O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 568

— Eu ouvi do senhor Clayton que as crianças simplesmente apareceram na empresa, e elas se pareciam exatamente com o senhor Marwood. Era óbvio à primeira vista. Depois disso, a investigação provou que estava correto. — Disse Hayden.

Bianca pensou: 'Deve haver alguém por trás das crianças para ensiná-las a fazer isso'. Ninguém além de Anne seria capaz de algo assim, é claro. No entanto, como a verdade sobre as crianças havia sido exposta, era impossível para a megera fazer mais alguma coisa para impedir que isso acontecesse. Resignada, Bianca cobriu a boca e chorou, o que deixou Hayden chocado.

— Senhorita Faye, você está bem? —

Bianca balançou a cabeça para indicar que sim, mas era visível que ela parecia derrotada. Hayden podia entender por que a moça se sentiria tão mal, afinal, aquela era a noiva do senhor Marwood. Eles ainda não haviam se casado oficialmente, mas descobria-se que o homem já tinha três filhos com outra mulher.

A própria senhorita Faye não deu à luz seu próprio filho, mas se tornou a madrasta das crianças. Seria difícil para qualquer um aceitar uma história daquelas.

De repente, um som de motor de carro pode ser ouvido do lado de fora. Anthony estava de volta e, assim que ele entrou na mansão, viu a bagunça no saguão e Bianca coberta de lágrimas. Chloe correu para frente, sentindo-se injustiçada, e abraçou as pernas do magnata. Seus lábios minúsculos fizeram beicinho.

— Papai, essa mulher má me derrubou, eu caí no chão e minha bunda dói. —

Anthony a carregou.

— Você vai ficar bem, aposto que uma mocinha forte como você melhora rapidinho, não é? —

— Sim! — Os dois pezinhos de Chloe balançavam alegremente no ar.

— Ainda dói? — Anthony perguntou.

— Está muito melhor agora! —

A própria Bianca ficou chocada ao ver o lado gentil de Anthony, porque ele nunca havia mostrado esse lado para ninguém, nem mesmo para ela. A mulher logo percebeu o quanto que aquelas crianças já eram importantes para o magnata. Enquanto isso, Hayden explicou:

— A senhorita Bianca estava chegando, enquanto Chloe brincava no saguão, foi por isso que elas se chocaram. —

— Ela me derrubou... — Chloe colocou sua cabecinha sobre o ombro do pai e acusou outra vez.

Anthony se derreteu por sua expressão adorável e fez um carinho suave em sua cabecinha, então disse:

— Vá brincar com seus irmãos em outro lugar. Papai tem algo a discutir. —

— Está bem! — Chloe não teve nenhum problema com isso.

Hayden então levou os trigêmeos para o jardim, enquanto Bianca ainda chorava.

— Eu sempre fantasiei sobre como seriam nossos filhos, mas não esperava que antes desse dia chegar, seus filhos com outra pessoa apareceriam. Anthony, ninguém poderia ficar calmo por isso. —

— Bianca, eu não vou forçar você. Você pode cancelar o noivado a qualquer momento. — Anthony foi direto.

Bianca ficou desesperada, seu coração afundou, deixando-a em pânico.

— Não! Eu não quis dizer isso! —

— Já é fato que tenho três filhos. Porém, isso não estava dentro das minhas previsões. Também é impossível para mim deixá-los ir e não me importar com eles. — Anthony explicou sua posição.

— Eu sei! Eu sei! — Bianca reprimiu sua tristeza e avançou para se aproximar do peito de Anthony. — Não se preocupe, ainda não tenho meu próprio filho. Depois do casamento, vou vê-los como meus. Se você não quiser mais filhos, tudo bem também, eu posso aceitar. —

Anthony passou o braço em volta da cintura dela.

— Você deveria ir para casa e se acalmar. Só me dê uma resposta depois. —

Bianca só queria permanecer em seus braços por enquanto, então ela disse, com muita emoção e a voz chorosa:

— Anthony, você foi a primeira pessoa por quem me apaixonei. Passado, presente e futuro, você sempre será essa pessoa, e eu não vou me separar de você. Por favor, perdoe meu pânico, eu sei que eu não deveria ter... —

— Bianca, me dê a resposta depois. — Anthony repetiu.

Bianca sentiu que aquilo era mais sério do que temia, isso a deixou com um pouco de medo. Assim, a mulher partiu, com o coração cheio de ódio e rancor por aqueles trigêmeos e por sua irmã. Afinal, por que Anne tinha que aparecer e destruir sua vida perfeita? Por que Anne tinha que roubar o que pertencia a ela? Aquela vagabunda, exatamente como Sarah. Com os trigêmeos, Anne tinha mais chances de ganhar o coração do magnata, o que poderia ser dito só de observar a maneira como Anthony tratava as crianças. Como aquilo seria possível?

Anthony sempre foi facilmente seduzido por Anne, então era certo que a moça usaria as crianças a seu favor também! Um golpe da barriga, fermentado por vários anos, com certeza. 'Que desgraça, Anne! Eu te odeio!', Bianca pensava.

Na mesa de jantar, Anthony olhou para as três crianças, que comiam na mesa de jantar. Aqueles trigêmeos carregavam seu sangue, eram seus herdeiros. Aquilo parecia tão estranho, mas tão familiar ao mesmo tempo.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata