O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 539

Anthony tinha tantos guarda-costas, quantos problemas Sarah poderia causar? No entanto, a situação era muito diferente do que costumava acontecer. Talvez fosse uma espécie de presente por ela ter sobrevivido à queda? Muito provavelmente.

À noite, quando Sarah estava fora, Anne ligou para Anthony, pensando em conseguir alguma resposta. A chamada foi aceita de imediato, então Anne disse:

— Vou voltar amanhã. —

— Você quer que eu vá buscá-la pessoalmente? —

— Não foi isso que eu quis dizer. Eu queria saber se você acha que a casa de minha mãe é um bom ambiente para morar, talvez? Minha casa é pequena e minha mãe não quer me deixar ficar sozinha. A casa dela está desocupada ou você colocou alguém lá? Se estiver ocupada por Bianca, não poderei descansar. — Anne explicou.

— Estar morando em um hospital não é melhor do que viver com Bianca. —

— Mas onde minha mãe vai morar? — Anne franziu os lábios e disse com uma voz doce: — Ela não tem onde morar, se sua casa estiver ocupada, então ela deveria morar comigo. Então... não seria inconveniente para Bianca? —

Anthony respirou fundo e disse:

— Entendi. —

Depois que a ligação terminou, Anne deu um suspiro de alívio, porque não foi tão ruim. No fim, ela apenas disse o que o magnata queria ouvir.

Assim, na manhã seguinte, na mesa do café na Mansão Real, Anthony e Bianca faziam uma refeição digna da nobreza.

— Quem está morando na mansão de Sarah? — Anthony perguntou enquanto erguia a xícara de café.

Bianca não esperava que ele perguntasse aquilo, então quase se engasgou.

— Ah, coloquei dois empregados para tomarem conta do lugar, pensando que, já que está vazia, de qualquer maneira, e é perto do meu estúdio, poderia dormir lá à noite, quando ocasionalmente não consigo voltar muito cedo para casa... —

— Melhor sair de lá e ficar longe das coisas dela. Você sabe que tipo de pessoa ela é, não é? — Disse Anthony.

Pensando em quanto o homem odiava Sarah, Bianca sorriu, se desculpando.

— Não tinha pensado nisso. Vou mandar que voltem de lá, então. —

Depois que Anthony foi para o Grupo Arquiduque, Bianca chamou os empregados e disse a eles para não ficarem na mansão, mas também ordenou que os dois jogassem fora todas as coisas que permaneciam no lugar. A mulher sabia como Anthony odiava tudo o que estivera em contato com Sarah, então, no pináculo do exagero, acreditava até que precisaria se esterilizar para ser bem-vista pelo magnata.

***

Para retornar a Luton, Anne não pegou o trem nem usou o helicóptero. A mulher teve uma experiência ruim com o helicóptero, então, naturalmente, ela não se atreveria a viajar em um por bastante tempo. Para além disso, ninguém havia mencionado a possibilidade de usar outro helicóptero na frente dela, o que foi ótimo para sua saúde mental.

Assim, a moça voltou em uma luxuosa caravana, que a deixou chocada, porque parecia tudo muito caro. A doutora Brown foi quem sugeriu que a jovem ficaria bem descansada se voltasse em um trailer confortável e bem adaptado, e a própria Anne concordou que aquilo era muito mais conveniente do que pegar um transporte muito mais rápido ou voltar de ambulância.

No veículo, Sarah olhou em volta e viu que havia um quarto, uma cozinha, um banheiro e um chuveiro. Era realmente luxuoso. A mulher sentou-se ao lado da cama e disse com alegria:

— É a primeira vez que viajo em um trailer tão luxuoso. Nunca tive a chance, mesmo quando era casada com Ron! —

— Fale baixo! — Anne temia que suas palavras fossem ouvidas pela médica.

— Não se preocupe, ela não pode me ouvir. — Sarah baixou a voz e disse: — Mas o que Anthony está fazendo? Ele mudou de personalidade do nada? —

Anne pensou que era mais provável que o sol caísse do céu do que a possibilidade de Anthony ter mudado de personalidade.

— Não faço ideia. —

A viagem seguiu tranquila. Quando chegaram a Luton, Anne foi internada novamente, com Sarah sempre a acompanhando. Como a moça já podia se apoiar no encosto da cama, disse:

— Mãe, não precisa ficar aqui durante noite. Por melhores que sejam as instalações do hospital, você não vai se sentir tão confortável quanto se sentirá dormindo em casa. Cuide de tudo por lá, eu ficarei bem. —

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata