O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 601

Os trigêmeos olharam para seus presentes e ergueram os olhos de volta para Bianca. Eles sabiam que ela seria a esposa do pai e que precisavam ser educados com a moça, mas simplesmente não gostavam dela. Sabendo que era melhor não deixar isso transparecer em seus rostos, disseram em uníssono:

— Obrigado, tia. —

— De nada! — Disse Bianca com um sorriso. Ela percebeu que poderia ter pensado demais em tudo, os trigêmeos ainda eram crianças e podiam facilmente se encantar quando havia presentes envolvidos.

Chloe ergueu sua boneca e disse com relutância:

— Eu errei da última vez. Não deveria ter desenhado no piano. —

— Como seu papai disse, ele vai me comprar outro. Ele me compra o que eu quiser e não há outra mulher que possa receber esse tipo de tratamento. — Bianca se regozijou.

— Papai deve gostar muito de você, então. — Chloe disse.

— Sim. Sou muito feliz. — Bianca sorriu gentilmente.

— Não é de admirar que papai não tenha deixado mamãe ficar aqui conosco esta manhã. — Disse Chris.

O sorriso no rosto de Bianca congelou, em um instante, quando questionou:

— ... O quê?! Esta manhã? —

— Chris está errado. Mamãe veio ontem à noite e saiu hoje ao meio-dia! — Chloe o corrigiu.

— Mamãe passou a noite conosco! — Charlie acrescentou.

Bianca estreitou os olhos violentamente enquanto tentava reprimir a raiva. 'Anne esteve aqui e passou a noite!' Ela pensou. 'Quem ela pensa que é? Anthony definitivamente vai ignorar isso dizendo que ela está aqui para ver as crianças, mas eu conheço Anne. Ela definitivamente está usando as crianças como desculpa para se aproximar de Anthony! Aquela puta!'.

— Tia, seu rosto parece tão assustador... — Chloe segurou sua boneca com medo.

Bianca forçou um sorriso.

— Não, eu não pareço assustadora. A propósito, o que mais sua mãe fez quando veio ontem à noite? —

— Nada demais! Mamãe veio nos ver e depois conversou com papai antes de sair! — Charlie disse.

— Conversou? Sobre o quê? — Bianca perguntou.

— Não sabemos. Eles conversaram no quarto do papai. Não conseguimos ouvi-los! — Chloe balançou a cabeça e disse inocentemente.

A expressão de Bianca escureceu quando ela pensou consigo mesma: 'Que tipo de assunto exige que eles conversem no quarto?!'. Ela se levantou e viu estrelas. 'Anne Vallois... por que você tem que fazer isso comigo? Por que você não me deixa em paz?! Eu gostaria de poder rasgar você em pedaços!'.

Bianca olhou para Chloe, que era a cara de Anne. Se Chloe fosse tão boa em fazer com que os adultos gostassem dela, ela definitivamente cresceria e se tornaria tão boa em seduzir homens quanto sua mãe. A mulher desejou desesperadamente poder despedaçar a criança e teve que fazer tudo ao seu alcance para manter as mãos no lugar.

Com medo de Anthony, ela se virou e foi ao banheiro para se acalmar antes de perder o controle. A jovem olhou para o rosto distorcido e viu o ressentimento fervente em seus olhos através de seu reflexo. 'É tudo por causa daquela vadia da Anne!', pensou. Depois de um tempo, finalmente recuperou a compostura.

A mulher ainda estava noiva de Anthony, mas eles ainda não tinham se casado, então qualquer coisa que ela fizesse poderia arriscar que o homem cancelasse o noivado. Bianca havia tomado uma decisão e precisava seguir com ela.

Pouco depois, Anne, que prometeu visitar as crianças, chegou à Mansão Real. Acidentalmente ela encontrou Bianca, que estava de saída. A irmã megera lentamente se aproximou da moça, de forma arrogante.

— Você com certeza está comprometida, para estar aqui dois dias seguidos. —

Anne olhou para a irmã com cautela.

— Só estou aqui para ver as crianças. —

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata