O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 704

Sarah estava ansiosa porque não queria que Anne assinasse o contrato. Afinal, uma vez que sua filha o fizesse, elas não teriam mais nada. Além disso, assinar aquilo equivaleria a admitir que Anne e Nigel não eram parentes. Eles realmente não seriam relacionados? Isso seria impossível.

Anne foi até a mesa e pegou o documento. Sarah estava prestes a impedir sua filha de assinar qualquer coisa, mas o que viu foi a moça rasgando o documento.

— Anne! — O rosto de Bianca parecia furioso. — Você acha que alguma coisa vai mudar só porque você rasgou?! —

— Não vou reconhecer o seu teste de paternidade de DNA! — Anne encarou a dupla de megeras.

— Mesmo que você não confie em nós, você não confia em Kathryn? — Dorothy perguntou: — A própria Sarah nem sabe se você é filha de Nigel! —

A mente de Sarah parecia zumbir. O teste de paternidade de DNA e as memórias de seu passado se confundiam e não podiam ser distinguidos. Ela só esteve com Nigel e Ron, então quem mais poderia ser? Além disso, aquele maldito jogador não tocou nela. Será que algo aconteceu depois que a drogaram? Não fazia sentido, porque ela estava acordada naquele momento. Enquanto isso, Anne olhou para o médico, que se dizia ser uma testemunha, e perguntou:

— Como minha mãe encontrou você? Foi por telefone ou pessoalmente? Você falou ao telefone? Por que você a ajudou? Você deve um favor a ela? Ou ela lhe pagou? Como um médico, você não tem ética médica? Alguém pode acreditar no que diz um médico sem ética médica? —

— Eu também fui forçado a fazer isso! Quando eu disse que não faria, ela disse que me faria desaparecer de Luton e até mencionou o nome de uma pessoa. — O médico respondeu.

— O nome de quem?! — Bianca perguntou.

— Anthony Marwood... — Respondeu o médico. — Quando ouvi o nome, fiquei com muito medo de contrariar, então fiz o que ela disse. —

— V-você está falando bobagem! — A voz de Sarah tremia de raiva. — Não tenho queixas de você, então por que você quer me machucar? Que benefícios Dorothy e Bianca lhe deram?! —

— Terminaram? — Anthony entrou na sala.

Bianca avançou, apressada, como uma vítima.

— Anthony, você já sabe que Anne não é filha biológica do meu pai? Está ali, escrito no teste de paternidade! E esse moço é um médico que admite que o teste de paternidade que meu pai fez antes foi manipulado. Mesmo assim, Anne e sua mãe são teimosas e recusam aceitar a verdade, apesar dessas evidências indiscutíveis. Anthony, o que você acha? De qualquer forma, o assunto foi investigado, então elas não podem aceitar nenhuma propriedade do meu pai, certo? Se meu pai soubesse que foi enganado por essas duas, ele também se sentiria muito triste e não entregaria o trabalho duro de sua vida nas mãos sujas delas! —

— Isso mesmo. Anthony, essas duas mulheres são cobras! Forjar um teste de paternidade para manipular um bom homem como Nigel?! — Soltou Dorothy.

— O que você tem a dizer? — Os olhos obsidianos de Anthony fitaram Anne.

A garganta de Anne parecia um pouco apertada, porque ela percebeu que o telefonema e a expressão nos olhos de Anthony na mesa de jantar ao meio-dia eram porque ele soube com antecedência sobre o teste de paternidade. Foi também por isso que o magnata fez aquelas perguntas no carro. No fim, talvez o homem também estivesse duvidando da autenticidade do exame, ou acreditando na conversa de Bianca. Ele era difícil de ler, como de costume.

— Se eu não sou filha do meu pai, quem sou eu? — Os olhos de Anne ficaram marejados e turvos. — Quem diabos sou eu? —

— Quem diabos é você? Você deveria perguntar à sua mãe! Essa... — Antes de Dorothy terminar de falar, os olhos penetrantes de Anthony a assustaram.

O coração de Bianca afundou ao ver Anthony aterrorizando sua mãe. Afinal, aquela era a futura sogra do magnata, então como ele podia fazer aquilo?

— Então vamos fazer o teste de paternidade de DNA mais uma vez. — Determinou o magnata, solene. — Vocês têm algum problema com isso? —

Anne não esperava que Anthony sugerisse fazer o teste de paternidade de DNA mais uma vez, mas, feliz, respondeu:

— Sem problemas! —

— Anthony, os resultados já foram bem claros! Por que temos que fazer isso de novo? Kathryn é tão competente. — Bianca ficou um pouco ansiosa.

— Só por desencargo de consciência. — Disse Anthony.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata