Loucos Por Ela Capítulo 9

sprite

Felipe

Avaliamos o prédio e acabamos fechando o negócio, então voltamos para tratar do pagamento na empresa.

Meu sócio até tentou saber mais sobre a mulher de quem falei, mas não tive muito o que responder porque nem eu mesmo sei.

Logo chegou a hora do almoço e como minha manhã foi produtiva, resolvi ir para o hotel. Pedi que entregassem minha comida no quarto e após almoçar, deitei para mexer no celular.

Como favoritei a página da Nike na intenção de saber mais sobre aquela bela moça, recebi uma notificação no aplicativo e ao abrir, vi que novamente havia sido atualizada.

Eram três fotos de corpo inteiro e completamente diferente da primeira, que demonstrava pura calmaria, nessas, ela estava como um furacão!

Deixando sua barriga completamente à mostra, a blusa que aparentava ser de um fino tecido, evidenciou que a modelo não estava usando sutiã e juntamente com o mini short jeans que em uma das fotos ela simulava estar puxando para baixo dentre suas coxas, fizeram minha imaginação ir à loucura e todos os meus pensamentos impuros foram despertos.

O chiclete que de um lado a mesma segurava com o indicador e polegar e do outro estava preso em seus dentes brancos, só chamava ainda mais a minha atenção para sua boca perfeitamente desenhada. Aqueles lábios carnudos estavam me enchendo de vontade de tomá-los em um beijo quente.

"Caralhø... Que deusa! Ela é simplesmente a mulher mais linda que já vi."

Fiz outra pesquisa rápida, mas de novo não encontrei nada, então continuei admirando as fotos e cheguei à conclusão de que realmente eu devo estar apaixonado…

Não é possível que isso seja só atração. Ninguém deseja tanto uma pessoa que só viu uma vez na vida!

Sem perder tempo, voltei para a empresa até mesmo antes do horário e me afundei no trabalho novamente, tentando adiantar o máximo possível, afinal, pelo que dizia na reportagem, seu fotógrafo atualmente está no Rio, o que significa que ele não reside e como não sei quanto tempo durará essa permanência, preciso me empenhar o quanto puder para voltar e poder conhecê-la, pois só assim saberei o que realmente sinto.

Hoje é sábado, são quase 10 horas da manhã e eu acabei de acordar. Havia despertado mais cedo, mas como não tinha nada para fazer, decidi prolongar minha estadia na cama.

Eu poderia ter chamado Caio para irmos tomar café em algum lugar, mas desde que ele começou a sair com a Pâmela, está difícil encontrá-lo sozinho, então preferi continuar aqui.

Ainda estava deitado pensando no que iria pedir para me alimentar, quando recebi uma ligação de Gustavo.

— Bom dia, Gustavo!

— E aí cara, te acordei? Parece sonolento...

— Não... eu já estava acordado! Precisa de alguma coisa?

— Na verdade, sim... que você levante daí e venha para o clube! Já falei com o Caio e ele confirmou, você vem, né?! — Claro que eu não iria recusar.

— Vou tomar um banho e logo estarei aí!

— Ok... Aguardo vocês!

Encerramos a chamada e então vi que tinha uma mensagem de Caio dizendo que me aguardava no estacionamento em meia hora. Pulei da cama e fui me arrumar...

Dentro do horário estipulado eu me aprontei e em seguida, desci para encontrá-lo.

Como íamos para o mesmo lugar, fomos com um carro só e ao chegar no clube, Gustavo estava sentado embaixo de um guarda-sol na beira da piscina.

Após os cumprimentos começamos a conversar e entre um assunto e outro, notei que o meu sócio estava inquieto, pois olhava o celular a todo instante.

— Você nos chamou para relaxar, mas quem parece preocupado é você... Aconteceu algo? — Indaguei ao vê-lo tão impaciente.

Ontem falei com minha irmã minutos antes dela sair para a balada com um cara e depois disso ela não visualizou mais o WhatsApp até agora. Já mandei inúmeras mensagens e nada. Isso está me preocupando.

— Já ligou? — Caio perguntou e ele negou mexendo a cabeça.

— Fica tranquilo... Você disse que ela foi à boate, então com certeza deve estar dormindo!

Não posso negar que é uma situação alarmante. Se fosse com uma de minhas irmãs, eu estaria como ele.

Tenta fazer uma ligação, pode ser que só com o barulho das mensagens ela não acorde. — Aconselhei e Caio me apoiou.

— É o que eu vou fazer! Com licença.

distanciou um pouco e nós

Parece que ele conseguiu! — Caio mencionou ao olhar

Pois é! Ao menos agora ele se acalma e a gente consegue curtir

que a irmã dele

faço ideia! Eu também nunca a vi e prefiro que continue assim, porque para a dondoca não participar de nada relacionado a empresa deve ser muito antipática. — Afirmei e

— Concordo!

Segundo o que eu entendi, ela saiu com um cara... devem estar ocupados e por isso ela não

E o Gustavo empatando a føda… — Falou e gargalhou. — Já pensou esse cara como cunhado?!

ouvir essa suposição, quase cuspi a

nossa… coitado desse sortudo. — Rimos novamente e Gustavo retornou em

— Perguntei enquanto o mesmo sentava-se e ele