O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 622

— Já estou de volta à minha própria casa. — Depois que Anne disse isso, houve um longo silêncio do outro lado da ligação, o que lhe deu tanta pressão que ela mudou diretamente de assunto. — Eu tinha acabado de descer as escadas quando esbarrei no meu pai. Felizmente, ele não subiu antes e não viu de qual porta eu saí. —

— Você está com medo? —

— Eu me sinto indo para o abate. — Disse Anne honestamente.

— O que ele lhe disse? —

— Ele me disse que você ia se casar, mas desapareceu. —

— De quem foi a culpa? — Anthony a acusou por telefone.

— Quem foi que me fez ficar com febre? —

— Não gostou da noite? Além disso, como isso poderia ter causado febre? —

Anne franziu os lábios e sua expressão ficou muito estranha. O assunto ficava mais estranho quanto mais falavam.

— Não há necessidade de você me mandar comida, tenho bastante aqui. Meu pai comprou muita coisa para mim. Vá e mantenha sua noiva acompanhada, ela precisa que você a paparique muito agora. —

— Você está com ciúmes? — A voz de Anthony estava levemente rouca, mas parecia que ele estava de bom humor.

Anne não disse nada, e o magnata notou seu humor incomum, então, depois de um breve momento, ele perguntou:

— Se Bianca e eu nos casarmos, o que você fará? —

— Nada... — Anne respondeu.

Anthony apertou os olhos negros, e eles pareciam extremamente perigosos. Depois disso, a voz descontraída de Anne pôde ser ouvida vindo do telefone mais uma vez.

— Eu... vou me casar com outro homem, é claro. —

— Você se atreveria? —

— Por que não tentamos ver? —

— Anne! — O homem berrou.

A moça, contudo, desligou a ligação e jogou o telefone na cama. Anthony olhou para a tela preta do telefone com tanta força que um buraco estava quase aparecendo nela. Aquela mulher ficava cada vez mais ousada: não só o ameaçou, como até ousou desligar a ligação dele! Enquanto isso, Anne inicialmente pensou que apenas o álcool poderia ajudar uma pessoa covarde a arrancar sua coragem. Ela não esperava que estar doente também teria esse efeito, mas já não se importava se Anthony ficaria irritado com suas respostas. Depois daquilo, virou de lado e voltou a dormir.

Houve uma batida na porta do escritório de Anthony que o interrompeu.

— Entrem. —

— Senhor Marwood, a senhorita Faye está aqui. — Oliver entrou e anunciou Bianca, que seguiu atrás dele e entrou no escritório. A moça se vestia com muita elegância, o que não combinava com o temperamento que tentava conter.

Anthony parecia ter esquecido que havia dito a Bianca que iria procurá-la depois que terminasse com os assuntos que resolvia no dia anterior.

— Por que você veio aqui? — O homem questionou.

Bianca olhou para ele e fez o possível para controlar as próprias emoções.

— Fiquei esperando, mas não recebi uma ligação sua e fiquei com medo de atrapalhar você trabalhando, então vim ao Grupo Arquiduque para dar uma olhada. Eu não esperava que você realmente estaria aqui. —

— Onde mais eu estaria? — Anthony deu de ombros.

Os olhos de Bianca ficaram levemente vermelhos.

— Desde que você esteja bem. Não consegui entrar em contato com você e esperei a noite toda ontem. Vocês não têm ideia de como eu consegui passar por isso. Querido, não me assuste assim de novo, tudo bem? —

— A culpa é minha. Eu deveria ter te ligado. — Disse Anthony.

— Está tudo bem. Você está ocupado trabalhando, então é inevitável que falte em alguns compromissos — disse Bianca. — Sobre a gente conseguir nossa certidão de casamento... você disse para fazer isso outro dia. Eu verifiquei, e a próxima data boa mais próxima será depois de amanhã. O que você acha? —

Anthony não respondeu, e Bianca sentiu medo de que sua intenção fosse óbvia demais, então acrescentou:

— Você tem algum plano nesse dia? O que quero é apenas fazer o casamento civil, para que não tenhamos que nos incomodar com isso novamente. —

— Vamos falar sobre assuntos relacionados à certidão de casamento depois. — Anthony levantou o pulso e olhou para a hora. — Vamos almoçar juntos? —

O coração de Bianca afundou instantaneamente, mas ela aceitou, com dificuldade. Eles almoçaram em um restaurante de alto padrão, e a moça sentiu que o noivo estava distraído, porque ele ficou praticamente em silêncio o tempo todo. A jovem, contudo, nem se atreveu a perguntar: 'O que você tem feito nos últimos dias? Você pode me dizer? Como sua noiva, quero compartilhar alguns de seus problemas com você'.

E se Anthony lhe dissesse a verdade? Será que ela poderia terminar a relação? Era absolutamente impossível, de certo a moça só se envergonharia no final.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata