deixar Flora, mas se Flora insistisse em se divorciar dele, ele não sabia o que fazer.

- Quando saí apressado da casa dos Correias, esqueci de levar o celular. Se Irene usou meu telefone para te dizer algo, não acredite. Eu só tenho você no meu coração. Ontem à noite, eu estava muito irritado, então tomei um drinque com o Glauco. Eu estava bêbado, então dormi na casa dele. Ele pode provar isso. Flora, este é o caso. É tudo culpa minha. Não importa como você me castigue, eu não quero que você me deixe.

Anderson era como uma criança, porque queria chorar.

O romance será atualizado diariamente. Voltem e continuem lendo amanhã, pessoal!

Bình Luận ()

0/255