O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 691

Se Sarah também estivesse no hospital, Dorothy e Bianca com certeza tentariam provocá-la ou até machucá-la. Anne se sentia preocupada porque não queria que sua mãe se machucasse enquanto seu pai ainda estivesse inconsciente.

A porta da sala de reuniões se abriu e havia homens e mulheres sentados ao longo da mesa. Anne presumiu serem os especialistas que Anthony havia chamado. O magnata se sentou na outra ponta com Kathryn de um lado e Dorothy e Bianca do outro. Essas duas últimas olharam com frieza para Anne, que se sentou ao lado de Kathryn. Anthony olhou para o relógio e a doutora interpretou isso como uma dica para iniciar a reunião.

— Todos devem ter uma cópia do relatório médico, então vocês sabem que o paciente está em coma. Qualquer um aqui que conseguir melhorar sua condição, mesmo que seja um mínimo avanço, será bem recompensado. —

Todos sabiam o que ela queria dizer com isso: qualquer valor de pagamento não seria um problema, se eles merecessem. Um dos homens leu o relatório e disse:

— Serei sincero... Vendo esses resultados, não creio que haja solução. —

— Mesmo que ele consiga se recuperar um pouco, isso não significará muito, porque ele ainda não conseguirá acordar. — Acrescentou outro especialista.

Os outros franziram a testa, pensativos, e ficou claro que não estavam otimistas com a situação. Anne examinou cada um dos rostos, esperando que um deles desse boas notícias, mas seu coração afundou com o silêncio.

— Não pagamos para vocês virem aqui dizer essas coisas! — Disse Bianca. — Sejam claros! Meu pai vai melhorar ou não? —

—Não podemos ter certeza. Tentativa e erro é o único caminho aqui, e os resultados podem não ser tão promissores. — Disse um dos médicos.

— Sim, não há médico no mundo que garanta que pode curar um paciente nessa situação, mas vamos tentar. — Outro concordou.

— Então você está dizendo que há esperança? — Bianca perguntou.

— A esperança depende de você, senhorita. —

Anne tinha suas próprias ideias, mas não se atreveu a dizer uma palavra. Afinal, os tratamentos custariam dinheiro e ela não tinha nenhum, por isso se virou para olhar esperançosa para Anthony. Mas, para sua surpresa, Dorothy, de repente, atacou:

— Talvez vocês estejam apenas arrastando isso para ganhar mais dinheiro. —

Ofendido, um dos especialistas disse:

— Peço respeito à categoria, senhora! Como médicos, tratar os pacientes é nossa principal prioridade, então não se atreva a fazer esse tipo de suposição. Seríamos golpistas se estivéssemos prometendo certeza de cura, isso sim! —

Bianca lançou a Dorothy um olhar descontente, antes de se virar para sorrir para os outros.

— Sinto muito. Minha mãe está muito preocupada e não conseguiu se controlar porque não dormiu a noite toda. Por favor, perdoe-a. —

A tensão nos rostos dos especialistas diminuiu. Como médicos, viram muitas coisas ao longo de suas carreiras e podiam simpatizar com a dor dos familiares. Anthony examinou todos os especialistas com autoridade e disse:

— Aqueles que não acham que há esperança, levantem-se. —

Os especialistas lançaram olhares hesitantes e se levantaram. O sangue de Anne gelou à medida que mais e mais pessoas se levantavam. As pessoas diante deles eram médicos renomados, e se determinassem que não havia esperança, Nigel nunca mais acordaria. No final, apenas três deles permaneceram sentados. Anthony os estudou com atenção e ordenou:

— Expliquem. —

— Podemos tentar, mas não há garantia. —

— Sim. Fazemos parte do mesmo centro de pesquisa e temos progredido muito em nossos estudos sobre morte encefálica... —

— Tem certeza de que não está usando Nigel como seu rato de laboratório? — Dorothy se intrometeu, mantendo a personagem.

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata