O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 615

Anthony não disse nada e saiu da sala. Então, o homem tirou uma garrafa de água da geladeira e bebeu em goles grandes. Depois disso, ele se sentou no sofá, tirando o telefone do bolso do terno. Quando viu as ligações e mensagens de texto de Bianca, lembrou-se de que deveria ir ao cartório naquela manhã. No entanto, já eram quase 16h, muito depois do horário combinado.

Anthony esfregou as têmporas, irritado por ter esquecido uma coisa tão importante. Bianca, desolada, ainda esperava dentro do cartório, que fecharia dentro de uma hora.

— Bianca, vamos voltar. Anthony ainda não disse nada até agora. Ele não virá hoje, filha... — Dorothy esteve ao lado de Bianca, sentindo-se irritada e vingativa. Além disso, seu rosto ainda tinha marcas das feridas adquiridas na briga.

— Ele virá. Com certeza está atrasado porque teve algo urgente para resolver! — Bianca estava se enganando.

— Não importa o que tenha acontecido, ele deveria ter dito alguma coisa, já que isso é uma coisa tão importante. Qual o sentido de fazer as pessoas esperarem assim? — Dorothy discordou veementemente da ação de Anthony e não pôde mencionar Anne por medo de irritar Bianca. — Vamos voltar... —

Antes que Dorothy pudesse terminar de falar, o telefone que Bianca segurava tocou. A moça imediatamente o pegou e olhou para ele com entusiasmo. Ao ver a ligação de Anthony, ela atendeu e quase berrou:

— Anthony, onde você está?! Não concordamos em receber nossa certidão de casamento esta manhã?! —

— Sinto muito. Surgiu algo urgente. — A voz rouca de Anthony soou.

— E-está tudo bem. Você não atendeu o telefone e eu estava com medo de que algo tivesse acontecido com você. É bom saber que você está bem. — Bianca transformou seu tom questionador e irritado em preocupação.

— Estou bem. — Anthony não falou muito.

— Isso é ótimo. — Então, Bianca olhou para a hora na parede e acrescentou: — Ainda estou esperando por você no cartório, você vem? Não importa que não sejam nove horas. —

Se ela não conseguisse a certidão de casamento naquele dia, Bianca sentia que nunca mais teria chance. Por isso, não importa quão tarde fosse, ela deveria se acalmar primeiro. Além disso, Anthony não poderia dizer que não conseguiria. Com o seu poder monetário, seria fácil fazer o juiz de paz esperar por ele até à meia-noite.

Nesse momento, no apartamento, a porta se abriu e Kathryn saiu. Ela ficou lá esperando quando viu que Anthony estava ao telefone. O magnata olhou para a médica, que assentiu. Então, ele disse para Bianca:

— Vou aí, mais tarde. —

— Certo, vou esperar por você. — Bianca finalmente sorriu.

Após o término da ligação, Dorothy soube que estava tudo bem ao ver a expressão de Bianca.

— Como eu disse, ele definitivamente virá. — Bianca estava confiante. — Anthony tem seus próprios assuntos pessoais, o que é normal e não tem nada a ver com minha irmãzinha desgraçada. —

O que Dorothy queria dizer ficou preso em sua garganta, porque não queria deixar escapar nada que acionasse a tristeza de Bianca. Nada mais importava, desde que Anthony aparecesse.

Anne ainda dormia e sua bolsa de soro estava meio cheia. Embora a febre tivesse diminuído, o rostinho da jovem permanecia vermelho, parecendo cheio de sofrimento. Kathryn saiu depois que a condição de Anne se estabilizou, deixando Anthony sozinho com a moça.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata