O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 575

Anne congelou com a menção de que Anthony e Bianca iriam se casar, uma vez que o problema com as crianças ainda não havia sido resolvido.

— Mãe, vamos! — disse Bianca.

— É isso? —

— Enquanto eu estiver respirando, não vou deixá-los conseguir o que querem! — Bianca disse antes de se virar para sair.

Dorothy examinou Anne e Sarah e disse:

— Não sonhe em fazer Anthony valorizá-la simplesmente porque você deu à luz três filhos! —

Sarah riu sombriamente.

— De quem você está falando? Ninguém quer isso! — Ela se virou para repreender Anne, mas não conseguiu dizer nada quando viu o olhar sombrio no rosto de Anne.

— O que Anthony disse? — Nigel perguntou.

— Ele disse que definitivamente vai ficar com as crianças, e não vai me deixar vê-las... — Anne disse tristemente.

— Quem ele pensa que é? Você deu à luz e criou aquelas crianças. O que exatamente ele deu? Tudo bem, você tentou esconder isso dele, mas essa não é uma razão legítima para ele manter você e as crianças separadas! — Sarah disse em desacordo.

— Vamos conversar com Anthony assim que ele se acalmar. Todos nós precisamos nos sentar e conversar sobre isso. — Disse Nigel.

Sua filha mais velha estava prestes a se casar quando descobriu que a irmã mais nova era a mãe dos filhos de seu futuro marido. Alguém estava fadado a perder nessa situação, e seu único medo era que, mesmo após a negociação, Anthony ainda se casasse com Bianca e se recusasse a desistir dos filhos.

Lá fora, Dorothy e Bianca entraram no carro, dirigido por sua assistente. As duas ainda estavam extremamente frustradas quando o carro saiu do hospital.

— Se soubéssemos que ela estava grávida, teríamos tentado de tudo para resolver, em vez de deixá-la dar à luz! — Dorothy disse com raiva.

Bianca sentou-se em silêncio, como se estivesse congelada no tempo.

— O que você quer fazer? Você vai cancelar o noivado com Anthony? —

— Impossível! — Bianca finalmente reagiu. — Eu me tornarei oficialmente a senhora Marwood assim que me casar com ele. Até lá, Anne pode dar à luz mais vinte filhos, isso não mudará meus planos! —

— Essa é a minha garota! Não desanime! Apenas os filhos da esposa são importantes, e qualquer outra pessoa não consideraria os trigêmeos nada além de bastardos! Só é frustrante ter três filhos para dividir o dinheiro de Anthony! —

— Eles têm que ser capazes de criar sua própria riqueza. Nenhum pai na terra gosta de ter filhos mimados, especialmente um homem ambicioso como Anthony. — Disse Bianca.

— Você tem um plano? — Dorothy percebeu algo nas palavras de Bianca.

— Vou ser uma boa madrasta para eles e criá-los antes de expulsá-los da família Marwood, garantindo que meus filhos sejam os únicos a herdar o que Anthony passar adiante. — Bianca recuperou a compostura ao chegar a essa conclusão. — Isso é o que acontece na maioria das famílias ricas de qualquer maneira. —

Dorothy suspirou.

— Eu só queria que você levasse uma vida mais fácil, ao contrário da minha, que é atormentada pela presença de Sarah. Quem diria que você sofreria o mesmo? Estarei sempre do seu lado e seu pai não vai intervir a favor delas. —

Dorothy estava confiante de que Nigel não daria preferência a uma das filhas, então elas não precisavam se preocupar com Anne. O homem não seria capaz de ficar do lado de apenas uma delas e, desde que permanecesse neutro, a mulher tinha certeza de que ela e Bianca poderiam lidar com Sarah e Anne por conta própria.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata