O Trigêmeos do Magnata romance Capítulo 772

Como Anne imaginou, aquela foi uma noite sem dormir. Quando a moça finalmente acordou, era quase hora do almoço do dia seguinte. Ela abriu os olhos e a primeira coisa que viu foram os olhos profundos do magnata, e a memória da noite passada inundou sua mente, com flashbacks de como o homem agiu como uma besta no período do acasalamento.

Obviamente, a jovem também constatou que ele já havia conseguido o que queria. Anne olhou furiosamente para Anthony, então mordeu os lábios secretamente, sua emoção de raiva foi expressa em seu rosto. A consciência de que nunca passariam daquilo a fazia queimar de raiva, e ela queria sair da cama. No entanto, um braço se lançou e a arrastou de volta para perto de si.

— Ah... — Anne pousou no corpo musculoso do homem. — O que você quer fazer? —

— Você não quer algo de mim? — Anthony parecia estar de bom humor.

A moça tentou pensar com toda a seriedade, então disse sem esforço:

— Pare de me importunar ou termine com Bianca. Um ou outro. — A jovem repetiu o comando, então viu Anthony ficar em silêncio, como ela já esperava. Sabia que o magnata não tomaria qualquer atitude, e não esperava nenhuma resposta dele.

— Me deixa levantar... Ei! — Ela foi repentinamente puxada por Anthony outra vez, então se virou para encarar.

— Não vou deixar de te importunar, porque você é minha. — O bilionário que se via como dono do mundo voltou a se manifestar, ao passo que Anne franziu a testa, observando se ele permaneceria em silêncio sobre o rompimento com Bianca.

***

Bianca procurou em muitos lugares, mas não conseguiu localizar Anthony. Inquieta, a moça só podia esperar pacientemente na Mansão Real, sem dormir. Àquela altura, apenas se perguntava com qual mulher Anthony teria se deitado, imaginando se ele teria arrumado alguma nova amante. A pianista sentia tanto ciúme que parecia estar enlouquecendo! Ela esperou até de manhã, mas ainda não havia sinais de que o noivo voltaria. De repente, o telefone dela tocou na mesa de cabeceira e então Bianca correu até lá. Ela viu o número do identificador e atendeu para perguntar, afoita:

— Onde está Anthony?! —

— Senhorita Faye, sinto muito, mas eu estive muito ocupado e acabei vendo sua ligação só agora. Retornei a ligação assim que a vi, entretanto. — Oliver disse.

— Pare com essa conversa fiada! Eu só quero saber onde Anthony está! —

— Por que a senhorita Faye está tão desesperada? Problema urgente? —

— Sei que Anthony não estava se sentindo bem ontem, então é claro que estou preocupada! Mesmo sendo secretário dele, você não é seu parente mais próximo! Se ponha no seu lugar! Quem sabe o que vocês fariam quando ele estivesse mais fraco? — Bianca retrucou.

— Você não precisa se preocupar, senhorita Faye! O senhor Marwood está bem agora. — Oliver não respondeu com nada de útil, assim como não se deu ao trabalho de se irritar com o comentário da moça.

Bianca pensou consigo mesma: 'Está bem? Então, ele realmente buscou prazer em alguma outra mulher? Puta! Era para ser comigo!'

— Mas o que ele tinha, afinal? — Bianca tentou esconder suas emoções e perguntou.

— O senhor Marwood foi drogado por alguém, por isso teve que sair às pressas. Ele precisava de um processo de desintoxicação. —

— Que droga? Ele consultou Kathryn? Fui até ver no hospital, mas ela disse que ele nem falou com ela. —

— Kathryn não teria como ajudar. Ele foi drogado com uma variante de ecstasy... Só conseguiu resolver o problema se desgastando sexualmente. —

— Como assim?! Isso quer dizer que Anthony ficou com alguém ontem?! — Bianca não conseguiria mais se acalmar. — Por que ele não me procurou?! Eu sou a noiva dele, Oliver! Além disso, encontrei vocês no restaurante! Por que não o aconselhou, seu imbecil?! —

— Eu não sabia que era esse tipo de droga, senhorita. Além disso, ele ficou inconsciente depois de ser drogado, então tenho certeza de que ele não queria machucar a senhorita. — Oliver não sabia como responder.

Bianca se esforçou para imaginar que o rapaz teria razão em sua suposição, mas tudo que ela queria era que Anthony a escolhesse o quanto antes. O homem optou por procurar com outra, e lá se foi mais uma oportunidade de ter um filho do magnata.

— Ele foi drogado no jantar? Então deve ser alguma mulher que queria se arrastar para a cama dele que fez isso! — A moça soltou, forjando a própria inocência.

— Não importa quem seja, vamos descobrir. —

— Você tem que ser extremamente cauteloso, Oliver! Onde está Anthony agora? — Bianca perguntou, querendo garantir a proximidade mínima. — Foi você quem procurou a garota para ele? Era uma... profissional?! —

— Senhorita Faye, por favor, não se preocupe. Eu nem saberia como falar sobre esse tipo de coisa com a senhora, mas garanto que está tudo sob controle. Agora, o senhor Marwood precisa descansar, então é melhor você não o incomodar. Recomendo que espere pacientemente pela ligação dele. —

Comentários

Os comentários dos leitores sobre o romance: O Trigêmeos do Magnata